Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 7, 2017

Alunos da 23ª turma de licenciatura em teatro do IFCE estudam a exclusão social

Estão nos mais diferentes espaços. Ocupam ruas, calçadas, avenidas e ambientes de trabalho. Outro dilema recai sobre compreender ou identificar estes seres em meio à rotina do dia a dia. Tal expediente configura-se um exercício hercúleo e o resultado, por vezes, é devastador para alguém minimamente dotado de empatia. O texto, vale determinar, recai sobre uma maioria dentro da sociedade brasileira. Refere-se àquela parcela onde estão alojados, por exemplo, do catador de papelão ao lixeiro; do pedinte ao figura que lustra seus sapatos. São estes seres invisíveis marginalizados, o ponto de intercessão para o espetáculo "S/N - Sem Número". A peça integra a agenda de abril do Teatro Sesc Iracema e ocupa o equipamento hoje (7), sábados (8 e 22) e domingos (9 e 23). A iniciativa surgiu como trabalho de conclusão da 23ª turma do curso de licenciatura em Teatro do Instituto Federal do Ceará (IFCE), e representa o esforço em conjunto dos atores George Hudson, Jorge Lopes e Taciana Mo

Professora paraibana consolida trinta e cinco anos de incentivo à formação musical de cantores cearenses

Já se vão mais de três décadas desde que Maninha Motta deu início a uma trajetória profissional que contribuiria para a formação musical de inúmeros cantores cearenses. Com a Escola de Canto que leva seu nome e tem como lema "descobrir e revelar talentos", ela já acompanhou o desenvolvimento de Gustavo Serpa, Paulo José, Joyce Malkomes, Majorie Gutierres, Helder Savir, Gabriela Santana, Giovana Bezerra, Débora Cidrack e Naira Costa, apenas para citar alguns exemplos. As duas últimas, aliás, conquistaram um público massivo ao participar do programa The Voice Brasil. O investimento que Maninha fez na própria carreira é uma das coisas que influencia quem se agrega ao projeto que ela coordena em Fortaleza. Afinal, o som desta paraibana passou as cidades de Recife, Bahia, Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba, e mesmo outros países, como Espanha, Roma, Alemanha e EUA. Por cada lugar desses em que passou, esteve aprimorando suas técnicas musicais. Hoje, a professora divide

Alfabetização deve se dar até os 7 anos

Brasília . A terceira versão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define que ao final do 1º ano, ou seja, aos 7 anos, as crianças já saibam ler e escrever. O documento que define o que os alunos devem aprender em cada ano e etapa, da educação infantil ao 9º ano do ensino fundamental, foi apresentado ontem pelo Ministério da Educação (MEC). O documento segue para análise final do Conselho Nacional de Educação (CNE). A terceira versão da BNCC define que, ao final do 1º ano do fundamental, os alunos devem conseguir escrever "espontaneamente ou por ditado" palavras e frases "de forma alfabética", além de escrever corretamente o próprio nome, o dos pais, o endereço completo e ler palavras e pequenos textos. Atualmente, o País define que as crianças devem ser alfabetizadas até os 8 anos, ou seja, ao final do 2º ano - como define o Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa (PNAIC). O Plano Nacional de Educação (PNE) definiu como meta que até o 3º ano todas as

Cuidado com o falso cupom que circula pelo WhatsApp 

Aproveitando a proximidade da  Páscoa ,  hackers  desenvolveram campanha falsa que promete um ovo de Páscoa grátis nas lojas  Kopenhagen . De acordo com a  PSafe , empresa brasileira de segurança e performance mobile, o golpe está sendo disseminado via aplicativos de mensagem, como o  WhatsApp , e já afetou mais de 300 mil brasileiros apenas nas últimas 24 horas. Segundo especialistas da companhia, a falsa campanha funciona de modo similar ao golpe, também alertado pela PSafe esta semana, que promete um cupom no valor de R$500 nas lojas O Boticário:  o usuário recebe, via mensagens de contatos conhecidos ou de algum grupo do WhatsApp, um convite para participar da promoção. Ao clicar no link do falso voucher, a vítima é direcionada para uma página na qual deve responder a três perguntas relacionadas à marca, como, por exemplo, “você fez compras na Kopenhagen no ano passado?”. Após respondê-las, é incentivada a compartilhar o link do cupom com dez amigos ou grupos via WhatsApp para, a

Cuidado com o falso cupom que circula pelo WhatsApp 

Aproveitando a proximidade da  Páscoa ,  hackers  desenvolveram campanha falsa que promete um ovo de Páscoa grátis nas lojas  Kopenhagen . De acordo com a  PSafe , empresa brasileira de segurança e performance mobile, o golpe está sendo disseminado via aplicativos de mensagem, como o  WhatsApp , e já afetou mais de 300 mil brasileiros apenas nas últimas 24 horas. Segundo especialistas da companhia, a falsa campanha funciona de modo similar ao golpe, também alertado pela PSafe esta semana, que promete um cupom no valor de R$500 nas lojas O Boticário:  o usuário recebe, via mensagens de contatos conhecidos ou de algum grupo do WhatsApp, um convite para participar da promoção. Ao clicar no link do falso voucher, a vítima é direcionada para uma página na qual deve responder a três perguntas relacionadas à marca, como, por exemplo, “você fez compras na Kopenhagen no ano passado?”. Após respondê-las, é incentivada a compartilhar o link do cupom com dez amigos ou grupos via WhatsApp para, a

Repulsa ao Sexo, nova mostra permanente do Cine Humberto Mauro

A Fundação Clóvis Salgado, por meio do Cine Humberto Mauro, dá início a mais uma mostra permanente de cinema, a Sessão Cinema e Psicanálise, resultado de uma parceria com a Escola Brasileira de Psicanálise. Em sua primeira sessão, será exibido Repulsa ao Sexo, do celebrado diretor Roman Polanski. O filme é um terror psicológico que conta a história de Carol, personagem vivida pela atriz Catherine Deneuve, uma jovem manicure londrina que, ao ficar sozinha no apartamento que divide com a irmã, passa a desenvolver um quadro de depressão e de alucinações. Essa foi a primeira obra de Polanski rodada em língua inglesa, produzida no Reino Unido, em 1965. Além disso, é o primeiro título de uma sequência que ficou conhecida como “trilogia do apartamento”. Repulsa ao Sexo é tido como um dos melhores filmes que abordam a temática da esquizofrenia feminina. A personagem Carol aos poucos revela um estado de desligamento completo do mundo ao seu redor, culminando em uma repressão sexual que leva a

Estudo associa sono e envelhecimento

Não é difícil observar que as pessoas, à medida que se tornam mais velhas, dormem menos e acordam cada vez mais durante a noite. Para entender as causas desse fenômeno, um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos analisou uma série de estudos científicos e concluiu que, ao envelhecer, se perde gradualmente a capacidade de ter um sono profundo e restaurador - o que provoca consequências físicas e mentais negativas, acelerando o próprio envelhecimento. Ter dificuldade para pegar no sono e acordar diversas vezes à noite fazem parte da rotina da aposentada Edith Avellar, de 82 anos. "Já vou dormir tarde, mas, mesmo assim, fico virando na cama e demoro para dormir. Quando durmo, o sono acaba ficando picado. Qualquer barulho já me acorda. Quando era mais jovem, parece que era mais fácil ter um sono mais profundo", comenta ela. A idosa diz que, com a má qualidade do sono, acaba ficando indisposta no dia seguinte. "Não consigo fazer o serviço de casa fico sonolenta, cansada,

Dia Mundial da Saúde: governo intensifica combate ao Aedes aegypti

No Dia Mundial da Saúde, celebrado hoje (7), o governo federal mobiliza os profissionais da saúde no combate ao mosquito  Aedes aegypti . As ações acontecem nas 41.688 Unidades Básicas de Saúde do país, com vistoria para identificar criadouros e orientações à população no combate ao mosquito transmissor da dengue, Zika e chikungunya. A medida faz parte da campanha Sexta-Feira Sem Mosquito, organizada pelo Ministério da Saúde, em parceria com os conselhos nacionais de Secretários de Saúde e de Secretários Municipais de Saúde. A meta é que a população reserve um dia na semana para combater os focos do mosquito, vistoriando casas, ambientes de trabalho e escolas. Segundo o ministério, medidas simples podem evitar a proliferação do mosquito, como fazer o descarte correto do lixo, tampar depósitos de água e limpar com buchas as laterais e bordas dos vasos de plantas. Para o ministro da Saúde, Ricardo Barros, a mobilização é questão de hábito. “Se cada cidadão fizer a sua parte, evitando