Atrações culturais nas ruas de Recife

por João Neto - Repórter
Grupos de maracatu e bandinhas levam carnaval às ruas em pleno mês de novembro. As vestimentas chamam atenção de quem vai ao Marco Zero
O turismo das grandes capitais é voltado para museus, praias, parques ecológicos entre outras atividades em prédios históricos. Em Recife, em plena época de Papal Noel, quem toma as ruas são os blocos de maracatu. O evento só acontece graças ao projeto "Recife Antigo de Coração". Um convite para que recifenses e turistas aproveitem e vivam intensamente a cidade. Desde março de 2013, o Centro Histórico se transforma em um grande parque a céu aberto, aos domingos, congregando pessoas de todas as idades, gostos e estilos.
O turista que for passar longas temporadas em Recife vai encontrar uma programação variada a cada fim de semana. O cronograma, que toma conta das ruas do Bom Jesus, Alfredo Lisboa, Avenida Rio Branco, Rua da Moeda e Marquês de Olinda, conta com brincadeiras para a criançada, shows e muitas atividades esportivas, como futebol, vôlei, slackline, patinação artística, handebol, skate e badminton. A média de público do evento é de 25 mil pessoas. Em 2017, foram realizadas sete edições.
Além disso, todo domingo é realizada uma "prévia" da edição maior com atração cultural itinerante, aluguel de bikes e o fechamento do bairro para carros. Em 2017, foram realizadas 23 edições com a presença de 15 mil pessoas por domingo.
A turista argentina Esmeralda Roca, 52, escolheu Recife pelo valor histórico. A aposentada que também é arquiteta descobriu os prédios históricos da cidade pela internet e resolveu conferir de perto as paisagens e as construções históricas. "Eu rodo o mundo em busca de arquitetura. É bom saber que estão preservando um pedaço da história aqui em Recife", comenta a turista.
Rotas
A secretária de Turismo, Esportes e Lazer de Recife, Ana Paula Vilaça, explica que desde a chegada da hub da Azul, a cidade vem recebendo um perfil diferente de turistas. "Nos últimos três anos passamos a ofertar mais de 25 destinos nacionais e nove destinos internacionais. Isso deu um grande impacto ao município. Temos dados da Polícia Federal que apontam que houve um aumento em mais de quatro vezes o número de turistas, principalmente os argentinos", avalia a gestora.
Até o fim do ano, a prefeitura, junto com o governo estadual, deve entregar mais um ponto de turismo na orla: o Boulevard da Avenida Rio Branco. O projeto tem custo previsto de R$ 5,2 milhões e será realizado com recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo do Nordeste (Prodetur).
A avenida manterá seus 8,8 metros de largura, mas o piso será elevado até a altura do piso da Praça do Marco Zero e seguirá o mesmo padrão, em granito. Haverá cinco quiosques comerciais, árvores e bancos, compondo um espaço de convivência. As calçadas vão manter as pedras mineiras atuais e a fiação será embutida. Os veículos ficarão limitados para cruzar a via.
Cores de Carnaval
 
Confira galeria de imagens de blocos de Carnaval no Marco Zero de Recife clicando no link: http://bit.ly/recifeantigotur

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Deus, alimento e remédio

Filme luso-brasileiro com índios Krahô vence Festival de Cinema de Lima

Parabéns, Padre Geovane!

Ser estudante