As 10 obras de arte mais caras da história após recorde de Leonardo da Vinci

A venda nesta quarta-feira (15), por US$ 450,3 milhões, de "Salvator Mundi", de Leonardo da Vinci, coloca essa obra na liderança da lista de quadros mais caros vendidos em leilões, incluindo comissões e outras taxas.
O ranking não leva em consideração as vendas privadas, cujos valores não são divulgados com frequência.
Como exemplo, durante um evento privado no fim de 2015, a casa Christie's teria vendido um quadro do americano Willem De Kooning por US$ 300 milhões ao investidor Kenneth Griffin, segundo a imprensa.
Um colecionador suíço teria vendido uma obra de Gauguin também por US$ 300 milhões em fevereiro de 2005, segundo o jornal "The New York Times".

Veja o ranking das 10 obras mais caras vendidas em leilões

 
'Salvator Mundi', de Leonardo da Vinci, é exibida na Christie durante coletiva de imprensa (Foto: Timothy A. Clary/AFP)
'Salvator Mundi', de Leonardo da Vinci, é exibida na Christie durante coletiva de imprensa (Foto: Timothy A. Clary/AFP)
1. "Salvator Mundi" de Leonardo da Vinci, vendida em 15 de novembro de 2017 por US$ 450,3 milhões na Christie's de Nova York.
2. "As mulheres de Argel (versão 0)", óleo de Pablo Picasso vendido por US$ 179,4 milhões em 11 de maio de 2015 na Christie's de Nova York.
 
A tela 'Nu couché', de Amedeo Modigliani, considerada uma das obras maiores do mestre (Foto: Courtesy of Christie's Images via AP)
A tela 'Nu couché', de Amedeo Modigliani, considerada uma das obras maiores do mestre (Foto: Courtesy of Christie's Images via AP)
3. "Nu deitado", de Amedeo Modigliani, vendida por US$ 170,4 milhõesem 9 de novembro de 2015 na Christie's de Nova York.
4. "Três estudos de Lucian Freud", um tríptico de Francis Bacon, vendido por US$ 142,4 milhões em 12 de novembro de 2013 na Christie's de Nova York.
 
A obra 'O grito', de Edvard Munch (1863-1944), vendida por US$ 119,9 milhões na Sotheby's em 2012 (Foto: Carl Court/AFP)
A obra 'O grito', de Edvard Munch (1863-1944), vendida por US$ 119,9 milhões na Sotheby's em 2012 (Foto: Carl Court/AFP)
5. "O grito", de Edvard Munch, vendida por US$ 119,9 milhões em 2 de maio de 2012 na Sotheby's de Nova York.
 
"Untitled", de Basquiat: peça foi vendida por mais de R$ 370 milhões em maio deste ano (Foto: Sotheby's / via AP Photo)
6. Tela sem título de Jean-Michel Basquiat, vendida por US$ 110,5 milhões em 18 de maio de 2017 na Sotheby's de Nova York.
7. "Nu, folhas verdes e busto", de Pablo Picasso, vendida por US$ 106,4 milhões em 4 de maio de 2010 na Christie's de Nova York.
 
O quadro 'Silver Car Crash (Double Disaster)', de Andy Warhol. (Foto: Arquivo / Sotheby's/ Via AP Photo)
O quadro 'Silver Car Crash (Double Disaster)', de Andy Warhol. (Foto: Arquivo / Sotheby's/ Via AP Photo)
8. "Silver car crash (double disaster)", de Andy Warhol, vendida por US$ 105,4 milhões em 13 de novembro de 2013 na Sotheby's de Nova York.
9. "Muchacho con pipa" (Rapaz com cachimbo), outra obra de Pablo Picasso, vendida por US$ 104,2 milhões em 5 de maio de 2004 na Sotheby's de Nova York.
 
'Nurse', de Roy Lichtenstein, obteve US$ 95,3 milhões no mesmo leilão da Christie's (Foto: TIMOTHY A. CLARY/AFP)
'Nurse', de Roy Lichtenstein, obteve US$ 95,3 milhões no mesmo leilão da Christie's (Foto: TIMOTHY A. CLARY/AFP)
10. "Nurse" (Enfermeira), um quadro icônico de Roy Lichtenstein, vendido por US$ 95,37 milhões em 9 de novembro de 2015 na Christie's de Nova York.

Do G1

Comentários

Mais Visitadas

Trinta Anos de Ordenação Sacerdotal do Pe. Geovane Saraiva

Parabéns, Padre Geovane!

Deus, alimento e remédio

Filme luso-brasileiro com índios Krahô vence Festival de Cinema de Lima

Michelle Bachelet será a nova chefe de direitos humanos da ONU