Pular para o conteúdo principal

Postagens

Postagem em destaque

Solenidade de posse do Dr. Régis Frota, na Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza

A nova Diretoria da Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza - AMLEF, eleita no dia 30 de novembro de 2017, para o exercício de 2018-2019, tomou posse, nesta sexta-feira, dia 23 de fevereiro, às 19:30 horas, em solenidade no Palácio da Luz. O Presidente é o Acadêmico Dr. Régis Frota.














A nova Diretoria da AMLEF
NOMES:
Créditos: Pe. Geovane Saraiva (Diretor de Publicações e Comunicações)
Postagens recentes

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…

AMLEF está com perfil oficial no Instagram

A Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza (AMLEF) começou também a divulgar seus trabalhos na nova ferramenta do Instagram. Aproveita a oportunidade para convidar a todos (as) os (as) acadêmicos (as) desta arcádia a divulgar e compartilhar nosso perfil oficial: https://www.instagram.com/acad.amlef/

A providência divina

Padre Geovane Saraiva* Ó Senhor, nosso Deus, confiamos na vossa bondade, confiamos na vossa providência divina! Ela é sem limites, indulgente, clemente e radicalmente justa. Nós a percebemos compassiva, bondosa e afável, tanto nos sinais vivos de esperança quanto na sua terna misericórdia. Em Deus nada existe que não tenha um motivo ou seja por acaso, mas tudo entra na lógica do seu plano de amor e na sua divina providência.
Tudo a partir de um Deus lento em sentenciar a criatura humana, mas rico e apressado em oferecer seu perdão, que, na sua inesgotável sabedoria, perdura de geração em geração, indo de uma extremidade a outra da terra, governando-a com aquela suavidade e doçura, tão bem proclamada por Francisco de Assis.
Convençamo-nos, pois, de tal providência e de sua obra eterna, criadora e redentora, considerando-a, portanto, em todas as coisas de sua criação, de um Deus onipotente, que tudo pode e quer, como quer e quando quer, que, segundo o Livro Sagrado, assim se expressa: “…

Após receberem ameaças, Miriam Leitão e Sérgio Abranches são cortados de evento literário

"Tenho vergonha de dizer a Miriam Leitão que não tenho como garantir sua segurança", disse coordenador da Feira do Livro de Jaraguá do Sul Manifestações nas redes sociais levaram a direção da 13ª Feira do Livro do Jaraguá do Sul, em Santa Catarina, a anunciar o cancelamento do convite à jornalista Miriam Leitão e ao sociólogo Sérgio Abranches. O evento será realizado de 8 a 18 de agosto e tem como tema Literatura em Movimento. O corte aos escritores ocorreu após o lançamento de uma petição online de repúdio contra Miriam Leitão por "seu viés ideológico e posicionamento". O abaixo-assinado online contava com 3.035 assinaturas até o início da tarde desta terça-feira (16). A direção da Feira do Livro emitiu uma nota em que afirma que "nunca, em toda sua história, a festa da literatura foi atacada pela escolha de seus convidados", e que a decisão de cancelar a vinda dos jornalistas não foi unânime. Organização recebe mensagens de ameaça Os organizadores afir…

A saga da literatura

Em “O mundo da escrita”, o historiador Martin Puchner demonstra que a civilização avançou por causa da união das grandes narrativas com as invençõesLuís Antônio Giron Nos últimos 4 mil anos, da epopeia suméria “Gilgamesh”, escrita em tabletes de argila, à série juvenil “Harry Potter”, disponível em tablets e outras plataformas digitais, a literatura passou por mudanças à medida que incorporou as invenções. O professor de Literatura Comparada da Universidade Harvard Martin Puchner apresenta uma abordagem inovadora para o tema no livro “O mundo da escrita – como a literatura transformou a civilização” (Companhia das Letras). A literatura para ele não somente refletiu os fatos, como foi essencial para alterá-los. Os 16 capítulos de sua obra compõem uma história da literatura ao avesso dos argumentos habituais. “Foi apenas quando a narração cruzou com a escrita que a literatura nasceu”, diz Puchner. O alfabeto, papiro, o papel, o livro, impressão e o hipertexto via internet potencializaram…

O Brasil é viável

Por Gonzaga Mota - Professor aposentado da UFC
A exclusão econômica e social é mais do que uma característica inaceitável da sociedade brasileira. Trata-se de um problema que poderá ameaçar a própria estabilidade da nossa democracia. Afinal, como podemos legitimar um sistema cujos frutos não podem ser compartilhados pela maioria de seus cidadãos? O País derrota a inflação, há potencialidades de crescimento, mas a renda per capita continua muito baixa. Enquanto o emprego formal permanece em patamares deploráveis, aumenta a informalidade. Temos uma carga tributária altíssima, mas o que é arrecadado não retorna em favor do cidadão comum no que diz respeito aos serviços públicos que lhe são prestados. A concentração de renda perdura como um dos mais marcantes traços da sociedade brasileira atual. As taxas de juros elevadas inviabilizam os investimentos produtivos. Cremos que a crise brasileira encampa os diversos setores, atingindo agudamente a economia, a política, a segurança, a saúde, …

Diário Oficial publica lei que inclui autismo nos censos do IBGE

Diário Oficial da União publica em sua edição desta sexta-feira (19) a Lei nº 13.861/2019, sancionada nessa quinta-feira (18) pelo presidente da República, Jair Bolsonaro. Ela trata da inclusão de informações específicas sobre pessoas com autismo, nos censos demográficos realizados a partir deste ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). "Atendendo à necessidade da comunidade autista no Brasil e reconhecendo a importância do tema, sancionamos hoje a Lei 13.861/2019 que inclui dados específicos sobre autismo no Censo do IBGE. Uma boa tarde a todos!", escreveu o presidente da República, em sua conta no Twitter. A lei sancionada pelo presidente altera a Lei nº 7.853, de 24 de outubro de 1989, para incluir as especificidades inerentes ao transtorno do espectro autista nos censos demográficos. Atualmente, não existem dados oficiais sobre as pessoas com transtorno do espectro autista (TEA) no Brasil. A expectativa inicial era que presidente vetasse o text…