Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 3, 2017

Sonho por justiça e paz

Padre Geovane Saraiva* A obra redentora do nosso bom Deus, mistério a dominar e encantar a história da humanidade, amparado, evidentemente, pela emblemática veste da ternura, da justiça e da paz, nos convida, de alma elevada, a colocar diante dos olhos e no coração o que o nosso Deus carregava consigo: a natureza divina – o Verbo de Deus que se fez carne e veio habitar em nosso meio.
No Verbo que veio se estabelecer entre nós é que encontramos as razões de viver, no sonho por justiça e paz para o mundo, como nos ensina o servo de Deus, Dom Helder, naquilo de mais original, genuíno, espontâneo e profundo, através dos pensamentos que saíam do seu interior: “Feliz quem tem mil razões para viver”; “Quando os problemas são absurdos, os desafios são apaixonantes”; “Quem me dera ser leal, discreto e silencioso como a minha sombra”.
Como alhures já dissemos, por vezes, à medida que passam os tempos, a missão da Igreja merece uma maior atenção, sempre acompanhada de um renovado ardor da parte d…

Filme sobre bastidores da Lava Jato terá grande campanha de lançamento

Os produtores do filme “Polícia Federal – A Lei é Para Todos”, sobre os bastidores da Operação Lava Jato, estão prometendo uma forte campanha de lançamento e exibição nas principais salas do país. Querem fazer barulho! A estreia está marcada para o dia 7 de setembro e o objetivo também é pegar carona na força dessa data.   Já concluído, o filme reúne no elenco nomes como Flávia Alessandra, Marcelo Serrado, Antonio Calloni, Rainer Cadete e Ary Fontoura, entre outros. Abordará os primórdios da investigação e terminará com a ida do ex-presidente Lula para prestar depoimento.  *Colaboração de José Carlos Nery UOL

Clube de assinatura de livros com sede em Porto Alegre chega aos 18 mil associados em três anos

Em julho de 2014, três estudantes do curso de Administração da UFRGS tiveram uma ideia em que pouca gente botou fé. Entre uma aula e outra, Gustavo Lembert, 25 anos, Arthur Dambros, 25, e Tomás Susin, 27, criaram um clube de assinatura de livros, a TAG – Experiências Literárias. Num país em que 44% da população não lê e que 30% nunca comprou um livro, segundo a Pesquisa Retratos da Leitura no Brasil (2016), as chances de o negócio vingar pareciam remotas. Passados três anos daquela decisão arriscada, o trio, agora ao lado de outros dois sócios, Álvaro Englert, 28, e Pablo Valdez, 28, comemoram a conquista de quase 18 mil assinantes. O que começou com conversas informais de amigos que tinham em comum a paixão pela leitura virou uma empresa localizada em um espaço de 1,2 mil metros quadrados no bairro Floresta, na Capital, com 50 funcionários e um faturamento mensal de R$ 1,2 milhão – para dar início à empreitada, o trio investiu R$ 10 mil. – A gente discutia várias ideias de negócio, …

Ter muitos 'amigos' nas redes significa maior sensação de solidão?

"Amigo é coisa prá se guardar no lado esquerdo do peito, mesmo que o tempo e a distância digam não", disse Milton Nascimento em uma de suas incrivelmente belas canções. Será que 500 ou mais "amigos" cabem no lado esquerdo do peito com a força necessária para superar o tempo e a distância? Será que com 500 ou mais “amigos” dá para ouvir a “voz que vem do coração”? Pois é. As redes sociais revolucionaram  a forma como conhecemos e fazemos amizades, "amigos" e até relacionamentos amorosos. Quando Milton escreveu a "Canção da América" os amigos nos eram apresentados por outras pessoas ou simplesmente os reconhecíamos no meio de tantas outras pessoas por afinidades em comum e/ou pelo simples prazer de estar juntos para passear, praticar esportes, estudar ou se divertir com uma das coisas que a vida tem de melhor: conversar e trocar ideias sobre emoções, sentimentos, fofocas ou notícias sérias.  Tudo isso de forma presencial, olho no olho, cada gesto…

Chega ao Brasil, o último livro preparado pelo escritor italiano Umberto Eco

por Dellano Rios - Editor de área
Umberto Eco tinha 84 anos quando morreu. Nos dois últimos anos de vida, ele enfrentou um câncer no pâncreas, que terminaria por matá-lo, em fevereiro do ano passado. Um dos últimos projetos aos quais se dedicou ilustra bem suas paixões intelectuais e a maneira como entendia suas contribuições. Com idade avançada e sofrendo de um mal potencialmente fatal e difícil de debelar, ele contribuiu para a criação de uma editora, La Nave di Teseo, e confiou a ela seu último livro. Uma casa editorial (ou, uma "nau", como diz seu nome) percorreria caminhos que facilmente superariam o tempo de vida que ainda restava a Eco. Mesmo com tão pouco tempo a lhe restar, os livros e os leitores eram preocupações ainda urgentes. "Pape Satàn Aleppe: crônicas de uma sociedade líquida" foi lançado na Itália apenas uma semana após a morte de seu autor. Chegou às livrarias junto com "Come viaggiare con un salmone" ("Como viajar com um salmão"…

Morre o empresário Airton Queiroz, chanceler da Unifor

Airton Vidal Queiroz morreu nesta segunda-feira (3), em Fortaleza. Ele completaria 71 anos em agosto. Primeiro filho de Edson Queiroz e Yolanda Queiroz, formou-se em economia. Foi peça fundamental para a manutenção da trajetória de pioneirismo e desenvolvimento do Grupo Edson Queiroz, um dos maiores conglomerados empresariais do Brasil. Após a trágica morte do patriarca, há 35 anos, Airton Queiroz solidificou os rumos da indústria, ao lado da mãe. Desta forma, ele cresceu os horizontes da Fundação Edson Queiroz, à frente da Universidade de Fortaleza (Unifor), da qual era chanceler. Ele também foi responsável pela ampliação do Sistema Verdes Mares de Comunicação para fora dos limites do Estado. Membro honorário da Academia Cearense de letras, Airton também colecionador de artes, assim como Celina Queiroz, sua esposa, que morreu há quatro anos. Após a partida do pai em 1982, Airton assumiu não só o protagonismo nos negócios, mas também a liderança da família, que tinha cinco irmãos. Ai…

Islândia, um estúdio de cinema a céu aberto

Os diretores encontram na Islândia lugares ideais para cenas de ação. Foto tirada em 12 de abril de 2017 mostra montanhas e fiorde na região de Austurland, na Islândia (AFP/Arquivos)
A imensa falha de Almannagja é parte da paisagem até onde a vista se perde. A lagoa glacial, os icebergs, a colina ainda virgem no centro da ilha e as inúmeras cascatas fazem da Islândia um cenário natural ideal para o cinema e a televisão.
Esta falha, situada no sul da ilha, um marco espetacular carregado de história, foi o cenário do combate entre Brienne de Tarth e Sandor Clegane na quarta temporada da série de televisão Game of Thrones.
"A diversidade é tão grande que há quase qualquer tipo de paisagem", aponta Leifur Dagfinnsson, presidente da sociedade islandesa Truenorth, que gestiona 90% do mercado.
"Pode-se filmar a Islândia como Islândia ou recriar outros lugares, como o Himalaia, a tundra da Mongólia, Sibéria, Groenlândia e inclusive outro planeta em filmes de ficção científica&q…

Mensagem pela preservação da Amazônia emociona o público em Parintins

Bianca Paiva - Correspondente da Agência Brasil Apresentação do Boi Garantido no 52º Festival Folclórico de Parintins -Bianca Paiva/Agência Brasil A terceira e última noite do 52º Festival Folclórico de Parintins foi marcada pela emoção e grandiosidade dos bois-bumbás Caprichoso e Garantido. O vencedor será conhecido nesta segunda-feira (3). Os dez jurados avaliaram 21 itens, entre eles, lenda amazônica, cunhã-poranga, ritual indígena, boi bumbá evolução e galera, que é a torcida. O início da apuração está marcado para 11h no Bumbódromo. O primeiro a se apresentar nesse domingo (2) foi o Garantido, que defendeu o tema "Amazônia, esperança e fé”, com uma mensagem de luta pela preservação da floresta.

A padroeira da cidade, Nossa Senhora do Carmo, foi homenageada com uma grande alegoria, emocionando o público, embalado pela voz da cantora amazonense Márcia Siqueira. Os dançarinos também surpreenderam a plateia,  com uma coreografia bem sincronizada durante a encenação de um ritual da…