Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 30, 2019

Ioepa e Infraero levam a literatura paraense ao Aeroporto de Belém

A 7ª Edição da Campanha Livro Viajante já está no Aeroporto Internacional de Belém, em Val-de-Cans, com a distribuição de mais de 1.500 livros, dos mais variados gêneros, que estarão à disposição dos passageiros nas salas de embarque até o próximo dia 5 de novembro. A ação da Infraero (Empresa de Infraestrutura Aeroportuária), em homenagem ao Dia Nacional do Livro – 29 de Outubro, visa estimular o hábito da leitura, e conta com a parceria da Imprensa Oficial do Estado do Pará (Ioepa), por meio do Projeto “Portal do Conhecimento”. A escritora Lorena Valente vai autografar seu primeiro livro, “Efemérides”Foto: DivulgaçãoNesta edição, a Imprensa Oficial optou por apresentar aos viajantes que passam pelo Aeroporto de Belém cerca de 120 livros, de quatro autores paraenses, que foram lançados com o selo da Ioepa na 23ª Feira Pan-Amazônica do Livro e das Multivozes, realizada de 24 de agosto a 1º de setembro.
“São livros produzidos pela Imprensa Oficial que foram destinados, também, para qu…

Belchior ganha estátua de bronze em Sobral

A obra levou seis meses para ficar pronta. O artista plástico responsável pela obra foi o mesmo que confeccionou a estátua de Albert Einstein instalada também em Sobral.
Uma estátua forjada em bronze e com peso de 204 quilos será inaugurada na noite desta terça-feira (29), em Sobral, como homenagem póstuma ao cantor e compositor sobralense Belchior. Se vivo fosse, o artista teria completado no último dia 26 de outubro, 73 anos.  O monumento, instalado em frente ao Theatro São João, vai ser inaugurado oficialmente durante a mostra “Para Belchior com Amor”. A solenidade contará com grupos da Escola de Música de Sobral, que apresentarão canções do artista, como “Apenas um rapaz latino-americano”. O artista plástico Murilo Sá Toledo, natural do Estado de São Paulo, foi o responsável pela confecção da estátua que levou seis meses para ficar pronta. “É um processo delicado e feita em várias etapas. Primeiro ela é feita na argila, depois moldada em silicone e gesso. Posteriormente, a peça é…

Livro relata censura sofrida por Dias Gomes em três tempos na Ditadura Militar

Autiora teve acesso a documentos valiosos e a um diário inédito escrito por Dias Gomes entre 1959 e 1962

A jornalista Laura Mattos explora a jornada da novela, que foi impedida de ser exibida em 1975 e teve de ser regravada dez anos mais tarde (Reprodução Globo) Há oito anos, Laura Mattos, repórter e colunista da Folha de S.Paulo, iniciou uma pesquisa sobre a obra de Dias Gomes (1922-1999), um dos maiores dramaturgos brasileiros, autor ainda de grandes telenovelas. Seu projeto inicial era o de fazer uma biografia. Em um mestrado na USP, porém, entre 2014 e 2016, o trabalho ganhou profundidade no momento em que Laura destacou três momentos da obra de Gomes que exemplificam a atuação de órgãos de censura ao longo de três décadas. O resultado é o bem construído Herói mutilado – Roque Santeiro e os bastidores da censura à TV na ditadura, livro que ela lançou essa semana, em SP. Trata-se da ferrenha perseguição sofrida por Dias Gomes graças à trajetória de seu personagem, um falso herói de …