Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 26, 2017

Reunião Ordinária da AMLEF

Reunião de 26 de Agosto de 2017








Bertolt Brecht: um poeta de posição revolucionária

por Iracema Sales - Repórter O pensador francês Didi-Huberman: em "Quando as imagens tomam posição", ele o elabora trabalho de resgate histórico, ao debruçar-se sobre a figura do poeta e dramaturgo alemão Bertold Brecht As imagens não aparecem apenas como apêndices ou coadjuvantes; elas ganham função de alicerces e viram referências na construção do pensamento de um dos mais instigantes filósofos contemporâneos, o francês Georges Didi-Huberman. Sua obra percorre as artes visuais, com um olhar especial para a pintura, fotografia, cinema e escultura, procurando manter interlocução com a literatura, estética e política. Outra característica de seus estudos - como mostra no recém lançado "Quando as imagens tomam posição - o olho da história, I" - é o apoio que busca em alguns autores, sendo recorrentes as conversas com os alemães Aby Warburg (1866- 1929) e Walter Benjamin (1892-1940). Os dois foram buscar em ruínas explicações tanto para a história da arte quanto para a…

Belchior: música, mistério e poesia

por Dellano Rios - Editor de Área Belchior: cantor e compositor cearense é tema de biografia ( FOTO: CLEO VELLEDA/ FOLHAPRESS ) O embate em torno das biografias no Brasil, quando envolveu os figurões da MPB, passou a resumido na defesa de duas posições - de um lado, a reivindicação do direito à privacidade; de outro, o interesse público que justificaria estas incursões pela vida e obra de alguém. Havia, da parte de alguns, razões veladas e tacanhas, gente que se não queria este escritor ou aquele jornalista ganhando dinheiro às suas custas. Para esses, a intimidade e a trajetória artística eram produtos a serem preservados, para uma possível comercialização futura. Afinal, pode-se não ganhar muito com um livro, mas a coisa muda se for um filme, um sucesso de bilheteria que usa suas canções (e paga-se, também, por isso). "Apenas um rapaz latino-americano", a biografia de Antonio Carlos Belchior, escrita pelo jornalista Jotabê Medeiros, prova de que uma biografia não é interess…

Neste sábado (26), a exposição "Sertão Holandês", de Stênio Burgos, entra em cartaz no Museu do Ceará

O artista plástico cearense Stênio Burgos abre, neste sábado (26), às 15h, a exposição "Sertão Holandês", no Museu do Ceará (Centro). A mostra traz 36 quadros pintados de 2006 a 2016, período em que esteve de passagem por Amsterdam e Zelândia, na Holanda. A produção conta ainda com criações trabalhadas em seu ateliê mais antigo, em Icaraí de Amontada (CE), onde mora. É a terceira vez que Stênio expõe no Museu do Ceará. "Sertão Holandês" trabalha a presença holandesa na região da Serra Grande (ou Ibiapaba) no período da Colonização. A abordagem histórica se encontra com o valor do espaço. "É um lugar histórico (o Museu). Me sinto completamente feliz. E a Serra está presente em todos os quadros", situa. A mostra desenvolve a conexão que o autor percebe entre o sertão cearense e os costumes holandeses. Natural de Crateús (CE), Stênio Burgos (63) morou em Amsterdam. "É um povo que não gosta de excessos. Diferente da França. É tudo muito simples", o…

Filme sobre Bozo chega aos cinemas do país

Veja um resumo dos principais filmes que estreiam nos cinemas do país nesta semana. 'Bingo – O rei das manhãs' recria a vida 'mucho loca' do ator por trás do Bozo. (Divulgação)
Por Alysson Oliveira e Neusa Barbosa
Veja um resumo dos principais filmes que estreiam nos cinemas do país na quinta-feira:
"NA MIRA DO ATIRADOR"
- Em seu novo filme, Doug Liman (diretor do primeiro filme da série “Bourne”) deixa de lado pirotecnias e extravagâncias para acompanhar o embate entre um soldado americano e um sniper iraquiano, na guerra do Iraque.
Dois soldados americanos (Aaron Taylor-Johnson e o lutador John Cena), estão numa região devastada. O ano é 2007, quando a guerra supostamente já acabou. Um deles sai do esconderijo e leva um tiro. O companheiro vai em seu auxílio e também é ferido, mas de maneira menos grave, tanto que consegue esconder-se atrás de um muro que está ruindo. Assim, consegue fazer contato por rádio com o atirador adversário (Naith Nakli), que espera …

Fundação de Educação Artística apresenta oficina: 'Improvisação e jogos musicais'

A oficina trabalhará a prática da improvisação musical a partir de jogos não-idiomáticos. A oficina trabalhará a prática da improvisação musical a partir de jogos não-idiomáticos. (Divulgação)
Henrique Iwao, formado em música pela UNICAMP e mestre em musicologia pela USP, traz para a Fundação de Educação Artística - FEA - a Oficina "Improvisação e Jogos Musicais".
A oficina trabalhará a prática da improvisação musical a partir de jogos não-idiomáticos (sem gênero musical definido), em que tipos de interação e atuação são definidos. Durante a oficina serão introduzidas algumas regras e deixas usadas por John Zorn na sua obra Cobra, bem como exercícios desenvolvidos pelo autor.
PÚBLICO-ALVO: músicos (pessoas interessadas em fazer música e que tenham familiaridade com um instrumento musical, convencional ou não)
PRÉ-REQUISITOS: trazer seu instrumento musical; ser capaz de improvisar com ele. O instrumento não precisa ser convencional (o próprio ministrante toca "tábua amplif…