Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 10, 2015

LEVEZA E SENSIBILIDADE

Lu Couto* Flores... tenras, miúdas, frágeis... Mas que trazem beleza incomensurável aos olhos de quem as percebe, quem tem a sensibilidade de ver suas nuances de leveza e delicadeza. Ah, as flores... Perfeição de forma e cores Imponente, linda. Arranjo perfeito. Renovação. Viço! Mostra beleza, vigor, mas nos leva a momento de reflexão e imensa ternura Obra de arte... Capricho da mãe natureza  Não importa onde, se em terreno árido ou sobre pedras... como as vezes no coração...     Que bonitinha! Linda!! Cores, formatos (de coração?), e as pequenas e singelas flores branquinhas, a ornamentar qual grinalda. Obrigada, Mãe Natureza! Obrigada! *Jornalista, escritora, poetisa e colunista.

DAS PEQUENAS COISAS...

Lu Couto * Ando sempre por aí... E por onde passo, Onde quer que eu vá... Estou sempre a observar As belezas da vida! E nas singelas e pequenas coisas, Percebo delicadezas... Amor e Ternura, Em cada obra do criador! O meu olhar esperto e atento, Só enxerga coisas boas... Vejo beleza em tudo Na vida! Sei que por onde andar... Cada desatenção minha, Posso perder a oportunidade De vislumbrar coisas importantes E belas Posso sempre andar por aí... E não é de bom alvitre, Ter um caminhar Impaciente! Por onde eu passar, Preciso ofertar o meu sorriso... O meu perdão... E o meu amor! Por onde quer que eu vá, Não posso carregar Ressentimentos... Angústias... E Falta de amor. Ressentimentos Revelam fraquezas E falta de amor próprio... Isso nos autodestrói! Aprendi na vida, Que cada palavra áspera dirigida... É a mim que fere! Preciso semear a paz... O bem querer... Na vida, Pequenos deta