Postagens

Mostrando postagens de Julho 30, 2016

Reflexão social

Imagem
Gonzaga Mota*
A questão social poderia ser analisada sob dois aspectos complementares. Na forma tradicional, caracterizada pela realização de investimentos e dispêndios nas atividades sociais básicas (educação, saúde, habitação, alimentação, etc), e na forma comportamental, representada por manifestações de caráter coletivo ou individual, tendo por orientação princípios filosóficos, religiosos, éticos, dentre outros. Acreditamos, inclusive, que os investimentos e gastos sociais só evidenciarão eficácia permanente e estratégica desde que ocorram modificações no comportamento dos governos (aspecto coletivo) e das pessoas (aspecto individual). É fundamental estimular o debate e tentar mostrar a importância do capital social comportamental .Ademais, não só por palavras, mas também mediante atitudes simbólicas podemos externar bom comportamento. Não basta apenas realizar investimentos ou gastos na área social, mas precisamos de paz, justiça e liberdade, do ponto de vista coletivo, bem como…

CINEMA: 'O Bom Gigante Amigo' apresenta um produto mal resolvido

Imagem
Por Alysson Oliveira No cinema de Steven Spielberg, o alienígena sempre teve uma função importante: a de materializar as contradições e ansiedades, sendo ou não de outro planeta, como o personagem-título de “E.T.”, que quer voltar para casa. É, na verdade, toda uma série dessas figuras “deslocadas”: o soldado Ryan, cujo salvamento resulta na morte de vários colegas; o protagonista de “A. I. – Inteligência Artificial”, que sonha em ser humano; ou o presidente Lincoln, em sua luta pela abolição da escravatura. Em “O Bom Gigante Amigo”, o diretor apresenta não apenas um, mas dois desses personagens: o BGA (Mark Rylance) e Sophie (Ruby Barnhill). Trabalhando com um roteiro de Melissa Mathison (a mesma escritora de “E.T”, e que morreu em novembro de 2015), a partir do livro de Roald Dahl, Spielberg parece ter feito um filme exatamente como ele queria – o que não é bem um elogio, neste caso. Em outras palavras, não parece um filme para criança, com seu ritmo irregular, narrativa enfadonha, l…

Comer peixes gordurosos prolonga vida

Imagem
Os ácidos graxos ômega 3 são essenciais para o bom funcionamento do cérebro.

(Arquivo) Peixes são expostos em um mercado, em Sydney, no dia 23 de dezembro de 2014 Pessoas com câncer de intestino podem aumentar suas chances de sobrevivência com a ingestão de uma grande quantidade de ácidos graxos ômega 3, encontrados em peixes gordurosos como o atum e o salmão, de acordo com um estudo publicado na revista médica britânica Gut. A análise de dados de mais de 170.000 pessoas nos Estados Unidos revelou que, entre as 1.659 que desenvolveram câncer de intestino, havia uma forte correlação entre uma maior ingestão de ômega 3 e um menor risco de morte, segundo o estudo. "Em comparação com os pacientes que consumiram menos de 0,1 gramas de ácidos graxos ômega 3 por dia, aqueles que consumiram pelo menos 0,3 gramas diárias após o diagnóstico tiveram um risco 41% menor de morrer pela sua doença", disse um comunicado sobre os resultados. "Se os resultados forem reproduzidos em outros…

Clube do Português: nas perguntas indiretas e retóricas, usa-se ‘por que’

Imagem
Pedro Valadares, jornalista especializado em revisão de texto e coordenador do Clube do Português, traz, em sua terceira coluna na Agência da Boa Notícia, super dicaa para o uso dos porquês.Foto: Reprodução / InternetTambém usamos ‘por que’ em questionamentos retóricos, que são aqueles utilizados estilisticamente Pedro Valadares, jornalista especializado em revisão de texto e coordenador do Clube do Português, traz, em sua terceira coluna na Agência da Boa Notícia, super dicas para o uso dos porquês. Bem, parece simples, mas a aplicação deles ainda é um dos grandes entraves na hora de escrever. Confere a coluna e fique afiado na Língua Portuguesa!
Coluna Já falei AQUI sobre o uso dos porquês. Contudo, não falei de dois casos específicos, que é o uso nas perguntas indiretas e nos questionamentos retóricos. Vamos lá!
Perguntas indiretas Por que (separado e sem acento) significa por qual motivo. ex: Gostaria de saber por que você não veio ontem. SUBSTITUINDO: Gostaria de saber por qual mo…

Mais Visitadas

Reitoria da UECE apoia manifestações em defesa da educação brasileira e das universidades públicas

Maureen Bisilliat se reencontra com o seu sertão e o de Euclides da Cunha na Flip

Paraty e Ilha Grande vão se tornar patrimônio da humanidade

Morre atriz Doris Day, a namoradinha da América

VIVENDO E APRENDENDO