Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 22, 2018

Exposição sobre Paulo Leminski inaugura o Mês da Literatura, em Curitiba

Redação Bem Paraná com assessoria A terceira edição do Mês da Literatura será aberta nesta sexta-feira (24), às 17h, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, e vai até o dia 28 de setembro. O evento, da Secretaria de Estado da Cultura com apoio da Biblioteca Pública do Paraná, promove atividades relacionadas ao livro e um panorama da cena literária paranaense e nacional e abre com a inauguração da exposição "Meu coração de Polaco voltou", de Paulo Leminski (1944–1989).  Entre as ações da programação está a "Caravana Literária" que reúne mais de quinze escritores paranaenses e nacionais que vão percorrer 45 municípios do Paraná, dos Campos Gerais ao Norte.  Eles visitam as cidades promovendo debates sobre o livro, leitura e a formação de leitores em espaços culturais, escolas e bibliotecas.  A exposição é composta por painéis com reprodução de textos, fac-símiles, fotos do acervo particular, livros e documentos originais de Leminski e tem a comunicação visual assinada por Ma…

Escritora fala da literatura por imagens

Aline Abreu aborda o desafio do professor trabalhar em sala de aula com a produção literária contemporâneaNas últimas duas décadas, o mercado de livros infantojuvenis no Brasil mudou muito. As principais novidades foram a chegada de obras estrangeiras e a produção de livros de autores brasileiros que valorizam ainda mais o projeto gráfico e o papel das imagens nas narrativas. Aumentou, assim, o desafio para o professor mediar o livro na escola?
Sim. Todos nós precisamos entender que a leitura de imagens é um conceito a ser adquirido como o código da escrita - e isso não está claro ainda. É como se a leitura de uma ilustração estivesse sujeita à intuição e apenas à interpretação individual. É claro que a exposição a esses livros vai formando o olhar, mas o professor que tem o compromisso de fazer uma boa mediação deve saber que existe também uma formação na leitura de imagens. Da mesma maneira que temos de desenvolver uma competência para a leitura do texto verbal, precisamos da forma…

Projeto exibe filmes gratuitos no Ceará utilizando energia solar

O projeto Cinesolar, iniciativa brasileira de cinema itinerante que exibe filmes a partir da energia solar, visita três cidades do Ceará neste mês. As cidades de Aracati, Itarema e Amontada irão receber o Cinesolar. Já a cidade de Pacajus, na região da Grande Fortaleza, recebe o Cinesolazinho, versão para crianças. Os projetos utilizam energia limpa e renovável para exibição de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Ele funciona a partir de uma van equipada com placas solares com autonomia de mais de 20 horas, que possibilitam, através de um sistema a exibição de energia solar para elétrica. As apresentações ocorrem em praças públicas e quadras esportivas, principalmente em regiões carentes que não contam com cinemas. Serviço: Cinema itinerante – Cinesolar  Quando: Pacajus (22 e 23 de agosto), Itarema (24 de agosto) e Amontada (27 de agosto) Entrada gratuita
Tribuna do Ceará

"Todas as Crônicas" documenta a produção de Clarice Lispector para a imprensa

por Dellano Rios - Editor de área Clarice Lispector, no alto, e uma de suas obsessões como cronista, o jovem compositor Chico Buarque de Hollanda, para quem escrevia cartas abertas Organizado pelo escritor norte-americano Benjamin Moser, "The Complete Stories" (New Directions, 2015, EUA) foi um sucesso de crítica e conquistou espaços generosos na imprensa de língua inglesa. O livro reunia 85 contos, traduzidos por Katrina Dodson, e reforçava a investida internacional dos entusiastas de Clarice Lispector (1920 - 1977). Ucraniana naturalizada brasileira, ela é um monumento literário no País, mas, até bem pouco tempo, era conhecida apenas por um seleto número de leitores estrangeiros, em sua maioria pesquisadores. A situação começou a mudar com a publicação de "Why This World" (2009), biografia escrita por Moser, um clariceano que depois ajudou a editar as novas traduções dos romances da autora. > Reedições e inéditos à vista Reunir os contos de Clarice Lispector em …

Espetáculo de conclusão do Curso Princípios Básicos de Teatro (CPBT), estreia nesta sexta-feira, 24, trazendo à tona as feridas dos corpos negros periféricos

A dor parece ter cor e endereço certos. Nos noticiários, principalmente, "a carne mais barata do mercado" estampa o sofrimento proveniente do tráfico de drogas, chacinas e balas perdidas em comunidades menos abastecidas que não têm vez nos cartões-postais das grandes metrópoles. A dor parece ter apenas a pele - preta, em sua grande maioria - como escudo. Inútil. Alguém aqui tem a noção do que é perder um filho? Quem são essas mães que ficam e esses tais jovens que se vão? A dor dos corpos negros e periféricos tem urgências que não podem ser adiadas. E foram essas urgências que, em meio a encontros sistemáticos, serviram de norte para a turma noite 2017/2018 do Curso Princípios Básicos de Teatro. "A turma toda chegou ao consenso de que o tema do nosso espetáculo de conclusão seria a violência sistêmica. Mas como falar nisso? Como vamos focar? Chegamos, então, à dor da mãe que perde o seu filho", resume Neidinha Castelo Branco, professora do CPBT/noite e diretora de…

Facebook detecta usuários que tentam confundir sobre notícias falsas

Plataforma com dois bilhões de usuários está sob críticas por supostamente não fazer o suficiente para bloquear a maré de informações falsas que circulam nela.


O Facebook negou de forma contundente que conte com um sistema de detecção que qualifique a confiabilidade de seus usuários Foto (Pixabay) O Facebook anunciou nesta terça-feira (21) que desenvolveu ferramentas para identificar os usuários que informam de notícias falsas "indiscriminadamente" e que socavam os esforços da companhia para lutar contra a desinformação. Mas a rede social negou terminantemente uma informação do Washington Post que afirma que ela está desenvolvendo um sistema de detecção que qualifica a confiabilidade de todos os seus usuários. A plataforma com dois bilhões de usuários está sob críticas por supostamente não fazer o suficiente para bloquear a maré de informações falsas que circulam nela. O grupo explicou que desenvolveu um sistema para evitar que o trabalho de seus verificadores seja destruído …