Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 24, 2020

Data Magna do Ceará: primeira província a libertar escravizados manteve exploração mesmo após abolição, aponta historiadora

O POVO conversou com historiadoras a fim de entender o processo de abolição no Ceará. Estado foi a primeira província a libertar seus escravizados e até passou a ser chamado de "Terra da Luz". Essa abolição, no entanto, foi feita por quem e para quem? “Você pode contar nos dedos de uma mão só quais são as pessoas de cor nesse quadro”, aponta Sílvia Maria Vieira, professora de história da rede de ensino estadual e mestre em Educação Brasileira pela Universidade Federal do Ceará (UFC). A crítica da professora diz respeito ao processo de abolição no Estado que, segundo ela, foi majoritariamente encabeçado pela elite branca cearense. No dia 25 de março de 1884, o Ceará se tornava a primeira província do Brasil a assinar a abolição. Para Sílvia, no entanto, esse é um processo inacabado, forjado. Apesar de achar o feriado importante, entende que ainda não há uma cultura de discussão sobre o que o dia realmente significa. “Não tem essa cultura dentro das escolas, poucas pessoas co…

Reinauguração da Nova Biblioteca Estadual do Ceará é adiada devido ao coronavírus

Devido a decreto que determina fechamento de estabelecimentos não essenciais, a Nova Biblioteca segue paralisada. Nova data de inauguração deve ser determinada pelo governador A Nova Biblioteca Estadual do Ceará, antiga Biblioteca Pública Governador Menezes Pimentel, estava programada para ser reinaugurada nesta quarta, 25, após mais de seis anos fechada para reformas. Entretanto, devido ao decreto do governador Camilo Santana, que determinou o fechamento de todos os estabelecimentos do Estado não definidos como essenciais, a data irá mudar. Ainda sem previsão de reinauguração, a montagem da Nova Biblioteca não estava totalmente finalizada. Segundo o secretário da Cultura do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, disse ao O POVO em entrevista, com a determinação, a gestão teve de interromper os serviços e dispensar as cerca de 100 pessoas que estavam trabalhando no local. “Uma nova data será definida pelo governador passado esse tempo de recolhimento. O foco do Estado é outro. Todas as out…

MP abre brecha para que funcionário infectado no trabalho seja demitido

Além de acabar com estabilidade do trabalhador, medida provisória do governo pode incentivar que empresas não dispensem seus funcionários para o home office. Em caso de funcionário que contrai vírus no escritório e morre, mudança dificulta pagamento de indenização por parte da empresa 24 de março de 2020, 14:41 h Atualizado em 24 de março de 2020, 14:41 (Foto: USP Imagem | Gustavo Raniere/Ministério da Economia)
Agência Repórter Brasil - “Me sinto um criminoso, de sair na rua, pegar metrô, de ser um vetor. Já pensou se eu transmito o vírus pra minha mãe?”. João (nome fictício) é economista e, portanto, poderia trabalhar de casa, mas está sendo obrigado pela empresa a ir ao escritório. Além do medo de pegar a covid-19 e de ser obrigado a infringir as recomendações de saúde de ficar em casa, ele não sabe que, se contrair o vírus no trabalho, pode ser demitido assim que voltar da licença médica. Foi justamente este um dos precedentes permitidos pela medida provisória (MP) 927/2020, publ…

Imbecilidade: Presidente da Fundação Palmares diz que isolamento por causa do Coronavírus

O Presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Camargo, que é negro de direita e antivitimista, afirmou que é contra o confinamento das pessoas por causa da pandemia.

“O isolamento, exceto para os que são do grupo de risco, precisa ser imediatamente suspenso. É a maior imbecilidade da história da humanidade!” Disse ele.

Confira:
Sérgio Camargo@sergiodireita1 Confinaram 99% da população em casa para vencer um vírus que mata em torno de 1% dos infectados. O isolamento, exceto para os que são do grupo de risco, precisa ser imediatamente suspenso. É a maior imbecilidade da história da humanidade! Ao trabalho, brasileiros! https://twitter.com/jairbolsonaro/status/1242261759878201344 … Jair M. Bolsonaro @jairbolsonaro

Filhos da luz

Padre Geovane Saraiva*
Nestes tempos de coronavírus, Deus não cessa de enviar mensageiros, que, inflamados pelo Espírito Santo, iluminam nossa escuridão. Nele encontramos força e ânimo, quando se buscam ações luminosas, e, confiantes no seu constante poder, como peregrinos, já antevemos seus sinais restauradores, fazendo “novas todas as coisas”. Aproveitemos, pois, do que Deus nos concede, hoje, quebrando nossa solidão, ao nos aproximar dos irmãos e irmãs, na dor e na angústia do isolamento, com mensagens de esperança, através da ferramenta das redes sociais.

Em consequência da cegueira, indiferença e pouca sensibilidade dos atuais fariseus e mestres da lei, como ensinou o Evangelho do cego de Siloé, Jesus não é escutado. Num espírito mundano, fútil, raivoso ou truculento, eles abraçaram uma proposta larga, no convite de caminhar na lógica cega e demoníaca da serpente, a ponto de substituir autênticos pregadores e profetas por anunciadores falsos ou deletérios demônios.
Fica patente a c…

Televisão e quarentena

Embora o jornalismo cresça e Globo tente ser líder, o que une o Brasil, além de fora Danil, são as panelas Ljubomir Stanisic apresenta a (possível) melhor versão de 'Pesadelo na cozinha' (TVI)
Alexis Parrot*
A pandemia do coronavírus chegou para mudar nossas vidas de maneira irremediável. Presos em casa na tentativa de evitar o contágio, tanto a TV por assinatura quanto a aberta (embora recheadas de reprises que tendem a crescer em progressão geométrica) voltam a um pódio que já parecia perdido para as plataformas de streaming e redes sociais.
Enquanto durarem quarentenas e isolamentos, a televisão será companheira fiel de todas as famílias e indivíduos em busca de entretenimento e ferramenta essencial para driblar o tédio e a solidão.
Em decisão acertada, a produção de novelas, séries e minisséries foi suspensa sem prazo de retorno e apenas o jornalismo segue firme e até ampliado, em alguns casos. Neste momento de pânico, a informação é seguramente o melhor remédio e o telejor…