Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 2, 2014

Seridião Correia Montenegro é mais novo imortal da Academia de Letras dos Municípios do Estado do Ceará

Dr. Seridião Correia Montenegro, escritor, advogado e procurador da Fazenda Federal, na Academia de Letras do Municípios do Estado do Ceará - ALMECE, cadeira de nº 81, neste 29 de novembro de 2014, representado o município do Crato. Também o jornalista (ex-presidente da Aceji), empreendedor e atual secretário de Meio Ambiente de Maranguape, Paulo Roberto Neves Pereira, torna-se imortal das letras. Ele, na condição de acadêmico, assume a cadeira de nº 82 da Almece como representante do município de Maracanaú.
O tenor Álvarus Moreno, a soprano Auzeneide Cândido e seu Coro Lírico, além dos pianistas Haydée Campelo e Enoque Martins a liturgia acadêmica, após o que será servido coquetel aos presentes.  A cerimônia de posse do recipiendário terá lugar na sede da Academia Cearense de Letras (Rua do Rosário, 1 – Palácio da Luz), a partir das 15h30 e deverá ser prestigiada por grande número de amigos do novo acadêmico almeciano. As diretorias da Aceji, por meio do seu presidente, jornalista Joã…

Moradores de rua ganham chuveiros no Vaticano

Padre Geovane Saraiva* O Papa Francisco ao falar da cultura do “descartável”, afirma com todas as letras que já não se trata simplesmente do fenômeno de exploração e opressão, mas de uma realidade nova, a saber: “Com a exclusão, fere-se, na própria raiz, a pertença à sociedade onde se vive, pois quem vive nas favelas, na periferia ou sem poder já não pode está nela, mas fora. Os excluídos não são explorados, mas resíduos, sobras” (cf. EG, 53).
É uma realidade dramática para muitas pessoas que, sobretudo, nas médias e grandes cidades em todo o planeta, por diversos fatores, tornaram-se pessoas privadas de uma das maiores necessidades humanas: casa ou lar, bem como de tudo aquilo que isso representa. Logo vem em nosso mente o aconchego ou o mínimo de conforto, privacidade ou calor humano, isto é, a realidade elementar e imprescindível de uma família.
Por que São moradores de rua?  As causas são as mais variadas possíveis, tais como: abandono por parte da família ou até falta de uma família…