Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 10, 2016

Professor encontra anúncios de livro nunca publicado de Machado de Assis

Notas foram vistas em edições do 'Correio Mercantil' e do 'Correio da Tarde'.  Obra romântica seria chamada de 'Livro dos Vinte Anos', diz pesquisador. Do G1 São Carlos e Araraquara O professor da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) que no ano passado encontrou um  poema desconhecido de Machado de Assis  agora fez uma nova descoberta: achou duas notas e um anúncio sobre o possível lançamento de um livro de poesias do escritor que nunca foi citado em sua biografia. Professor encontrou anúncios de livro nunca publicado (Foto: Reginaldo dos Santos/EPTV) Por cerca de um ano, o enfoque do professor Wilton Marques foi procurar pistas sobre a produção literária da juventude de Machado de Assis. Para tentar entender a formação do autor, dos 15 aos 21 anos, a opção foi se aprofundar nos arquivos do principal jornal da época, o "Correio Mercantil", onde o autor trabalhava como revisor.

Autora de "Vem, Mariana" garante: o "Varandão é top"

Começou como uma brincadeira. Dois meses atrás, a consultora de vendas Danúbia Pinheiro, 37 anos, beliscava um pedaço de carne de sol acebolada num restaurante da avenida Osório de Paiva, o Varandão da Vila. Era domingo, e ela decidiu insistir pela última vez com Mariana. Moradora da Praia de Iracema, a amiga de duas décadas, casada, não é muito de sair. O contrário de Danúbia, que, naquele dia, estava à procura de um lugar mais animado, com  muita "ferveção". E acabou encontrando um na Vila Pery, passando o 5º Distrito Policial e entrando à direita depois do Gonzaguinha (Frotinha, na verdade). Com direito a palco, música ao vivo e petiscos , o local é "parecido com os daquelas épocas" em que Fortaleza curtia um barzinho "cangalha". Talhada na arte do convencimento depois de anos vendendo planos de acesso à Internet, Danúbia gravou um áudio para Mariana a fim de animá-la a curtir a noite na capital cearense. Em um minuto e quatro segundos, resum

Robótica: Uma medicina de homens e máquinas

Leopoldo Albuquerque coordena o centro de robótica. Androide Da Vinci tem quatro braços: um que controla uma microcâmera e outros três para manejar instrumentos como bisturis Mais de 130 cirurgias já foram realizadas por Da Vinci, o primeiro robô usado em procedimentos cirúrgicos do Norte e Nordeste do País. Instalado no Hospital Monte Klinikum, em Fortaleza, o androide é um dos 3,5 mil equipamentos espalhados pelo mundo, que aliam robótica à medicina. As intervenções são realizadas em operações urológicas, abdominais, ginecológicas, torácicas e de cabeça e pescoço, e acontecem aqui desde agosto de 2015. De acordo com o coordenador do Centro de Robótica do Monte Klinikum, Leopoldo Albuquerque, o equipamento pode substituir dois auxiliares durante o procedimento. O tempo de cirurgia também cai. Operações que durariam cerca de três horas são feitas em 45 minutos, a depender da experiência do cirurgião. “Pacientes também relatam que pós-operatório é mais confortável. Isso ocorre porq

Juan Santos doará dinheiro do Nobel da Paz

Cercado de vítimas do conflito armado na Colômbia e após uma cerimônia religiosa carregada de pedidos de paz, o presidente Juan Manuel Santos anunciou neste domingo que doará o dinheiro do prêmio Nobel para a reparação dos afetados no conflito interno. Da cidade de Bojayá (noroeste), onde em 2002 morreram 79 pessoas refugiadas em uma igreja durante enfrentamentos entre a guerrilha das Farc e grupos paramilitares, Santos disse que doará o prêmio em dinheiro que receberá pelo Nobel da Paz, com o qual foi agraciado esta semana por seus esforços para pacificar o país submetido a mais de meio século de conflito armado. "Ontem (sábado ) à noite me reuni com a minha família e tomamos a decisão de doar estes oito milhões de coroas suecas (quase 3 milhões de reais) para que as vítimas possam ser reparadas", disse o presidente colombiano, que foi interrompido por aplausos dos presentes na liturgia, entre eles familiares das vítimas do massacre de 2002. Acompanhado por sua

Projeto português candidato a prêmio europeu

Uma iniciativa de apoio às pessoas que vivem sem-abrigo no Porto é candidata a um prêmio da Comissão Europeia O projeto «Dar Sentido à  vida», levado a cabo por uma associação solidária da cidade do Porto, é candidato a um prêmio da Comissão Europeia de promoção do empreendedorismo, que será entregue dia 25 de novembro em Bratislava (Eslováquia). A decorrer há dez anos, o projeto português «já tirou das ruas do Porto e deu emprego a cerca de 200 pessoas», realçou Ana Pereira, presidente dos Serviços de Assistência Organizações de Maria (SAOM), responsáveis pela iniciativa. Em declarações à agência Lusa, a responsável da instituição, disse que espera obter na capital da Eslováquia «o reconhecimento europeu pelo trabalho desenvolvido». Fátima Missionária

Marcha da Paz reúne 100 mil pessoas na Itália

Da Agência Ansa Milhares de pesso as participaram nesse domingo (9) da Marcha da Paz Perugia-Assis, na Itália, para protestar contra a guerra, a violência e a indiferença dos organismos internacionais. O evento reuniu 100 mil pessoas, de acordo com os organizadores, procedentes de 500 cidades. Muitos dos participantes eram jovens e estudantes de Amatrice, município devastado por um terremoto no dia 24 de agosto. A informação é da Agência Ansa. Os manifestantes carregavam bandeiras e criticavam as entidades e pessoas que acham que não cabe a elas se "envolver" em problemas sociais ou conflitos. A Marcha da Paz percorreu 25 quilômetros, de Perugia a Rocca de Assis, e levou representantes de organizações não governamentais, de partidos políticos, de organizações estudantis e de associações de jornalistas. Uma das faixas dava boas-vindas aos estrangeiros à Europa.  "Este é o sentido da manifestação neste ano", disse Flavio Lotti, um dos organizadores da marcha.

Dupla leva Nobel de Economia por 'teoria de contratos'

Da Agência Ansa O economista britânico Oliver Hart, 68 anos, da Universidade de Harvad, e o finlandês Bengt Holmström, 67 anos, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, foram premiados com o Nobel de Economia    Jukka Uotilla/Agência Lusa O economista britânico Oliver Hart, 68 anos, da Universidade de Harvad, e o finlandês Bengt Holmström, 67 anos, do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT), foram premiados hoje (10) com o Prêmio Nobel de Economia por suas "contribuições à teoria dos contratos". As informações são da agência Ansa. Hart é britânico e professor da Universidade de Harvard e Holmström é finlandês e professor do MIT. O Nobel de Economia tem uma recompensa de 8 milhões de coroas suecas, equivalente a R$ 3.028.000. "As novas ferramentas teóricas criadas por Hart e Holmstroem são valiosas para a compreensão dos contratos e instituições da vida real", disse a Real Academia Sueca, em Estoc