Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 13, 2020

Florestas da vida

 Padre Geovane Saraiva* Os cristãos são convidados a pensarem o mundo como se ele fosse uma grande floresta ou uma vasta selva: escura e áspera. Também devem pensar que estão colocados numa enorme avenida, muitas vezes assustadora e difícil de andar e trafegar, por ser engarrafada, com obstáculos e declives. Na fé e na esperança, em meio aos oceanos, fartos de riscos por suas incontáveis ondas, defronta-se a vida dos seres humanos, mas sem fugir da imagem de um clima árido, sem esquecer quão espinhosos e pedregosos são os seus trajetos. A prática solidária do amor, nas avenidas e florestas da vida, nos ajuda a romper barreiras: “Tudo aquilo que fizestes a um só destes meus irmãos pequeninos, a mim o fizestes”. Sejamos sensibilizados, evidentemente, pelas palavras do Evangelho, no que diz São João da Cruz: “No entardecer da vida seremos julgados pelo amor”. O Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo, na sua essência, quer colocar no coração das pessoas, por toda a extensão do mundo, o com