Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 17, 2020

Podcast: Parábola do Joio e do Trigo

Por Pe. Geovane Saraiva

A boa música

Creio que a boa música é a voz da alma, como as flores semeadas no coração de uma pessoa. Quando estou necessitando de força espiritual, ouço belos "Cantos Gregorianos", tais como: "Antífona Dixit Dominus", "Hino Lucis Creátor", "Toque do Ângelus", etc, interpretados por Monges Beneditinos e de Solesmes, dentre outros. Quanta tranquilidade interior! Por sua vez, quando a melancolia e a saudade apertam, procuro ouvir ícones da "Música Popular Brasileira". Muitos sãos os bons compositores brasileiros. Alguns, revelam-se de tal maneira talentosos que se incluem na galeria dos nossos grandes poetas. Fica difícil apontar os melhores compositores e também as melhores composições, sem correr o risco de cometer injustiças. São muitos os músicos e letristas que, com suas canções, enchem as nossas vidas de amor e de alegria. Com certeza cometo uma grande injustiça quando me perguntam os três nomes de minha preferência e digo: Noel Rosa, Lupicín…

Jovem artista cearense de Quixelô está entre os 10 selecionados por prêmio nacional

Arivanio Alves foi o único do Estado selecionado pelo 7° Prêmio EDP nas Artes, uma parceria do Instituto EDP e Instituto Tomie Ohtake. O concurso teve 456 inscritos, provenientes de 21 estados brasileiros e do Distrito Federal
Oportunidade dedicada a jovens artistas de todo o Brasil, o Prêmio EDP nas Artes busca estimular a produção artística contemporânea. Para a sétima edição, o Intituto Tomie Ohtake e a EDP selecionaram 10 artistas provenientes de 21 estados brasileiros e do Distrito Federal. O cearense Arivanio Alves, nascido em 1993, na cidade de Quixelô, foi um dos escolhidos para compor a seleção. Artista autodidata, Arivanio entrou para o mundo das artes ainda pequeno, utilizando-se de materiais alternativos de baixo custo, como cartolina e compensados de madeira. Hoje, após muito estudo, ele ilustra bem o gênero Naif, ao utilizar partes de seu cotidiano para construir uma obra visual que é uma interpretação de mundo. O trabalho submetido ao prêmio se trata de um recorte de u…

Live do Festival de Música da Rádio MEC anuncia semifinalistas

Transmissão ao vivo será neste sábado, às 16h, e contará com show Telonas e telinhas iluminadas. Ouvidos em êxtase. De trilhas para obras cinematográficas a vinhetas de abertura de telejornais. O violonista Eduardo Camenietzki, de 63 anos, recorda que as batidas em instrumentos ou objetos se organizavam em melodias criativas desde a infância. Com atividade profissional desde 1983, mais de 400 composições, ele já experimentou diferentes sensações ao criar e se apresentar. Para o experiente músico, porém, uma sensação no ano passado foi especialmente “maravilhosa”. Ele foi o vencedor do Festival de Música da Rádio MEC na categoria de música clássica, com a composição Três vinhetas para violino. “Uma felicidade que eu não tinha sentido ainda”, garante. Camenietzki é um dos músicos que se apresenta neste sábado (18), em evento virtual, uma live, no anúncio dos semifinalistas do festival deste ano. A apresentação começa às 16h. Ouça a música Três vinhetas para violino no link abaixo Audio …