Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 23, 2019

CONSCIÊNCIA NEGRA

No último dia 20 de novembro, foi comemorado em todo o país, o Dia da Consciência Negra, criado por meio da Lei 12.519/2011. A data se reporta ao dia em que faleceu Zumbi dos Palmares, um dos maiores líderes da resistência contra a escravidão dos negros. O Dia da Consciência Negra possui um grande valor simbólico. É um modo de despertar a sociedade brasileira para a importância do negro em nossa História e, mais que isso, de estimular a tolerância e de eliminar o preconceito. Porque o preconceito impera em relação aos negros. Só sabe quem é. Só sente quem sofre na pele. Às vezes, um preconceito velado; noutras, escancarado.  O preconceito contra o negro é realmente curioso. Aliás, no Brasil, soa como algo ridículo e hipócrita, afinal, em um país mestiço como o nosso, resultado de uma mistura de raças: o branco português, o índio e o negro, falar de pureza racial parece surreal.  O fato é que, em pleno século XXI, os negros são xingados e agredidos nas escolas,

Liberdade em Cristo Rei

Padre Geovane Saraiva* Jesus Cristo, além de rei, é profeta e pastor de todos os povos, carregando consigo as marcas do primado soberano e absoluto, legado recebido de Deus Pai. Apresenta-se diante do próprio Deus e diante dos homens, na criação e na redenção, sendo a imagem do Deus invisível, ao revelar o Pai. "Quem me vê, vê o Pai" (Jo 14, 9). O nosso Rei está no meio de nós, alimentando-nos e chamando-nos a segui-lo, mas na alegria de reconhecê-lo na busca de uma vida de coerência. Não temos uma balança para medir a grandeza do Cristo Rei, mas, se a tivéssemos, mesmo assim, por ser excelso mistério, seria impossível pesar tal grandeza. Pensemos no reino de Jesus de Nazaré, que, precisamente, é o inverso dos reinos daqui da terra, vendo ao redor do seu trono só humilhações, provações, desacatos e insultos. Ele é, no pensamento e no amor infinito do Pai, a dignidade de todas as criaturas, convocando-as à verdadeira existência por meio de sua palavra eterna. Cri