Postagens

Mostrando postagens de Setembro 17, 2018

Desfile da Emancipação Política de Alagoas celebra a literatura regional

Imagem
Por Waldson Costa e Roberta Cólen, G1 AL Público acompanha desfile da Emancipação Política de Alagoas
Os 201 Anos da Emancipação Política de Alagoas foi celebrado, na tarde deste domingo (16), com um desfile cívico no bairro histórico de Jaraguá, em Maceió. Ao fazer uma homenagem aos grandes nomes da literatura alagoana, o desfile contou com a participação de bandas fanfarras, filarmônicas e centenas de estudantes. A secretária estadual de Educação, Laura Souza, disse que o objetivo da atividade que integra estudades da rede pública é fazer um diálogo entre o período histórico e personagens importantes do estado. “É um momento muito importante porque junta o desfile com o pedagógico. A homenagem é com escritores alagoanos contemporâneos”, falou Laura Souza. Entre os personagens da história de Alagoas homenageados estão: Théo Brandão, Jorge Calheiros, Lêdo Ivo, Nise da Silveira, Graciliano Ramos, Jorge de Lima, Aurélio Buarque de Holanda, Aristeu de Andrade, Ronaldo Oliveira, Arriete …

As lições históricas, literárias e íntimas do livro de Isabela Figueiredo

Imagem
por Edma de Góis - Especial para o Caderno 3 Há dois meses ou pouco mais que isso, a escritora Isabela Figueiredo ocupou páginas e sites de jornais e suplementos especializados, em ocasião de sua presença na mais recente Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). A vinda de Isabela ao Brasil é parte dos desdobramentos da publicação de "Caderno de memórias coloniais" no País neste ano. Antes disso, o público brasileiro conheceu "A Gorda" (2016), obra que também joga com a ideia de autoficção (rótulo descartado pela autora) e que marca em certa medida a sua produção, em que aspectos biográficos respondem por parte da potência dos seus textos. Até aí nada de novo no front, afinal de contas, o jornalismo cultural acaba por também se nutrir das tendências de mercado, sendo as feiras, alguns desses eventos que disparam essas inclinações, muitas vezes em velocidade superior à crítica acadêmica. O barulho em torno do livro de Isabela, no entanto, parece ter minimizado…

Museu Nacional mostra parte do acervo

Imagem

Artista plástico Sérgio Pinheiro comemora marco na carreira com exposição Pinturação no Museu da Cultura Cearense

Imagem
"Eu tenho a ligeira impressão que todo artista nunca sabe direito como é que começou", responde o artista visual Sérgio Pinheiro ao ser questionado sobre quando surgiu o interesse pela área. Com 50 anos de carreira, o cearense nascido no município de Jaguaribe é uma figura emblemática da cena cultural do Estado. O cinquentenário de sua carreira será comemorado na exposição Pinturação, que abre na próxima quinta, 20, no Museu da Cultura Cearense, com curadoria de Valéria Laena. Em um fluxo de memórias, Sérgio sugere possíveis, mas indefinidos, começos: teria ele começado na primeira vez que lambuzou "uma coisa de pintura com 16 ou 17 anos, sem escola, na intuição"? Ou quando, "muito cedo", gostava de "pintar calçada de carvão e giz"? "O começo sempre é muito difícil", atesta. O artista afirma, no entanto, que o início "oficial" veio quando expôs no Salão de Abril "sei nem quando" - foi em 1967, quando ele completava…

Jovem de Pentecoste, no Ceará, lança livro de combate à violência sexual infantil

Imagem
O livro infantil conta a história de três macaquinhos irmão que após sofrerem abuso sexual perdem a magia e a alegria da infância. Tom, Elis e Chico conta a história de três macaquinhos irmãos que após sofrerem abuso sexual perdem toda a magia e a alegria da infância. A história nasce do desejo de Mônica de alertar as crianças, os pais e educadores acerca dessa temática. Vítima de abuso sexual na infância, ela acredita que sensibilizar, mobilizar, conscientizar e convocar as pessoas para abraçar essa causa é fundamental.
“Tive uma parte da minha infância marcada por esta grave violação de direitos. E hoje uso de parte de minha história de vida para mudar essa triste realidade que afeta a vida de tantas outras crianças. Desde 2014 tenho me dedicado para a pesquisa, leitura, escrita e na execução de ações acerca dessa temática. Pois acredito que um município que cuida de suas crianças é também um município que cuida de seu futuro”. Mônica está concluindo o Curso de Serviço Social, e, a…

Começa em todo o país a 12ª Primavera dos Museus

Imagem
Duas semanas após o incêndio que destruiu 90% do acervo do Museu Nacional do Rio de Janeiro, é realizada a 12ª Primavera dos Museus, que começa nesta segunda-feira (17) com programação em vários locais do país até o próximo dia 23. Mais de 900 instituições participam, promovendo  2.787 eventos. Com o tema “Celebrando a Educação em Museus”, a proposta é incentivar a reflexão sobre as atribuições presentes em um museu, como educar e contribuir no despertar de interesse para diferentes áreas do conhecimento, a vida em sociedade, a importância das memórias e o valor do patrimônio cultural musealizado. 
Durante o evento, haverá o lançamento e a divulgação do Caderno da Política Nacional de Educação Museal (Pnem), no Museu Casa Histórica de Alcântara (MA), no Museu Vitor Meirelles (SC) e no Museu das Missões (RS). 
Museu Nacional do Rio de Janeiro - Fernando Frazão/Arquivo Agência Brasil No Rio de Janeiro, o Museu Histórico Nacional realiza, nesta segunda-feira (17), as oficinas A Aplicabili…

Mais Visitadas

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

Deus eleva os humildes

VIVENDO E APRENDENDO

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599