Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 2, 2017

Livro de cearense é traduzido para o francês e terá lançamento na França e no Canadá

Imagem
O autor cearense Ítalo Anderson conseguiu um marco para sua vida de escritor ainda jovem. Ele vai a Paris (França), Montreal e Quebec (Canadá) para o lançamento da versão traduzida para o francês do seu primeiro livro de poemas “Gaveta Aberta” (Futurarte Poesia), lançado no Brasil em 2014. Ítalo nasceu em Fortaleza, mas vive em São Paulo desde os 19 anos. Com contato com a literatura e as artes desde a infância, frequentou cursos livres como o Laboratório de Linguagens Visuais, na Escola Pública de Artes Visuais da Vila das Artes e Oficina de Dramaturgia, na Universidade Federal do Ceará. O livro em questão traz uma poesia fresca, juvenil e muito pictórica. Ao lê-la, e através de recursos estilísticos riquíssimos dos quais se destaca a metáfora, somos levados a um imaginário poético imbuído de realidades, emoções e inquietações. “Alcançar a comunidade francófona com meu trabalho é mais uma confirmação de que vale a pena acreditar no que faço, especialmente por arriscar na poesia naci…

Cearense é uma das vencedoras de concurso nacional de Astronomia

Imagem
A aluna Maria Alice Santos Mesquita da Silva, do 7º ano do Colégio Militar do Corpo de Bombeiros (CMCB), foi uma das três vencedoras do Concurso de Astronomia para Estudantes promovido este ano pelo Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), no nível Fundamental II. Ao propor que o Southern Astrophysical Research Telescope (SOAR), telescópio de 4,1 metros de abertura localizado no Chile, fotografasse a Nebulosa de Ampulheta, Maria Alice teve sua redação selecionada entre os destaques da competição, algo inédito entre estudantes do Ceará. “Além de ter sido a primeira vez que uma proposta cearense foi selecionada pelo concurso, que acontece desde 2013, chamam a atenção também o fato de ter sido a única proposta do Norte-Nordeste escolhida neste ano e o fato de ter sido o único destaque nacional entre textos redigidos por alunos abaixo do 9º Ano”, analisa o primeiro-tenente João Romário Fernandes Filho, professor de Astronomia do CMCB e orientador do texto selecionado. Para os alunos do…

Lei Rouanet seguirá nova instrução normativa

Imagem
A partir desta sexta (1º), a Lei Rouanet, mecanismo criado em 1991 para incentivar projetos culturais em âmbito federal, passa a ser regida por nova instrução normativa. As mudanças foram divulgadas nesta quinta-feira pelo Ministério da Cultura durante o 9º Encontro do Fórum Brasileiro pelos Direitos Culturais, no Instituto Tomie Ohtake, em São Paulo. Segundo o ministro Sérgio Sá Leitão, que estava presente, elas visam desburocratizar os processos de aprovação de projetos e diversificar as possibilidades de patrocínio. Outro foco é permitir maior distribuição de projetos incentivados pelo território nacional - atualmente, há concentração na região Sudeste, mais especificamente no Rio de Janeiro e em São Paulo. Segundo o ministro, haverá vantagens para produtores culturais de fora deste eixo. Uma das ferramentas é a ampliação dos limites numéricos de projetos que podem ser aplicados em outros Estados. Para reverter o mesmo contexto, o ministro também prevê uma atuação corpo a corpo. &…

Renato Aragão lança a biografia “Renato Aragão - Do Ceará para o Coração do Brasil”

Imagem
Renato Aragão faz uma distinção entre humorista e comediante: enquanto o primeiro usa a palavra falada para fazer graça, o segundo é aquele que utiliza o corpo para provocar risos, por meio de amalucadas situações físicas. “Eu me vejo como um comediante”, diz o artista de 82 anos, fiel seguidor do estilo de seus ídolos: Oscarito, Charles Chaplin e Carmen Miranda.  “Aprendi muito com eles, que me inspiraram artisticamente”. E é a imagem desse homem que, desde a década de 1960, faz caretas e dá piruetas que se sobressai do livro “Renato Aragão - Do Ceará para o Coração do Brasil” (Estação Brasil), biografia que ele assina ao lado do jornalista Rodrigo Fonseca. Com um texto fluido e ágil, fruto de encontros quase diários, acontecidos durante 6 meses, o livro se assemelha a um almanaque. “É uma literatura de relato”, conta Fonseca, blogueiro do Portal Estadão. “A partir da história do Renato, percebi que o melhor caminho era criar algo como um livro de aventuras, o que dá um colorido mai…

Obras e trajetórias literárias inspiram documentários nos Estados Unidos e no Brasil

Imagem
por Dellano Rios - Editor de área Não é fácil para um documentário disputar a atenção do público, no contexto da TV paga e de seus correspondentes virtuais - os serviços de streaming, como Netflix e Amazon Prime Video. Os norte-americanos até falam em uma "Era de Ouro da Televisão", a partir de 2000, baseados na qualidade de suas ficções seriadas. O cardápio de novas séries monopoliza as atenções e as iniciativas de divulgação. Tanto que pouca gente deve ter percebido "Voyeur", título que entrou quase na surdina no catálogo da Netflix na última sexta-feira, 1. "Voyeur" é um documentário conduzido por dois jovens e desconhecidos cineastas, Myles Kane and Josh Koury. Diante das câmeras, contudo, eles têm uma celebridade, do tipo que apenas um mercado editorial forte é capaz de criar. O escritor Gay Talese, 85 anos, é um dos grandes nomes do que ficou conhecido por New Journalism ("Novo Jornalismo"). Suas obras de não-ficção continuam a vender e a …

Discriminação ainda é a maior barreira para acessibilidade

Imagem
por Theyse Viana - Repórter "É deficiente, mas é tão bonitinha..." "E essa aliança?! Tu casou, como é que pode?" "Mas teu marido é deficiente também, né?" "Teus filhos nasceram normais?" "Como é que tu trabalha assim?" Escrito aqui, no primeiro parágrafo de uma reportagem, esse punhado de caracteres expelidos sem critério pela boca do preconceito jamais conseguiria expressar o que a assistente social Diana Barroso, 40, sentiu - e sente - ao ouvi-los. Os questionamentos e exclamações tão infundados quanto corriqueiros são erguidos diariamente como barreiras invioláveis entre as pessoas com deficiência e a plena acessibilidade - direito básico e ainda distante de ir além das rampas e dos pisos táteis. No Brasil, o número de pessoas que declararam ter pelo menos um tipo de deficiência, seja visual, auditiva, motora ou intelectual, totalizou 45,6 milhões em 2010, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em Fortalez…

Carta da gratidão

Imagem
Se você tiver coragem de encarar este desafio, posso garantir que o resultado será uma explosão de felicidade Dando continuidade a proposta que lancei na semana passada sobre melhores práticas de gratidão, segundo a Universidade de Berkley na Califórnia, hoje quero falar para você sobre a técnica – Carta da Gratidão. A Carta da Gratidão é um recurso que permite a você reconhecer Gratidão principalmente a pessoas. Além disso, ela traz fortalecimento de amizades e laços, perdão e amor. Vamos lá?! CARTA DA GRATIDÃO TEMPO REQUERIDO Pelo menos 15 minutos para escrever a carta e pelo menos 30 minutos para a visita COMO FAZER ISSO Lembre-se de alguém que fez algo por você, pelo qual você está extremamente agradecido, mas a quem você nunca expressou sua profunda gratidão. Isso pode ser um parente, amigo, professor ou colega. Tente escolher alguém que ainda esteja vivo e possa se encontrar cara a cara na próxima semana. Pode ser mais útil selecionar uma pessoa ou um ato que você não tenha pensad…

Mais Visitadas

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Herança do governo golpista

Catedral de Notre-Dame, em Paris, sofre incêndio na tarde desta segunda-feira