Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 26, 2019

Conheça São Tomé das Letras, cidade de alma mística no interior de MG

As construções dão um ar medieval à pequena cidade. Atmosfera mística está em todos cantos. Carla Suzanne São Tomé das Letras, MG
A repórter Carla Suzanne saiu de Aracaju e foi para São Tomé das Letras, no interior de Minas Gerais.
Lá, ela encontrou uma cidadezinha de alma mística, cercada por um vale onde se escondem lindas grutas e cachoeiras, como mostram as imagens no vídeo acima.

Veja fotos dos bastidores:
São Tomé das Letras (Foto: Arquivo Pessoal/Carla Suzanne)
São Tomé das Letras (Foto: Arquivo Pessoal/Carla Suzanne)

Filme cearense "Pacarrete" é eleito "Melhor Filme" e ganha 8 prêmios no Festival de Gramado

Por Antônio Laudenir*, 
O filme de Allan Deberton, diretor nascido em Russas, foi o grande vencedor do 47º Festival de Cinema de Gramado. Longa levou os principais prêmios da competição, como "Melhor filme", "Melhor diretor" e "Melhor atriz"
Na noite de sábado (24), foram anunciados os vencedores do 47º Festival de Cinema de Gramado. O audiovisual feito no Ceará está em festa pois "Pacarrete", do diretor cearense Allan Deberton, foi o grande vencedor desta edição. A obra rodada em Russas (165 km de Fortaleza) disputou com outras seis produções ao grande prêmio de um dos maiores eventos da sétima arte brasileira. Ganhou um total de oito prêmios (dos 15 distribuídos para a categoria "Longas-metragens Brasileiros"), incluindo os principais da competição como "Melhor Filme", "Melhor Direção" (Allan Deberton) e "Melhor Atriz" (Marcélia Cartaxo). Completa a lista gloriosa…

Bienal Internacional do Livro do Ceará recebeu mais de 450 mil visitantes

O evento, realizado de 16 a 25 de agosto, recebeu mais de 450 mil visitantes. Foram R$ 9,6 milhões em movimentação e vendas e 526 mil livros vendidos
Nos últimos dez dias, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, promovida no Centro de Eventos do Ceará, proporcionou leituras e vivências plurais. Caminhos de letras que contemplaram a diversidade cultural, étnica, territorial, de gênero. Com o tema "As Cidades e os Livros", o evento recebeu mais de 450 mil visitantes. Dos quais, 40.400 alunos de 809 escolas públicas e privadas do Estado. Diversidade será, inclusive, tema da próxima edição, a ser realiza em 2021. Saraus, periferias, juventudes, clubes literários, cultura indígena, cultura afro-brasileira, literatura oral, lançamentos e apresentações se movimentaram em meio aos 90 mil títulos disponíveis. Conforme Ana Miranda, curadora da Bienal, uma das belezas do evento é, também, a participação dos grupos escolares. "Pegamos esse tema com toda a diversidade. A cida…

O imperador no aquário

Hirohito amava o fundo do mar, onde os peixes são cegos e os caramujos morrem de timidez. Paulo Leminski escreveu o conto "O imperador no aquário" em homenagem a Caetano Veloso.
Por Paulo Leminski*

Hirohito, Imperador do Japão, ama os peixes e os seres do fundo do mar. Tem em seu palácio aquilo que é talvez o maior aquário do mundo. Nele, centenas de enormes caixas de vidro encerram o peixes de água doce, as joias coruscantes dos sete mares, as singularidades do Amazonas, os siris, os caranguejos, as lulas, os polvos e as lâminas das piranhas e dos tubarões. Na primavera passada, depois de longa espera, a televisão japonesa conseguiu uma entrevista com o Imperador. Perguntaram: - Qual a diferença entre um tubarão e um cação? O Imperador olhou para o infinito, que é para onde um Imperador deve olhar, e respondeu: - Tubarão é quando ele come a gente. Cação é quando a gente come ele. O Japão inteiro levou um ano todo pensando na frase do Imperador, onde se sintetizava toda a sab…

Exposição apresenta panorama de 70 anos da arte brasileira

Mostra será aberta ao público na próxima terça-feira (27) Na próxima terça-feira (27) o Farol Santander exibe ao público, pela primeira vez, parte do acervo de obras de arte na exposição Contemporâneo, sempre – Coleção Santander Brasil. A exposição apresenta um panorama de 70 anos da arte brasileira e reúne um conjunto de pinturas, esculturas, desenhos, gravuras e fotografias. Os 64 trabalhos escolhidos em um acervo de duas mil obras estão divididos nas categorias Abstração, Retrato e Paisagem. Exposição Contemporâneo, sempre, Coleção Santander Brasil - Rovena Rosa/Agência Brasil Uma das atrações na categoria Abstração é a obra nunca exposta do artista Bené Fonteles. Sem título, o trabalho foi criado em 1980. Já a obra mais antiga é a escultura de Victor Brecheret, Tocadora de Guitarra (1923). E a mais recente, uma pintura do artista Paulo Almeida, parte da série “Palimpsestos”. O processo criativo da obra envolve modifica-la a cada nova exposição. O artista trabalhará no local e conc…