Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro 10, 2019

Jericoacoara ganhará biblioteca e sistema de rádio em evento que começa hoje e vai até sábado (14)

Por  Redação ,  regiao@verdesmares.com.br Cerca de 400 pessoas devem participar de oficinas práticas, intervenções e outras atividades. A  Vila de Jericoacoara  será palco de uma semana intensa de formações gratuitas envolvendo cerca de 400 pessoas, entre a comunidade local e artistas de outros estados responsáveis por mediar oficinas voltadas a temas ligados à questão ambiental. Além das formações, a   Escola da Vila , que sedia as atividades, receberá doação de um acervo de mais de   600 livros , prateleiras, espaços ambientais e uma rádio completa com equipamentos de comunicação para os estudantes no valor de   R$ 100 mil .    A escola ainda ganhará espaços de leitura, com pufes de garrafa PET, prateleiras e nichos de paletes, além de almofadas, tapetes e aventais literários sendo produzidos na Oficina de Patchwork, com retalhos e restos de tecido. A escola receberá, ainda, a instalação do   Projeto Local de Entrega Voluntária Escolar , onde é criado um coletor sus

Os limites estão nas situações culturais que nos envolvem, diz educador social

Alex Duarte aposta que pessoas com síndrome de Down devem tomar decisões e assumir protagonismo de suas próprias vidas. Empreendedor faz palestra no Congresso do Conhecimento nesta sexta-feira na Dom Helder. Cena do filme 'Cromossomo 21'. (Divulgação) Por Cássia Maia Repórter Dom Total Viver uma vida com mais autonomia e independência são metas alcançáveis para as pessoas com deficiência. É o que mostra os resultados da  Expedição 21 , uma espécie de reality show que promoveu uma imersão de 18 pessoas com síndrome de Down, com idades entre 20 à 51 anos, sob a direção do educador social Alex Duarte. Graduado em Comunicação Social, empreendedor social e diretor do filme e projeto  Cromossomo 21 , Alex é um dos palestrantes do   2º Congresso do Conhecimento – Empreendedorismo e inovação , promovido pela Dom Helder Escola de Direito e EMGE – Escola de Engenharia. O congresso vai debater questões como empreendedorismo de carreira, programação neurolinguística, empreended

Fotógrafo suíço-americano Robert Frank morre aos 94 anos

Um dos maiores fotógrafos do mundo e documentarista, morreu nesta segunda-feira no Canadá. Robert Frank ficou famoso com seu álbum 'The Americans' (1958), um livro de fotos que capturam o 'American way of life' e influenciou gerações. (AFP) O suíço-americano Robert Frank, um dos maiores fotógrafos do mundo e documentarista, morreu na segunda-feira (9) no Canadá. A informação foi dada pelo  New York Times , citando o proprietário da galeria nova-iorquina Pace-MacGill. Robert Frank ficou famoso com seu álbum  The Americans  (1958), um livro de fotos em preto e branco tiradas durante suas viagens pelos Estados Unidos, um verdadeiro manifesto que influenciaria profundamente as gerações americanas subsequentes. Nascido em 9 de novembro de 1924 em Zurique, na Suíça, ele cresceu em uma família de industriais judeus alemães e se apaixonou por fotografia aos 12 anos. Treinou como assistente de fotografia em Zurique e Basileia de 1940 a 1942. Após a Segunda Guerra Mu

Socorro especializado pode ser decisivo para evitar suicídio

O atendimento de equipes especializadas e multidisciplinares pode ser determinante para evitar o suicídio. A opinião é do psiquiatra Leonardo Luz, do Conselho Federal de Medicina. “O Samu [Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – 192] deve ser acionado porque é uma emergência médica”, afirma. Representante do Piauí, o médico reconhece, no entanto, que não há em todas as localidades do país serviço de urgência para casos de suicídio. “Há relatos Brasil afora onde o Samu não têm equipe para o atendimento, os bombeiros e a polícia é que acabam cuidando. Eles podem até ser rápidos, mas não têm recursos para fazer esse atendimento”. No Distrito Federal, a Central de Informações Toxicológicas e Atendimento Psicossocial (Ceitap), da Secretaria de Saúde, mantém um carro do Samu disponível para equipe especializada, formada por médicos, enfermeiros, psicólogos, assistentes sociais e condutor socorrista. Segundo a gerente da Ceitap, a enfermeira Carla Pelloso, a equipe “consegue intervi