Papa agradece realizadores de filme que teve sua participação

“Beyound the Sun” além de conter cenas especiais com a participação do Papa, foi também inspirado em ideia do pontífice

Da redação, com Rádio Vaticano
O Papa Francisco agradeceu no último domingo, 29, os realizadores do filme “Beyound the Sun” (“Além do Sol”), do qual participou de algumas cenas, e que deverá estrear no cinema italiano em dezembro deste ano. A mensagem, escrita em espanhol, foi lida durante a coletiva de imprensa de apresentação do filme no Festival de Cinema de Roma.
“Muito obrigado. Faço votos de que o filme tenha sucesso na apresentação [no festival]. O que quer dizer que irá muito bem, rezo por isto. Por favor, não se esqueçam de rezar por mim. Que Jesus e a Santa Virgem vos abençoes. Afetuosamente, Francisco!” escreveu o Papa. O filme de Graciela Rodriguez, nascido de uma ideia de Bergoglio, é uma história sobre uma viagem de fé, contada por meio de uma aventura vivida nas montanhas por cinco crianças, que se perguntam como e onde encontrar Deus.
O Papa tem participação especial nas cenas mais importantes do filme, segundo o produtor da obra cinematográfica, Andrea Iervolino, mas não interpreta em nenhuma parte. Na cena em que participou Francisco disse: “A melhor forma para encontrar Jesus é por meio do Evangelho, do Catecismo, mas também conversando com Ele diretamente, contando a Ele o que acontece contigo, o que está bem ou não, o que acontece na tua família. Isto chama-se oração. É um caminho seguro. Jesus está esperando por vocês, está buscando vocês e quem o busca o encontrará. Força e coragem!”.
Papa Francisco e o produtor do filme Andrea Iervolino / Foto: Sala de Imprensa da Santa Sé
Francisco já viu o filme em uma projeção privada no Vaticano, ao lado de outros cinquenta convidados. Segundo Iervolino, após uma projeção, chegaram pedidos para o filme, de todo o mundo. “Queremos propô-lo em muitas projeções no cinema para as escolas, mas sairá também em todos os outros canais, salas, web e TV”, acrescentou.
Segundo a diretora de “Beyound the Sun”, o pedido do Papa era para que fosse feito um filme que as crianças conseguissem entender, no qual se falasse do Evangelho. A sequência que o Santo Padre gravou em Santa Marta, no Vaticano, foi segundo Graciela, a primeira da produção. A diretora é uma psiquiatra que trabalhou por 38 anos e em 11 países, ajudando as vítimas de abusos e desastres, e colaborando também com a Igreja na Argentina, na prevenção de abusos contra menores.
Graciela foi consultora do Cardeal Bergoglio e atualmente colabora com o Vigário do Papa Francisco em Buenos Aires, Dom Eduardo Garcia, consultor religioso do filme. “Existe uma viagem espiritual, com muitas metáforas, como as montanhas, símbolo de elevação. Parte-se de uma pergunta que todos nós fazemos, onde está Jesus, como fala conosco”, afirmou.
O filme, que para o título inspira-se no Livro do Apocalipse, é, segundo a diretora, voltado a todos aqueles que estão em busca e que estão enfrentando sem violência os conflitos da vida. “É para crianças e adultos, porque todos nós temos uma criança dentro de nós”, finalizou.

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Deus, alimento e remédio

Filme luso-brasileiro com índios Krahô vence Festival de Cinema de Lima

Ser estudante