Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 15, 2021

O absoluto em Charles de Foucauld

Padre Geovane Saraiva* Neste início de 2021, procurei dar um mergulho em Deus, por ocasião do nosso retiro, o qual poderia ter sido bem melhor, se não fosse minhas limitações, a partir do bem-aventurado Charles de Foucauld. Fomos desafiados a beber, nos dias 5, 6 e 7, da inesgotável fonte de água da Galileia, precisamente aquela imprescindível água cristalina de Nazaré, onde encontra-se a vida oculta do Filho de Deus, envolvendo-nos todos nós no ministério. Com a consciência de que a espiritualidade de Nazaré é a do silêncio, do abandono e do mergulho em Deus. É a espiritualidade da transfiguração de quem quer descer, de verdade, do Monte Tabor, depois do batismo nas águas santificadas do Jordão, sendo conduzido, em seguida, ao deserto. É o ser humano que se encontra consigo mesmo, num passeio profundo pela montanha do seu próprio coração. Ele jamais pode perder de vista o mistério de Nazaré. O livro Francisco de Assis e Charles de Foucauld, do bispo franciscano Dom Beto Breis, muito t