Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Missionária da literatura

Suzana Vargas, fundadora do Instituto Estação das Letras – que está completando 25 anos – está no PublishNews Entrevista desta semana
Na década de 1990, a gaúcha Suzana Vargas teve uma ideia: criar, no Rio de Janeiro, uma série chamada Rodas de Leitura, em torno das quais, alunos e grupos de leitura e de literatura pudessem se reunir e formar uma comunidade leitora. Daí nasceu, há 25 anos, a Estação das Letras. Nesses anos, a figura de Suzana – que é também poeta e se aposentou como funcionária da Biblioteca Nacional – se consolidou como uma missionária da literatura. E a sua trajetória a trouxe para a edição desta semana do PublishNews Entrevista, programa que busca formar um arquivo da memória editorial brasileira. 
Na conversa com André Argolo, ela resgatou memórias da infância no Rio Grande do Sul. Lembrou quando leu, ainda muito menina, Os homens ocos, poema de T.S. Eliot, por exemplo. “A coisa mais maravilhosa que encontrei na minha vida foi a literatura”, disse. 
Falou da sua chegada ao Rio de Janeiro para onde foi pensando em estudar Educação Física – gostava muito de esportes –, mas a escrita e a leitura falaram mais forte e ela seguiu para as Letras. Em 1979, publica seu primeiro livro pela Tempo Brasileiro, de Eduardo Portella. “Ele viu alguma coisa ali e me convidou para escrever na revista dele. Eu era muito nova, aos 22 anos”, relatou. “A primeira resenha [sobre um livro de Paul Celan], ele reprovou”, lembra. “Na segunda [sobre Maíra, de Darcy Ribeiro], não houve retoque”, concluiu. 
Em paralelo, foi ser professora do ensino fundamental e médio até que nos anos 1980, começou a dar aulas em universidade, sempre pesquisando a questão da leitura no Brasil.
“Eu comecei a pensar que, se eu sou escritora e eu quero que me leiam e [se] no Brasil não tem leitores, eu vou trabalhar para que existam mais leitores”, disse. E foi aí que Suzana assumiu a sua missão de vida.]
Na entrevista, ela abre esse arquivo rico de vivências que a levaram a ser uma espécie de farol para as políticas públicas de escrita e leitura no Brasil, uma verdadeira inspiração para quem decide verdadeiramente se dedicar à Educação e à Cultura no Brasil.
O PublishNews Entrevista é um oferecimento do #coisadelivreiro, consultoria em marketing e inteligência de negócios para o mercado editorial.
Além de estar disponível no canal do PublishNews no YouTube, este episódio está disponível em áudio também pelas plataformas digitais: SpotifyiTunesGoogle Podcasts e Overcast.
Em parceria com o vídeo repórter Andre Argolo, o PublishNews mantém o projeto PublishNewsTV, que grava reportagens e entrevistas relacionadas ao mundo do livro.
Via Publishnews 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Lampião: como o assassino brutal construiu a imagem de herói

Oficina Raquel e Jandaíra lançam coletânea de poemas e ensaios eróticos

Vocação a serviço da vida