Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 18, 2019

Três escritoras negras que você precisa ler

Novos livros de Maryse Condé, Maya Angelou e Toni Morrison ampliam debate sobre negritude, feminismo e racismo Ana Cristina Pereira ana.pereira@redebahia.com.br No ano passado, o nome da  Maryse Condé apareceu  com força nas manchetes jornalísticas e listas leterárias. O motivo foi a escolha da escritora de Guadalupe, de 82 anos, para receber o The New Academy Prize, a premiação criada como alternativa à suspensão do Nobel de Literatura de 2018 - depois das acusações de assédio sexual dentro da instituição. No vácuo da premiação internacional , a editora Rosa dos Tempos relança no Brasil o instigante romance Eu, Tituba: Bruxa Negra do Salem, que se debruça sobre o já conhecido episódio das acusações, prisões e mortes no povoado americano de Salem, no ano de 1692. Só que, na narrativa de Maryse, a  caça às bruxas ganha a perspectiva da escravizada Tituba. Misturando história e ficção, Maryse resgata esta personagem real, acusada de ter começado os casos de possessões naquele local, mas…

Mulheres assinam 72% dos artigos científicos publicados pelo Brasil

O Brasil é o país íbero-americano com a maior porcentagem de artigos científicos assinados por mulheres seja como autora principal ou como co-autora, de acordo com a Organização dos Estados Ibero-americanos (OEI). Entre 2014 e 2017, o Brasil publicou cerca de 53,3 mil artigos, dos quais 72% são assinados por pesquisadoras mulheres. Atrás do Brasil, aparecem a Argentina, Guatemala e Portugal com participação de mulheres em 67%, 66% e 64% dos artigos publicados, respectivamente. No extremo oposto estão El Salvador, Nicarágua e Chile, com mulheres participando em menos de 48% dos artigos publicados por cada país. Além desses países, a OEI analisou a produção científica da Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, República Dominicana, Equador, Espanha, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela. Os dados fazem parte do estudo As desigualdades de gênero na produção científica ibero-americana, do Observatório Ibero-americano de Ciência, Tecnologia e Sociedade (OCTS), institu…

Escola de samba Vai-Vai abre Virada da Consciência em São Paulo

A escola de samba Vai-Vai abre ontem (17) a Segunda Virada da Consciência, uma série de eventos gratuitos, que ocorrem até o próximo dia 20, para celebrar o dia da Consciência Negra. Organizada pela Faculdade Zumbi dos Palmares, a Virada conta com cerca de 400 atividades e mais de 100 parceiros.  A abertura, hoje, ocorre na quadra de samba da Vai-Vai, na Bela Vista, nas proximidades da Praça 14 Bis. A partir de amanhã, estão previstas atividades entre ações literárias, esportivas, artísticas, musicais e gastronômicas. Nesta segunda-feira (18), haverá o debate Construção e Continuidade das Políticas Públicas de Promoção da Igualdade Racial no Brasil, a partir das 11h na Faculdade Zumbi dos Palmares. No mesmo local, ocorre a FlinkSampa – Festa do Conhecimento, Literatura e Cultura Negra, com lançamentos e vendas de livros, quadrinhos e mangás, produtos de afro-empreendedores, além de atividades culturais para professores e estudantes. Na terça-feira (19) acorre a Jornada da Diversidade…