Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 25, 2020

Correios suspendem serviço e encarecem envio de livros no Brasil em plena crise de coronavírus

Justificativa também envolve a pandemia, pois medida são baseadas nas orientações do Ministério da Saúde para evitar a contaminação de mais pessoas Sem o serviço, as opções que restam são Sedex ou PAC, nas quais o valor cobrado é proporcional à distância dos endereços de envio e de recebimento, encarecendo a operação significativamente FOTO: NATINHO RODRIGUES Os  Correios  decidiram suspender o serviço conhecido como "registro módico", o que, na prática,  encarecerá o envio de livros e material didático  por tempo indeterminado. À reportagem, livreiros apontaram que a medida trará prejuízo financeiro à categoria em um momento em que, devido à crise do novo  coronavírus , a atividade econômica já está abalada. Em nota à reportagem, os Correios afirmam que "o serviço está suspenso, em atendimento ao plano de ação implementado pelos Correios de  combate à Covid-19 , que trata dos protocolos operacionais e profiláticos adotados pela empresa, baseados nas orientaçõe

O que tem de ser feito

Se este é um momento de desafio, é também um momento de imensas oportunidades e também de esperança Este é um momento impar para o amadurecimento de nosso coletivo nacional (Sammie Vasquez/ Unsplash) Jose Antonio de Sousa Neto* Em situações desafiadoras e excepcionais como a que estamos vivendo, algumas ações decisivas precisam ser encaminhadas. A prioridade absoluta é evidentemente buscar proteger a população e prover aos enfermos, principalmente aos mais fragilizados, a melhor assistência que estiver ao alcance de nossa sociedade. Mas se este é um momento de desafio, é também um momento de imensas oportunidades e também de esperança. Abaixo procuro listar alguns pontos para reflexão: 1) É imperativo neste momento a adoção das medidas nos mesmos moldes que foram adotadas na China, na França e na Itália (dentre outros países) para contenção da enfermidade que estamos enfrentando. Evidentemente um país de dimensões continentais como o nosso tem suas especificidades, mas a li

Desafios legais diante da pandemia do Covid-19

Novo coronavírus evoca questões nos campos do Direito Médico, Sanitário e Constitucional Novo coronavírus evoca questões nos campos do Direito Médico, Sanitário e Constitucional (AFP) Renato Campos Andrade* Cerca de 15 dias atrás fizemos uma matéria jurídica sobre a repercussão do coronavírus. Infelizmente, como esperado, a situação tem se agravado e há perspectiva de piora antes de um cenário mais otimista. As projeções são que o pico da disseminação e dos doentes se dê em abril. Assim, cumpre repisar, excepcionalmente, o versado anteriormente. A Organização Mundial de Saúde tem emitido alertas constantes, bem como esclarecimentos sobre o vírus e já se trata de uma pandemia com mais de oito mil óbitos em todo o mundo. Conforme o órgão, “os coronavírus (CoV) são uma grande família de vírus que causam doenças que variam do resfriado comum a doenças mais graves, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS-CoV)  e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS-CoV) . Um