Postagens

Mostrando postagens de Março 30, 2016

‘MAU’ OU ‘MAL’?

Imagem
José Olímpio de Sousa Araújo*


Ficamos com dúvida ao escrevermos certas palavras e expressões. É o caso das palavras com pronúncias iguais ou semelhantes, mas com escritas diferentes.
Vamos ver agora um desses casos, que é muito comum: MAU (com U) ou MAL (com L)? Como escolher a forma correta? Muito simples. Só escrevemos MAU (com U) quando for o contrário de BOM. Exemplos: homem mau, mau caráter.
Em todos os outros sentidos, devemos escrever MAL (com L). Veja: Seu mal é preocupar-se demais com os outros. / Há males que vêm para o bem. / Não falaste mal. Em todas estas frases, MAL como contrário de BEM. com L.
Também com L, exprimindo intensidade: Ela mal enxergou-me. Ou tempo, sendo sinônimos de ‘logo que’: Mal cheguei pediram para me apresentar.
Este e outros itens do uso prático da Língua Portuguesa, em duas emissões diárias, na Rádio Universitária FM (107,9): 11:28 e 15:58 (2ª-6ª feira), e  11:28 e 19:28 (Sab/dom). Se preferir, acesse o site www.radiouniversitáriafm.com.br.
*O Prof.…

RAINHA DO CÉU, ALEGRAI-VOS!

Imagem
Padre Geovane Saraiva* A Regina Coeli é a oração mariana que sucede o Angelus, rezada pelos católicos por ocasião do tempo pascal, que vai do Domingo de Páscoa até a Festa de Pentecostes. Na primeira recitação da referida súplica, o Papa Francisco assim se pronunciou (28/03/2016): “Nossos corações ainda estão repletos da alegria pascal nesta segunda-feira depois da Páscoa, chamada de ‘Segunda-feira do Anjo’. A vida venceu a morte. A misericórdia e o amor venceram o pecado. Há necessidade de fé e de esperança para se abrir a este novo e maravilhoso horizonte. Deixemo-nos invadir pelas emoções que ressoam na sequência pascal: sim, estamos certos: Cristo ressuscitou verdadeiramente”.
Já no dia anterior, Domingo de Páscoa, o Santo Padre comentou para o mundo inteiro que o Filho de Deus é encarnação da misericórdia de Deus, que, por amor, morreu na cruz e, igualmente por amor, ressuscitou, asseverando: “Jesus é o Senhor! A sua ressurreição realizou plenamente a profecia do Salmo: A misericór…

ARTISTA UNE JAZZ, ÓPERA, GOSPEL E BOSSA NOVA

Imagem
domtotal.com Atriz e cantora mostra versatilidade em "Drama'n Jazz". Alessandra também é versionista, e ainda é compositora.
Alessandra Maestrini ocupa apenas nesta terça, 29, o palco do Teatro Porto Seguro para apresentar o show Drama’n Jazz, título de seu primeiro CD, lançado em 2012. O nome traduz com precisão o talento de uma artista versátil: Alessandra vai apresentar clássicos do jazz, como I Feel Good (I Got You), de James Brown, e The Man I Love, de George Gershwin e Ira Gershwin; também uma adorável canção do musical Funny Lady, How Lucky Can You Get, com letra adaptada para o português; e ainda uma música da ópera Sansão e Dalila, Mon Coeur S’Ouvre a Ta Voix, com um original arranjo em bossa-nova, sugestão de Nelson Motta, seu consultor de repertório.
"Como se tratava do primeiro disco, eu não queria eleger apenas um estilo musical para não ficar rotulada", comenta Alessandra, artista impossível de ficar marcada somente por uma forma de expressão - ape…

QUEM TEM MEDO DE DEUS? O OCIDENTE ENTRE CRISTIANOFOBIA E O RETORNO DO FUNDAMENTALISMO RELIGIOSO

Imagem
Dados, análises e reflexões no Sétimo Relatório sobre a Doutrina Social no mundo, aos cuidados do Observatório Internacional Cardeal Van Thuân 29 MARÇO 2016 NOTÍCIAS DO MUNDO Christian Women In Kurdistan - Acs Italia Os atentados de Paris e Bruxelas, apesar de monstruosos, são somente o último episódio de uma guerra internacional assimétrica e não convencional que coloca no cenário o elemento religioso, embora deformado e manipulado, de modo perturbador. Mas, quem está por trás? Qual é o objetivo final? Como é possível que a Europa pareça indefesa como nunca antes? São somente algumas das perguntas que inspiraram o novo Relatório Anual do Observatório Internacional Cardeal Van Thuan sobre a Doutrina Social da Igreja no mundo em distribuição nos próximos dias pelas livrarias italianas, editora Cantagalli, totalmente dedicada à revitalização socio-política dos fundamentalismos religiosos dos últimos anos (cfr. G. Crepaldi – S. Fontana, Settimo Rapporto sulla Dottrina Socia…

Apelo do padre Mauro Gambetti, Custódio do Sacro Convento de Assis

Imagem
29 MARÇO 2016 IGREJA E RELIGIÃO Ao que está acontecendo não podemos responder com o silêncio. Já está sendo travada a “Terceira Guerra Mundial”, e a Europa, ferida no coração e desafiada repetidamente, não pode mais permanecer na janela, observando o que acontece no Oriente Médio, na África e em outros países aparentemente distantes. Não pode sequer limitar-se a atualizar programas e convenções para acolher refugiados. O terrorismo transversal, inflamado pelos proclamadores de uma “guerra santa”, obriga os governos e os cidadãos a tomarem posição: esconder-se como ratos ou dar a cara. Guerra santa? Misericórdia. Vem à mente João Paulo II, que, em 1986, em plena Guerra Fria, convocou a Assis os líderes mundiais das religiões para rezar pela paz no mundo. As intenções beligerantes dos EUA e da URSS foram desafiadas pela paz e o apelo para se silenciarem as armas durante um dia terminou com as palavras atribuídas a São Francisco: “Onde houver ódio, que eu leve o amor […] onde houv…

MORO, PROPÓSITO POLÍTICO: DIVULGAÇÃO DE GRAMPOS DE DILMA E LULA

Imagem
Por Felipe Recondo Brasília Siga Felipe no Twitter


O juiz federal Sérgio Moro negou que a divulgação de telefonemas entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Lula tivessem alguma intenção política.
Em resposta ao pedido de informações do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, o juiz federal admitiu que pode ter errado e “pediu escusas” ao Supremo
“Diante da controvérsia decorrente do levantamento do sigilo e da referida decisão de V.Ex.ª, compreendo que o entendimento então adotado possa ser considerado incorreto, ou mesmo sendo correto, possa ter trazido polêmicas e constrangimentos desnecessários. Jamais foi a intenção desse julgador, ao proferir a aludida decisão de 16/03, provocar tais efeitos e, por eles, solicito desde logo respeitosas escusas a este Egrégio Supremo Tribunal Federal”, afirmou Moro.
Apesar disso, o juiz federal não se furtou a analisar cada uma das gravações e a tentar justificar a divulgação das conversas do ex-presidente Lula com …

MARINA CRITICA O PMDB POR ‘JOGADA MAGISTRAL’

Imagem
domtotal.com "Continua o mesmo e velho PMDB tentando renascer das cinzas da fogueira que ele ajudou a atear". A manifestação ocorreu cerca de uma hora após a decisão do PMDB.
A ex-senadora Marina Silva, da Rede, fez dura crítica em sua página no Facebook ao PMDB que decidiu em reunião nessa terça-feira, e por aclamação, deixar o governo Dilma. A ex-ministra, que concorreu em 2014 à Presidência, destacou que em "apenas três minutos, e por unanimidade dos diretórios presentes, o PMDB abandonou o governo do qual foi o maior sócio e beneficiário nos últimos 13 anos".
Ela considera que o partido é responsável, ao lado do governo, pela situação atual do país, mas, mesmo assim, não deu satisfação à sociedade nem pediu desculpas. "Apenas a jogada política supostamente magistral para tentar se descolar da crise política e reinventar-se como solução. Continua o mesmo e velho PMDB tentando renascer das cinzas da fogueira que ele ajudou a atear."
A manifestação de Mar…

QUESTÕES NEVRÁLGICAS

Imagem
domtotal.com A carência de líderes corajosos e religiosos comprometidos causam estragos enormes. Valores como a dignidade humana, a inviolabilidade e a sacralidade tocando as “terminações nervosas”. Por Dom Antonio Augusto Dias Duarte*
Há questões que tocam as “terminações nervosas” da inteligência e da consciência das pessoas, que têm uma preocupação crescente com o que está acontecendo no Brasil e no mundo. As notícias sobre a saúde pública e a segurança urbana, sobre a economia e os personagens da política, da Igreja Católica e de diversas instituições religiosas, etc. chegam diariamente a essas “terminações”, e confundem as mentes de pessoas que querem o bem do nosso país e esperam dos governos uma ordem mundial mais justa e pacífica. Muitas pessoas, atualmente, sentem a dor aguda da perplexidade, ou a dor latejante da desesperança, ou a dor intermitente da incerteza, e, sobretudo, a forte e irradiante dor da dúvida: tudo que está acontecendo e que está sendo noticiado deve ser acei…

Mais Visitadas

Reitoria da UECE apoia manifestações em defesa da educação brasileira e das universidades públicas

Morre atriz Doris Day, a namoradinha da América

Maureen Bisilliat se reencontra com o seu sertão e o de Euclides da Cunha na Flip

Paraty e Ilha Grande vão se tornar patrimônio da humanidade

Biblioteca Itinerante visita escolas e CMEIs com “Literatura e Cinema”