Destaque

Choram porque amam

Padre Geovane Saraiva* Como é bom rezar e colocar em primeiro lugar o mistério da redenção! Nem sempre, porém, sabemos rezar e nem d...

19 de outubro de 2016

Artista sacro Cláudio Pastro morre aos 68 anos em São Paulo, SP

Pastro era considerado principal artista sacro do país na atualidade. Artista é responsável por várias obras no Santuário Nacional de Aparecida.

Do G1 Vale do Paraíba e Região

Claudio Pastro assinou a cúpula e o nicho da Basília (Foto: A12/Thiago Leon)Cláudio Pastro assina mosaico da cúpula e o nicho da Basílica (Foto: Thiago Leon/ Santuário Nacional)













Considerado principal artista sacro do país na atualidade, Cláudio Pastro, de 68 anos, faleceu na madrugada desta quarta-feira (19) em São Paulo. Pastro é responsável pela concepção artística do Santuário Nacional de Aparecida e por mais de 350 obras no Brasil e no mundo, além de ter atuado na confecção de peças durante as visitas dos Papas Francisco e Bento XVI.


O artista sacro estava internado há cerca de 15 dias no hospital Oswaldo Cruz, na capital paulista, e morreu em decorrência de complicações de um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Segundo o Santuário Nacional, o corpo será velado no Mosteiro Nossa Senhora da Paz, em Itapecerica da Serra. O sepultamento será às 16h, no cemitério do Mosteiro.

Para os visitantes, ver a imagem no nicho é o momento de maior emoção no Santuário Nacional. (Foto: Fábio França/ G1)Nicho que abriga a Santa é assinado por Cláudio Pastro (Foto: Fábio França/ G1)













Pastro é autor de obras como o nicho que abriga a imagem de Nossa Senhora na Basílica Nacional. Ele também é responsável pelos desenhos no altar central e um mosaico que está sendo feito na cúpula central do Santuário. A arte desenvolvida para a medalha em comemoração aos 300 anos do encontro da imagem da Santa também é assinada pelo artista.
Uma de suas últimas obras antes do falecimento foi o monumento em homenagem aos 300 anos do encontro da imagem, inaugurado no início de setembro no Vaticano. Com mais de quatro metros de altura, a peça feita em aço, remonta o encontro, com a imagem dos pescadores e da imagem. O monumento foi inaugurado pelo Papa.
Monumento dedicado à Nossa Senhora Aparecida no Vaticano (Foto: Divulgação/Arquidiocese de Aparecida)Monumento dedicado à Nossa Senhora Aparecida no Vaticano (Foto: Divulgação/Arquidiocese de Aparecida)













Visita de Papas
Cláudio Pastro produziu as peças usadas pelo Papa Franciso durante a visita ao Brasil, em 2013, na Jornada Mundial da Juventude. Dos cálices e mobiliário aos trajes das celebrações, tudo foi elaborado pelo artista plástico.

Em 2007, o artista projetou a capela anexa aos aposentos utilizados por Bento XVI durante sua visita a Aparecida. Ao todo, artista assinou 350 obras em igrejas do Brasil e do mundo.
Pastro 11 (Foto: Raul Zito/G1)Pastro confeccionou peças para a visita do Papa Francisco em 2013 (Foto: Raul Zito/G1)

Após Nobel, editoras anunciam lançamento de obras de Bob Dylan

Editora Planeta anunciou que vai editar duas obras do compositor

Após Nobel, livros de Bob Dylan serão relançados no Brasil JONATHAN NACKSTRAND/AFPAgora Nobel de Literatura, Bob Dylan terá seus livros relançados no Brasil. Segundo a colunista Sonia Racy, do jornal Estadão, a editora Planeta publicará em novembro uma nova edição de Crônicas — Volume 1
Em 2017, a mesma editora lançará Tarântula — único romance cantor, que havia sido editada no país em 1986 pela Brasiliense.
Na semana passada, a Academia Sueca anunciou que Dylan foi o escolhido para o Prêmio Nobel de Literatura de 2016. Na ocasião, a entidade justificou a escolha dizendo que o músico ajudou a "criar um novo modo de expressão poética na tradição americana".
Zero Hora

Apelo global contra o tráfico de seres humanos


O diretor-executivo da agência das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (UNDOC, na sigla em inglês), Yuri Fedotov, lançou um apelo aos governos de todo o mundo, para que reforcem o combate ao tráfico de pessoas e aos contrabandistas de migrantes. A maioria das vítimas – cerca de 79 por cento – são mulheres e crianças. 

Segundo Fedotov, é urgente que os países apliquem a Convenção da ONU sobre Crime Organizado Transnacional, sobretudo no momento atual em que se verificam um pouco por todo o mundo deslocamentos em larga escala, que deixam milhões de pessoas vulneráveis à violência e à exploração. 

Para o responsável, citado pela Rádio ONU, a meta é acabar com o tráfico de pessoas e com a impunidade dos criminosos envolvidos nas ações, mudar a maneira como os recursos são alocados, e direccionair o financiamento para o combate às redes criminosas e aos seus fluxos de rendimento.


Fátima Missionária

Programas infantis da TV Brasil são indicados ao Emmy Kids 2016

Da Agência Brasil
Resultado de imagem para Programas infantis da TV Brasil são indicados ao Emmy Kids 2016As produções infantis O Show da Luna e SOS Fada Manu, da TV Brasil, foram indicadas para o Emmy Kids Internacional 2016. Exibido na Hora da Criança de segunda a sexta-feira às 9h52 e às 14h15, O Show da Luna é uma produção da TV Pinguim e tem coordenação musical de André Abujamra. Já o SOS Fada Manu é uma coprodução da EBC, Gloob e Boutique Filmes e tem previsão de estreia na TV Brasil em dezembro deste ano
A premiação acontecerá em cerimonia em Cannes, na França, no dia 4 de abril de 2017.
“Esses dois produtos cumprem a missão da EBC de fortalecer e incentivar a produção independente e também ressalta o fato de a TV Brasil ser a única emissora aberta que tem quase sete horas diárias de programação infantil”, destaca a diretora de Produção Artística, Cida Fontes.
“A indicação é gratificante pois mostra que o compromisso da EBC em oferecer conteúdos relevantes para o público infantil está sendo cumprido com louvor”, acrescenta e destaca que este compromisso existe desde a criação da emissora e é mantido pela atual diretoria.
Show da Luna conta a história de Luna, uma garotinha curiosa e alegre, sempre cheia de perguntas e disposta a investigar o mundo para desvendá-las. Para ela, o planeta Terra é um laboratório gigante e todos os acontecimentos são fenômenos a serem investigados, sempre na companhia do irmãozinho, Júpiter, e do furão de estimação da família, Cláudio. A trama traz como elementos centrais a ciência, a imaginação e a música, explicando sobre o processo científico com humor e situações lúdicas.
SOS Fada Manu fala sobre os desafios enfrentados por Manu como aprendiz de Fada Madrinha. A personagem tenta resolver os problemas do Reino usando seu guarda-chuva como varinha de condão. Em sua busca, esbarra em personagens dos contos de fada que vivem situações inusitadas e são apresentados de uma forma diferente da que são conhecidos nas histórias infantis. Sempre com a ajuda de seus amigos, o medroso João e Duque, um sapo que acredita ser nobre.

A importância de agradecer

A importância de agradecer
Um vídeo motivacional com belas palavras do Papa Francisco

Estudantes podem iniciar renovação de matrícula no Fies

Liberação do sistema foi anunciada após Congresso aprovar recursos extras para o Fies

Da Redação, com Agência Brasil
Resultado de imagem para fiesCom a aprovação de recursos extras para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) pelo Congresso Nacional, o Ministério da Educação (MEC) vai abrir o sistema online para que os estudantes iniciem o processo de renovação das matrículas a partir desta quarta-feira, 19.
O Projeto de Lei 8/16, aprovado ontem, abre crédito suplementar de R$ 1,1 bilhão em favor do Ministério da Educação (MEC) e de operações oficiais de crédito. A medida libera R$ 702,5 milhões para o Fies e R$ 400,9 milhões para a edição de 2016 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).
No Congresso Nacional, após a votação, o ministro da Educação, Mendonça Filho,  disse à imprensa que apressará o Palácio do Planalto para a sanção. 
Com os recursos, o MEC deverá normalizar os repasses e as recompras que podem ser feitas pelas instituições de ensino privadas que participam do programa. Sem a verba, as renovações das matrículas, que normalmente ocorrem em julho, estavam paralisadas.
Os estudantes, que estavam apreensivos sem conseguir acessar o sistema de matrículas, comemoraram nas redes sociais. “Aleluia já estava cansada de tanta noticia ruim, antes tarde do que nunca”, diz estudante pelo Twitter. “Liberaram o Fies graças à Deus!”, diz outra usuária da rede social.
Segundo o ministro, o atraso não prejudicará os estudantes.
De acordo com o Sindicato das Mantenedoras de Ensino Superior (Semesp), o atraso atinge 1.863.731 alunos de 1.358 instituições particulares de ensino. Segundo a entidade, os repasses atrasados referentes a certificados do Fies somam cerca de R$ 5 bilhões. Os recursos aprovados ontem cobrirão os atrasos de pagamentos com serviços de administração de contratos prestados por bancos. Com isso, os repasses poderão ser normalizados.

Filme sobre o Conjunto Palmeiras ganha exibição no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza

Fortaleza recebe o lançamento aberto ao público do documentário “Palmas”, de Edlisa Peixoto. Sessão será seguida de debate

Foto: Assessoria / divulgação
Documentário conta a história do banco Palmas na visão dos moradores do Conjunto Palmeiras

Fortaleza recebe o lançamento aberto ao público do documentário “Palmas”, de Edlisa Peixoto. Sessão será seguida de debate
Há cerca de 40 anos, os moradores chegaram ao Conjunto Palmeiras em situação de miséria. Expulsos de seu lugar de origem, em sua grande maioria vindos da zona de praia da cidade, eles iniciaram um processo de reconstrução da comunidade, de urbanização do espaço e desenvolvimento de projetos de geração de renda. Uma das iniciativas foi a criação de uma moeda social interna, de livre aceitação, e do primeiro banco popular comunitário do Brasil: o Banco Palmas.

O Debate
A psicóloga especialista em audiovisual Edlisa Peixoto conta a história da força da comunidade e da construção coletiva desse processo socioprodutivo no documentário “Palmas”, que será lançado em Fortaleza. A exibição será gratuita e aberta ao público no dia 19 de outubro (quarta-feira), às 19h30, como parte da programação da Semana do Audiovisual Cearense do Cineteatro São Luiz. A sessão será seguida de debate com a diretora, que convida Joaquim Melo, diretor do Instituto Banco Palmas; os cineastas Glauber Filho, Joe Pimentel e Tibico Brasil, além de personagens entrevistados no filme.

A proposta do documentário é contar a trajetória do Conjunto Palmeiras pela visão dos próprios moradores. Eles mesmos se entrevistam e reconstroem a memória do bairro, que ainda é pouco conhecido até mesmo por outros cearenses. “O documentário vem apresentar essa história de décadas de resistência e inovação, além de discutir a economia solidária e a movimentação sociocultural que a população passou. É uma história de pessoas simples e sua capacidade de transformação, que precisa ser contada para inspirar outras pessoas em suas mudanças pessoais e coletivas”, afirma Edlisa Peixoto, que que buscou desconstruir certa objetividade técnica usual da linguagem documental,  para fazer uma investigação mais emocional do tema.

Entre os assuntos abordados, os moradores relembram a opressão do governo brasileiro, que não entendeu a criação do banco popular comunitário e considerou o palmas um crime contra o Estado Brasileiro, o que os levou a serem processados juridicamente pelo Banco Central por “falsificação de moeda”. Edlisa Peixoto conversou com moradores e líderes da comunidade que participaram de todo o processo de implementação da moeda e que acompanharam de perto os benefícios que ela trouxe, como o desenvolvimento de projetos de moda, tecnologia, educação e comércio.

Eles seguem inovando. Atualmente, a moeda já é eletrônica, em aplicativo desenvolvido pelo laboratório de tecnologia PALMASLAB, onde jovens da comunidade desenvolvem vários aplicativos e produtos que estão sendo comprados por empresas e instâncias públicas para mapeamentos e pesquisas.

Esse ano, o filme foi lançado em tour europeia, passando por Portugal, Bulgária, Eslovênia e Croácia, colocando o Conjunto Palmeiras em diálogo com outras realidades sociais. Recentemente, “Palmas” foi selecionado para o festival italiano Terra di Tutti, voltado a documentários e cinema social no mundo.

O Documentário
“Palmas” (Documentário, 2014, 56min), de Edlisa Peixoto
Sinopse: Em 1973, movido por interesses de especulação imobiliária, a Prefeitura de Fortaleza desapropriou 1.500 famílias de suas casas na zona costeira da Capital. Essas famílias foram transferidas para um local sem a mínima infraestrutura de moradia, a mais de 20km de seu local de origem, e iniciaram um intenso movimento de reivindicações e lutas. Para resolver os problemas socioeconômicos dos moradores, a comunidade criou também a sua própria moeda, chamada de "Palmas", e o primeiro banco popular comunitário do Brasil.

Serviço:
Exibição de “Palmas”, dirigido por Edlisa Peixoto
Data: 19 de outubro de 2016 (quarta-feira)
Horário: a partir das 19h30
Local: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500, Centro)
Entrada gratuita

Com informações da assessoria do evento