Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 28, 2018

Crimes perfeitos?

Gonzaga Mota* Não existe crime perfeito, bem como ninguém, a não ser em legítima defesa, pode tirar a vida de uma pessoa. A vida é um dom de Deus, e somente Ele sabe o momento de extinguí-la. Por sua vez, examinando-se casos concretos, vivenciamos, atualmente no Brasil, um clima de significativa insegurança. Milhares de brasileiros e brasileiras são assassinados por ano de forma cruel e covarde. O pior é que a maioria desses crimes, apesar do esforço de alguns, não são sequer investigados e esclarecidos. As causas são várias: roubo, passional, vingança, drogas, bebidas alcoólicas, etc. Ademais, existe uma forma de infração extremamente lamentável numa sociedade dita democrática. É o crime de natureza política. Aconteceram vários nos últimos anos no Brasil. Recentemente, duas atrocidades, com repercussão internacional, ocorreram. A sociedade brasileira deseja e tem o direito de saber as razões e os envolvidos no assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista Anderson, bem com…

Natércia Rocha lança livro sobre Juarez Barroso

Por Eduardo Pontin - Especial para o Caderno 3 Juarez Barroso, cujos trabalhos presentes no livro organizado por Natercia Rocha mostram-se autênticos manifestos O tão sonhado livro sobre samba e choro que o escritor cearense Juarez Barroso não escreveu, mas foi construindo ao longo de sua atuação na imprensa carioca, finalmente ganha forma e é publicado, pouco mais de 40 anos após a sua morte. Reunindo 30 textos sobre música popular brasileira, escritos entre 1960-1976 para periódicos do Rio de Janeiro, "Juarez Barroso: O Poeta da Crônica-Canção" chega às livrarias com a mesma originalidade e pujança de quando os seus textos foram feitos. Em Fortaleza, a obra está disponível na Livraria Lamarca (Benfica). Conhecido por seu premiado livro de contos "Mundinha Panchico e o Resto do Pessoal" (1969), Barroso também foi um apaixonado pesquisador de nossa música popular, porém nunca chegou a publicar em vida uma obra sobre o assunto. No presente livro, organizado pela jorn…

Escola Superior de Advocacia do Ceará lança livro hoje na Capital

Os advogados autores de "O Ordenamento Jurídico e a Dinâmica do Tecido Social no Estado de Direito" trazem uma visão jurídica dos problemas contemporâneos A Escola Superior de Advocacia do Ceará (ESA/CE) lança, nesta sexta-feira (28), o livro "O Ordenamento Jurídico e a Dinâmica do Tecido Social no Estado de Direito". O lançamento ocorre no auditório da nova sede da instituição, no bairro Edson Queiroz, marcando a estreia do selo da Editora da Escola, bem como uma ação de comemoração pelos 30 anos da fundação, idade compartilhada com a Constituição da República Federativa do Brasil. Os organizadores da obra são os advogados Marcell Feitosa, também diretor executivo da ESA/CE, Ricardo Bacelar e Vanilo Cunha de Carvalho Filho. O livro é composto por 11 artigos. "São visões da jovem advocacia sobre problemas jurídicos contemporâneos. Essa publicação dá voz a advogados recém-formados, que têm novas perspectivas para o mercado de trabalho", diz Ricardo Bacelar…

MEC pede alteração do início do horário de verão por conta do Enem

A avaliação do MEC é que a alteração no horário poderia gerar confusão. As datas das provas do Enem foram divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC) em 18 de janeiro deste ano para os dias 4 e 11 de novembro. (Reprodução)
O Ministério da Educação (MEC) solicitou ao presidente Michel Temer o adiamento do início do horário de verão em razão das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O horário de verão está previsto para iniciar no dia 4 de novembro, data marcada para a realização do primeiro domingo de provas do exame.
Com o início do horário de verão, os relógios em dez estados e no Distrito Federal devem ser adiantados em uma hora. A avaliação do MEC é que a alteração no horário poderia gerar confusão, fazendo com que candidatos possam perder o exame por conta da alteração no horário.
As datas das provas do Enem foram divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC) em 18 de janeiro deste ano para os dias 4 e 11 de novembro. No dia 4, serão aplicadas as questões de linguagem, …

Mãe de 10 filhos consegue qualificação máxima em tese de doutorado

"A maternidade não é um impedimento para que qualquer mulher possa encontrar campos abertos", disse a nova doutora Guadalupe Pérez tem 58 anos, é professora no Colégio San José de Calasanz, mãe de dez filhos e obteve o doutorado em História na Universidade de Valência. Na tese, obteve com “Cum laude” a maior qualificação possível. Segundo a Arquidiocese de Valencia, Pérez decidiu começar o doutorado em História quando o seu filho mais novo tinha quatro anos. Ao semanário ‘Paraula’, da Arquidiocese de Valência, ela disse: “ter uma família numerosa de dez filhos não é um conto de fadas nem um paraíso, mas com a fé, e com a liberdade que isso oferece, meu esposo e eu decidimos assumir o desenho da família que Deus pensou para nós”. Nesse sentido, Pérez assegura que “as dificuldades que as mulheres vivem atualmente não vêm tanto do fato de ser mulher, mas de ser mãe”. “É incontestável que quando estamos educando os filhos, o trabalho se torna mais complicado, mas ”, assegurou. …

Alunos da rede pública receberão livros literários a partir de 2019

Estudantes da rede pública receberão livros de literatura em 2019, além do material didático, de acordo com o novo formato do Programa Nacional do Livro e do Material Didático Literário (PNLD). A escolha das obras pelas escolas credenciadas teve início no último dia 25 e irá até o dia 8 de outubro. De acordo com o Ministério da Educação, a escolha será feita pelas escolas, a partir de uma lista, e levará em conta a opinião dos professores e diretores de escola. No catálogo para o ensino médio, estão livros como a biografia da paquistanesa Malala - a mais jovem a receber um Prêmio Nobel da Paz; o clássico de ficção Admirável Mundo Novo, de Aldous Juxley; e poemas de Cecília Meireles. Até este ano, o programa destinava as obras literárias apenas para as bibliotecas e para serem usadas em salas de aula. A previsão é que os estudantes recebam os dois livros literários. Alunos de escolas públicas vão receber dois livros literários em 2019 - Arquivo/Valter Campanato/Agência Brasil
Para a a…