Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 1, 2020

Mensagem: Deus é e só podia ser amor

Padre Geovane Saraiva 01/4/2020

POEMA: A perua bem perua

Poema de Pedro Sampaio @poeta_pedro_sampaio com ilustração de Laís Helena Camurça @laishelena.camurca , que integra a coletânea infantil OS NOVOS POEMINHAS DO PASSARINHO CARRANCUDO, organizada pelo Instituto Horácio Dídimo!

Rodolfo Teófilo já combateu epidemia em Fortaleza; relembre trajetória do farmacêutico e escritor

Radicado no Ceará, o multiprofissional, que também ganhou destaque como escritor, tomou para si a tarefa de enfrentar a varíola praticamente sozinho na Fortaleza do século XIX Radicado no Ceará, Rodolfo Teófilo exerceu diversas ocupações, sempre pautando pelo pioneirismo É famosa a história de Dom Quixote de La Mancha, clássico do francês Miguel de Cervantes (1547-1616). O herói está sempre caminhando entre a fantasia e a realidade, lutando pelo amor de uma mulher imaginária e transformando obstáculos banais, como moinhos de vento e ovelhas, em gigantes e exércitos de inimigos. O que talvez poucos saibam é que,  em solo cearense , já houve uma importante figura que se equiparou a Quixote, embora guardadas as devidas proporções. O contexto era de instabilidade social e, mediante um trabalho de formiguinha, o panorama mudou. Rodolfo Teófilo  (1863-1932) – baiano de nascença, mas cearense porque queria, conforme costumava afirmar – era um misto de cientista, industrial, farm

Vidas ou economia? Uma pergunta sem sentido do ponto de vista cristão

Colocar a economia de um país acima da vida de pessoas é, na perspectiva cristã, algo diabólico Força-tarefa da prefeitura interdita 28 estabelecimentos no último fim de semana de março em Salvador (SECOM/Salvador) Fabrício Veliq* Recentemente, devido ao fechamento de empresas e estabelecimentos comerciais ao redor do mundo em decorrência do novo coronavírus (Covid-19), levantou-se oposição entre economia e vidas humanas. Em resumo, questiona-se: vale a pena deixar todas as pessoas em casa para evitar a disseminação do vírus e acabar com a economia de um país? Reze conosco em  Meu dia com Deus Os argumentos dos favoráveis à volta da normalidade se concentram na ideia de que um país parado não gera riqueza. Consequentemente, seus cidadãos não terão as necessidades básicas supridas, a economia entrará em colapso e milhares de pessoas morrerão do mesmo jeito, de maneira que a escolha é entre morrer por causa do vírus ou da falta de mantimentos. Que esse argumento venha da