Postagens

Mostrando postagens de Outubro 14, 2017

Livro escrito por capitão do Exército e engenheiro narra participação cearense na 2ª Guerra Mundial

Imagem
Mário Henriques Aragão (sentado, à esquerda) e o Capitão Gustavo, os autores do livro, durante lançamento (FOTO: Divulgação) Um livro permite conhecer e aprofundar a história dos cearenses que lutaram na Segunda Guerra Mundial. É Reminiscências da História do Ceará na Segunda Guerra Mundial — Estudo Político, Social e Militar, do historiador e capitão do Exército Gustavo Augusto de Araújo Chaves Pereira e do engenheiro agrônomo e estudioso militar Mário Henriques Aragão. Lutaram no conflito, oficialmente, 377 cearenses. Os autores, no entanto, reconhecem que os números são imprecisos e a quantidade de combatentes pode ser maior. E ainda não abrangem os “Soldados da Borracha”, cearenses convocados à Região Amazônica, onde extraíam o leite da seringueira, cuja coagulação, borracha, era essencial para a construção de equipamentos muito utilizados na guerra. Mais de mil cearenses lutaram nessa frente indireta, estima o Capitão Gustavo. Boa parte deles morreu, vitimados, sobretudo por doen…

Bienal Internacional de Dança do Ceará celebra 20 anos de existência

Imagem
por Adriana Martins - Editora assistente/Roberta Souza - Repórter Espetáculos da SP Cia de Dança e Balé Teatro Castro Alves (abaixo) ( Fotos: WILIAN AGUIAR /Fabio Bouzas/div ) Nos 20 anos da Bienal Internacional de Dança do Ceará, não é somente a longevidade do evento que se celebra, mas sim as mudanças que impactaram positivamente o cenário de formação e criação nessa linguagem no Estado. Estas, visivelmente, foram muitas. De lá para cá, o número de companhias e projetos sociais focados em dança aumentou, cursos acadêmicos e profissionalizantes se desenvolveram, intercâmbios com outros países se multiplicaram. E a tendência é que isso continue, tendo em vista a programação da 11ª edição, que acontece neste mês de outubro. Com todas as atividades gratuitas, ela será realizada em Sobral (19 a 22/10), Fortaleza (20 a 29/10), Paracuru (20 e 21/10), Trairí (20 e 21/10), Aquiraz (21 e 22/10), Juazeiro do Norte (25 e 26/10) e Itapipoca (27 e 28/10). No total, serão aproximadamente 80 apresen…

Promovendo seu novo livro na Alemanha, o escritor dispara contra os deuses e desdenha a crítica

Imagem
Pelo visto, o best-seller americano Dan Brown está pronto para comprar mais uma briga com o Vaticano. Com seu livro mais famoso, "O Código Da Vinci", já havia provocado ao se valer, ficcionalmente, da teoria de que Jesus teria formado uma família com Maria Madalena. Antes, em "Anjos e Demônios", já questionava o conflito entre ciência e religião na sede da Igreja Católica. "Historicamente, nenhum deus sobreviveu à ciência. Com os avanços da tecnologia, a necessidade de um Deus exterior, que nos julga, vai desaparecer", disse o escritor em um encontro com jornalistas, na manhã desta quinta-feira (12), na Feira do Livro de Frankfurt. O romance Não é só a declaração - bem típica do autor - que traz a crítica. O novo livro de Brown, "Origem" (Sextante), que acaba de ser lançado no mundo todo também traz críticas a religião. Robert Langdon está de volta como protagonista. No novo romance, um amigo do personagem descobre a origem do homem - e promete …

Mais Visitadas

Reitoria da UECE apoia manifestações em defesa da educação brasileira e das universidades públicas

Maureen Bisilliat se reencontra com o seu sertão e o de Euclides da Cunha na Flip

Paraty e Ilha Grande vão se tornar patrimônio da humanidade

Morre atriz Doris Day, a namoradinha da América

VIVENDO E APRENDENDO