Pular para o conteúdo principal

Com Caio Blat, "Grande Sertão: Veredas" tem duas apresentações no Theatro José de Alencar

Após o cancelamento das sessões de “Grande Sertão: Veredas” que estavam marcadas para os dias 26 e 27 de maio, o espetáculo será apresentado neste domingo, 12, em duas apresentações no Theatro José de Alencar. A peça sobe ao palco às 16 e às 20 horas, com ingressos disponíveis nos valores que variam de R$ 40 (torrinha/meia) a R$ 120 (palco/valor único).

A adaptação da clássica obra de João Guimarães Rosa é feita pela diretora teatral Bia Lessa, que leva o público para dentro da narrativa, misturando teatro, artes plásticas e cinema. Durante 2 horas e 20 minutos é encenado a epopéia do jagunço Riobaldo, interpretado por Caio Blat, que atravessa o deserto para enfrentar Hermógenes, encenado por José Maria Rodrigues. O protagonista ainda fará um pacto com o diabo durante a sua saga e descobrirá o amor por Diadorim, que ganha corpo com Luíza Lemmertz.
Além do espetáculo teatral, “Grande Sertão: Veredas” traz uma grande estrutura que será instalada no saguão do Theatro José de Alencar e receberá visitação do público no dia da apresentação, das 14 às 20 horas.
O espetáculo já recebeu diversas premiações, entre elas, o Prêmio APCA 2017 e Prêmio Shell, ambos como melhor direção para Bia Lessa e este último entregando, também, o melhor ator para Caio Blat. Além do protagonista premiado, estão no elenco Luíza Lemmertz, Luísa Arraes, Leonardo Miggiorin, José Maria Rodrigues, Balbino de Paula, Daniel Passi, Elias de Castro, Lucas Oranmian e Clara Lessa. A imersão no mítico sertão é formada pela música de Egberto Gismonti, a concepção espacial de Camila Toledo, o figurino de Sylvie Leblanc e os adereços de Fernando Mello da Costa.
Serviço
Espetáculo “Grande Sertão: Veredas”
Quando: domingo, 12, às 16 e 20 horas
Onde: Theatro José de Alencar (rua Liberato Barroso, 525 - Centro)
Quanto: Palco: R$ 120 (valor único); Plateia: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia); Frisa e Camarote: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia); Torrinha: R$ 80 (inteira) e R$ 40 (meia). Ingressos disponíveis na bilheteria do Theatro, lojas Blinclass do Iguatemi e RioMar Fortaleza e no site ingressando.com.br
 Redação O POVO Online

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/