Postagens

Mostrando postagens de Outubro 10, 2017

Crianças com Síndrome de Down desfilam em semana de moda em Madri

Imagem
Do UOL, em São Paulo Getty Images Um desfile de moda em Madri, na Espanha, deu um passo a frente na inclusão em seu casting de modelos: em um dos desfile da Petite Fashion Week, no Palacio des Cibeles, na capital espanhola, crianças com Síndrome de Down cruzaram a passarela por diversas marcas de roupa infantis. De acordo com o "Daily Mail", os lucros do desfile vão para as Fundações Garrigou e Prodis, organizações que ajudam crianças com necessidades especiais. Um cromossomo extra de muito amor. Confira os cliques! Veja Álbum de fotos

Por que procurar refúgio nos livros quando a realidade parece insuportável?

Imagem
MARTA REBÓN ILUSTRAÇÃO DE DIEGO MIR. Foi abandonado, o mundo já não é maravilhoso. Como em um jet lag permanente, não consegue se conectar com a realidade que o envolve. Freud dizia que as palavras e a magia foram no princípio a mesma coisa. É por isso que continuamos procurando refúgio nos livros quando a vida nos prega uma brincadeira estúpida? Você, passageiro em momentos ruins, abre um romance e em suas páginas encontra algo parecido a um bote salva-vidas, um alívio balsâmico ao desassossego. Os leitores vorazes sabem bem que as bibliotecas e as livrarias são uma panaceia eficaz à alma, como já se afirmava na Antiguidade. A ficção e a poesia, afirma a romancista Jeanette Winterson, são remédios que curam a ruptura que a realidade provoca em nossa imaginação. Como diz a máxima horaciana dulce et utile, nos ensinam prazerosamente. O eco das palavras, seu ritmo, e as imagens com uma grande carga emocional inundam e ativam os recônditos de nossa consciência. Quando lemos um texto liter…

Biografia evidencia caráter combativo da vida e da literatura de Lima Barreto

Imagem
A historiadora e antropóloga Lilia Moritz Schwarcz lança, no Teatro Celina Queiroz, da Unifor, e na Galeria MultiArte,“Lima Barreto: Triste visionário”. Biografia evidencia o caráter combativo da vida e da literatura do escritor carioca, que fustigou a Primeira República com questões ainda atuais, como o racismo, a desigualdade e o tratamento da saúde mental
por Dellano Rios - Editor de Área Lima Barreto (1881-1922) foi um autor incômodo durante a Primeira República. E ele sabia bem disso. Descrevia-se como um “escritor militante” (modelo raro, num País em que se esforça para separar literatura e política) e insistia em temas que a opinião pública queria esquecer – como a escravidão e o racismo.  Passados 95 anos de sua morte, a capacidade do autor de tirar as coisas de ordem e atrair olhares tortos dos setores mais atrasados segue intacta. Prova disso são os debates que têm acontecido este ano, quando uma enxurrada de novas publicações e reedições de seu trabalho; e uma homenagem na F…

Hebe Camargo ganhará filme

Imagem
por Folhapress Ainda sem data, Hebe Camargo ganhará homenagem em filme ( Divulgação ) Os fãs de Hebe Camargo (1929-2012) podem comemorar. A biografia da apresentadora, lançada em abril, e o musical, que estreia amanhã, não serão as únicas homenagensque ela vai ganhar. As duas ações fazem parte do projeto Hebe Forever, que homenageia Hebe em diferentes plataformas. "No início, a ideia era fazer um livro quando a Hebe ainda era viva. Depois que ela morreu, percebemos que era possível utilizar outros meios para manter a imagem dela viva e lembrar seu legado", diz Cláudio Pesutti, sobrinho de Hebe, idealizador e organizador do projeto. No ano que vem, a trajetória da apresentadora será lembrada por meio de uma exposição, um longa-metragem, um documentário e uma série de televisão. Nenhum deles, no entanto, ainda tem data definida para ser realizado.
Diário do Nordeste

Aparecida: 300 anos

Imagem
Padre Geovane Saraiva* Grande é a alegria do jubileu dos 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, quando, agradecidos, recordamos o inaudito acontecimento, na pesca milagrosa de 1717, no Rio Paraíba do Sul-SP. A comemoração do referido jubileu teve início aos 12 de outubro de 2016, com todo o seu desenrolar e conclusão para 12 de outubro de 2017, com o que foi proposto: celebrar, fazer memória e agradecer. O convite belo e maravilhoso de Maria é o de nos mostrar o caminho certo do seu Filho Jesus, com feliz esperança e gratidão de Deus, como nas palavras tão conhecidas: “Fazei tudo o ele vos disser” (cf. Jo 2, 5). A Virgem Aparecida quer nos ensinar a confiança no Deus das Bodas de Caná, para que não nos falte o vinho da nova aliança, bom e inigualável, segura garantia do nosso alimento rumo ao final feliz da eterna romaria: a Jerusalém celeste.
Como católicos, não podemos perder de vista o grande sinal, claro, nítido e seguro: o da presença da mãe de Deus, que quis s…

Festival de Teatro da Terceira Idade começa amanhã no CCBNB

Imagem
Nascida em Mossoró, Mazé Figueiredo veio para Fortaleza ainda cedo. Profissionalmente, construiu carreira no Banco do Nordeste, onde ficou até se aposentar. Após passar décadas “sendo bancária, cuidando do marido e dos filhos”, como conta, ela deixou avisado: “Agora vou fazer o que eu quiser”. Depois de experiências na infância, Mazé decidiu, “como fênix renascendo das cinzas”, por voltar a fazer teatro. Avançando na área, a atriz organizou em 2013 o I Festival de Teatro da Terceira Idade (Festidade), que aconteceu também em 2015 e, agora, chega à terceira edição. O evento ocorre amanhã, 11, e na sexta, 13, no Centro Cultural Banco do Nordeste. “Eu sou muito ousada. Acho que nasci artista”, arrisca Mazé, aos 79 anos. “Nesta edição, saí mendigando pelas empresas por apoio financeiro. Dizia ‘quero dinheiro pra fazer um festival de velho’”, conta, indicando que o apoio conseguido por meio do Banco do Nordeste e da companhia M. Dias Branco possibilitou a realização do Festidade. “Fazer a…

Brasil deve reduzir desigualdades na educação para cumprir metas, diz estudo

Imagem
Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil Relatório da Fundação Abrinq mostra que o principal desafio está na educação infantil - Arquivo/ Agência Brasil A redução das desigualdades entre as regiões brasileiras no acesso e na qualidade da educação é um dos principais desafios do país para o cumprimento dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU) até 2030. A análise é de um estudo da Fundação Abrinq, lançado hoje (10), que analisa os objetivos relacionados à educação e ao trabalho. “As desigualdades regionais aparecem muito fortemente em todos os indicadores. É preciso uma política de redução de desigualdades urgente, e isso tem que ter tanto ações com foco regional, quanto ações para priorizar as classes sociais de mais baixa renda”, diz a administradora executiva da Fundação Abrinq, Heloisa Oliveira. O estudo compõe uma série de quatro relatórios que serão publicados para analisar os principais indicadores nacionais associados a crianças…

Mais Visitadas

Campus Party 2018 vendeu 30% a mais de ingressos que edição anterior

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

VIVENDO E APRENDENDO

Escritora portuguesa constrói alegoria sobre passado e presente do Brasil