Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 19, 2018

Uma mulher presidirá a Academia Cearense de Letras

A escritora Ângela Gutierrez será a primeira mulher a presidir a Academia Cearense de Letras. Eleita por unanimidade, vai assumir, em janeiro próximo, o comando da entidade que, em sua área, é a mais antiga do País. 
Licenciada em Letras e mestre em educação pela Universidade Federal do Ceará, também é doutora em Letras (Licenciatura Comparada) e pós-doutora em Letras pela Universidade Federal de Minas Gerais, com o projeto 'O retrato de conselheiro: as múltiplas faces do Beato de Belo Monte'. Ocupa a cadeira nº 18 da Academia Cearense de Letras desde 1997.
Como escritora, iniciou a carreira com o livro O mundo de Flora, depois publicou Vargas Llosa e o romance possível da América Latina, Canção de menina, Avis Rara, Luzes de Paris e o Fogo de Canudos, Os sinos de encarnação e O silêncio da penteadeira. Também possui outras obras em parceria: Iracema, lenda do Ceará, com Sânzio Azevedo. Ela entrará no lugar de Ubiratan Aguiar. Uma conquista da mulher, bem tarde, que nos lembra, …

O retiro de Horácio e a arte de escrever cartas em Epístolas 1

Estado da Arte por Alexandre Pinheiro Hasegawa São Paulo, 08 de dezembro de 2018 Caríssimo Horácio, recebi há um bocado de tempo tuas epístolas e só agora tenho a oportunidade de te responder. Já era hora! De início, não sabia se eram para Mecenas, para Máximo, para mim ou para todos nós. Só ao fim, quando te diriges ao livro de epístolas – mas que ideia, poeta! –, me dei conta de que era mais um jogo teu, embora logo no começo tenhas dito ter abandonado os divertimentos! És um brincalhão! Dizes deixar de escrever versos fazendo hexâmetros datílicos; em seguida, dizes que a matéria filosófica em Homero é mais clara e melhor do que em certos filósofos! Ah, meu caro, como disse outro célebre autor de epístolas, se pudesse acontecer, preferiria mostrar o que sinto a falar! Aí vão as minhas letras sobre as tuas, que nos trazem os verdadeiros vestígios do amigo ausente. A carta é, como sabes, uma imagem da alma e um presente. Vale! Ex imo corde Alexandre
P.S.: Entre os passos mais debatidos das…

Destroços do Titanic poderão ser visitados por turistas em 2019

Por Estadão Conteúdo O passeio deve custar cerca de R$ 400 mil, valor de uma passagem de primeira classe do Titanic em sua viagem inaugural, ajustado pela inflação após mais de cem anos.
Turistas poderão visitar o que restou do Titanic no fundo do mar a partir de 2019, anunciou uma empresa americana.
A OceanGate construiu um submarino especialmente para as missões, abertas a qualquer pessoa com ao menos 18 anos, preparo físico básico e disposição para gastar mais de R$ 400 mil pela viagem -o preço é de US$ 105.129, valor de uma passagem de primeira classe do Titanic em sua viagem inaugural, ajustado pela inflação após mais de cem anos. Descoberto em 1985, o navio está a 3.800 metros de profundidade e tem sido acessado especialmente por veículos não tripulados desde então. A OceanGate usará um submarino tripulado batizado de Titan, cujos testes foram feitos no mar das Bahamas. Com um visor de 53 centímetros de diâmetro, o equipamento terá capacidade para cinco pessoas (um piloto, um e…

Mistério da Taça Jules Rimet inspira livros e filmes

Símbolo ufanista no Brasil, o objeto sobreviveu ao nazismo, foi salva por um cão inglês e terminou derretida por um argentino Por Antonio Laudenir,
Dois anos antes da primeira Copa do Mundo, realizada em 1930 no Uruguai, os engravatados da Fifa decidiram criar uma taça como forma de recompensar o país vencedor pela conquista. Coube ao artesão Abel Lafleur (1875 - 1953) a tarefa de formatar a ideia dos mandatários. Esculpida em ouro, sob uma base de mármore, a peça alusiva a Nice, a deusa grega da vitória, foi batizada de Jules Rimet (1873-1956). O mérito explicava os esforços do cartola francês em prol da criação do certame mundial. Mais de meio século após ser ser esculpida, o objeto foi afanado da sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Na noite de 19 de dezembro de 1983, ladrões invadiram o prédio número 70, localizado na Rua da Alfândega, no Centro do Rio, subiram até o 9º andar e levaram, além da Jules Rimet, as Taças Jarrito de …

Filme cearense "Greta" é selecionado para a 69ª edição do Festival de Berlim

Em entrevista ao Verso, cineasta aracatiense Armando Praça comenta sobre a produção do longa Ontem (18) foi dia de celebração para o audiovisual cearense. "Greta", filme escrito e dirigido pelo cineasta aracatiense Armando Praça, foi anunciado como um dos selecionados para a mostra Panorama, seção paralela à competição principal do Festival de Berlim. Em sua 69ª edição, o evento, um dos mais importantes do cinema, continua a jogar luz sobre a produção nacional, com destaque para o que está sendo gestado no Nordeste. Prova disso é que, além da obra assinada por Armando - longa de estreia de sua carreira, conhecido por ser diretor de documentários e curtas, como "Parque de diversões" (2002), "O Amor do palhaço" (2006) e "A Mulher Biônica" (2008) - outro filme nordestino conseguiu garantir espaço no prestigiado festival. "Estou me Guardando para Quando o Carnaval Chegar", de Marcelo Gomes, é um documentário que reflete sobre o trabalho d…

Sesc exibe filmes da Mostra 2018 em sessões itinerantes pelo país

Os 34 filmes selecionados para a 2ª Mostra Sesc de Cinema 2018 já estão sendo exibidos em sessões itinerantes. A programação prevê a passagem das produções pelas representações do Serviço Social do Comércio (Sesc) nas 27 unidades da Federação, incluindo o Distrito Federal, nos próximos dois anos. Entre elas estão os vencedores da 2ª Mostra, anunciados no dia 9 de dezembro, no Sesc Tijuca, zona norte do Rio. Quem estiver interessado na programação é só acessar o site da instituição e procurar a unidade mais próxima. Para o analista de Cultura do Departamento Nacional do Sesc, Marco Aurélio Lopes Fialho, a mostra itinerante é importante para permitir a participação do público em todas as regiões do país. “A gente está dando a oportunidade para o público conhecer uma nova cinematografia e isso é um desafio constante para quem trabalha no setor de audiovisual”, disse ele. Alguns produtores destacaram a importância de seus filmes chegarem a lugares que não podiam imaginar. “O Sesc está at…