Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 27, 2019

Festival no Campo Limpo aborda literatura e futebol feminino

Evento no Sesc, de 26 a 30 de junho, terá participação da Agência Mural
Quais os hábitos de leitura nas periferias e quais histórias inspiradoras de mulheres que jogam futebol nos bairros das bordas de São Paulo. 
Temas como estes farão parte do LiteraCampo, evento realizado no Sesc Campo Limpo entre quinta-feira (26) e domingo (30), que terá a participação da Agência Mural. O objetivo é promover um encontro entre públicos e diversas formas de literatura. Na sexta-feira (28), às 18h15, haverá o LiteraCampo Histórias Inspiradoras do Futebol Feminino. Autora da HQ Minas das Várzea, a editora-adjunta da Agência Mural, Priscila Pacheco, participa da roda de conversa ao lado das jogadoras do FuteMinas e do clube Palmeirinha, de Paraisópolis, na zona sul de São Paulo, e da apresentadora Dani Ramos (TVila).  A roda aborda como a “literatura chega através das histórias inspiradoras de jogadoras de futebol que superaram as dificuldades e obstáculos para colocar seu talento em campo ou na quadra”.  …

Projeto Hora do Conto de Guaramirim aproxima alunos da literatura

É pensando em incentivar a literatura que a prefeitura de Guaramirim em parceria com a Fundação Cultural, realizaram nesta quarta-feira (26), mais uma edição do Hora do Conto
Livros e mais livros. Histórias de heróis, príncipes e princesas, reis e rainhas e um mundo para imaginar. É pensando em incentivar a literatura que a prefeitura de Guaramirim, através da secretaria de Educação em parceria com a Fundação Cultural, realizaram nesta quarta-feira (26), mais uma edição do Hora do Conto. O objetivo, é convidar as escolas a visitarem a Biblioteca Municipal. Nesta edição, a professora Suzamara Saplack acomandou uma contação de histórias para os alunos do pré I e maternal II dos centros de educação infantil Maria Domênica, Santina Schork, Maurita Maria Rosa, Zilma Flores e Gustavo Tank.
Conforme a supervisora de ensino Janira da Silva, a ação aproxima os pequenos da literatura, seja de forma escrita ou oral. “As histórias são contadas de forma lúdica e descontraída, a fim de atrair as crian…

O brasileiro que coordenou a restauração da Pietà

Ele foi um dos homens mais influentes nos Museus Vaticanos Em 21 de maio de 1972, Laszlò Tóth, um geólogo húngaro naturalizado australiano, realizou um dos maiores atos de vandalismo da história: com um martelo deu vários golpes na famosa imagem de Michelangelo, a Pietà. László entrou na Basílica de São Pedro na manhã de 21 de maio e, por volta das 11h30, pulou a balaustrada que separava a multidão de visitantes e a escultura da Pietà.
O homem tirou sua jaqueta para estar mais livre em seus movimentos e bateu primeiro atrás da cabeça de Nossa Senhora com um martelo de geólogo e, depois, várias vezes, em seu rosto e braços, deixando, no entanto, intacta a figura de Cristo. Ao fazê-lo, gritou em italiano: “Cristo ressuscitou! Eu sou o Cristo!” A Pietà sofreu danos muito graves. Os golpes de martelo fizeram cerca de cinquenta fragmentos, quebrando o braço esquerdo e esmagando o cotovelo. O nariz ficou quase destruído, assim como as pálpebras. Reparar as lesões sofridas e restaurar aquel…