Secultfor adia realização do Salão de Abril 2018

SALÃO DE ABRIL Comemorando 75 anos em 2018, o evento não será aberto no dia do aniversário da Cidade, como previsto THIAGO GASPAR/DIVULGAÇÃO
SALÃO DE ABRIL Comemorando 75 anos em 2018, o evento não será aberto no dia do aniversário da Cidade, como previsto THIAGO GASPAR/DIVULGAÇÃO
Apesar de a Secretaria da Cultura de Fortaleza (Secultfor) confirmar, desde outubro do ano passado, o início da 69ª edição do Salão de Abril para o próximo dia 13, o evento não começará mais na data do aniversário de Fortaleza. De acordo com a pasta, a prorrogação da mostra (que em 2018 comemora 75 anos) é motivada pela falta de tempo hábil para a seleção dos trabalhos inscritos – um total de 482 obras. A curadoria está sendo feita pelo consultor e produtor de arte paulista Paulo Klein.
A confirmação sobre o adiamento, antecipada pelo O POVO na última terça-feira, 3, ocorre em meio a troca do titular da Secultfor. O atual secretário, Evaldo Lima, deixa o cargo amanhã, 7, data limite do prazo de desincompatibilização (devolução de cargos por quem tem intenção de concorrer às eleições de 2018). A assessoria de comunicação, o órgão confirma, porém, que um novo cronograma já foi traçado para o Salão, que deve começar em maio. O anúncio das obras selecionadas será feito no dia 16 de abril.
Principal evento de artes plásticas do Estado, o Salão de Abril vive período de instabilidade que se arrasta desde o início do ano passado, quando a gestão silenciou durante meses sobre a realização (ou não) da mostra. Em julho de 2017, os artistas da Capital, organizados no Fórum das Artes Visuais, “sequestraram” o evento e organizaram uma edição de protesto. No mesmo mês, a Secultfor anunciou, às pressas, verba de R$ 300 mil, prometendo Salão ainda para aquele ano. O órgão, em seguida, voltou atrás e em outubro a edição “sequestrada” ocupou 15 espaços independentes da Capital.
ARTES PLÁSTICAS NA PI
BELCHIOR
Inaugurado logo após a morte do cantor em abril de 2017, o centro cultural foi uma das prioridades da gestão de Evaldo Lima. Atualmente o equipamento recebe a mostra Encantes Amazônicos.
TEATRO MUNICIPAL
SÃO JOSÉ
Fechado desde 2010, o equipamento finalmente teve suas obras iniciadas. A reforma, prevista para ser finalizada em quatro meses, inclui construção de anexo.
AÇÕES NAS PRAÇAS
BOM DE FORTALEZA
Lançado em maio do ano passado, o projeto vem percorrendo praças da Capital com apresentações de diferentes linguagens artísticas.

RENATO ABÊ
O Povo

Comentários

Mais Visitadas

Pessoas com deficiência ainda não têm assegurados o acesso a bens culturais

Autor revisa história do gênero literário em novo livro

Professores pedem tombamento do prédio da antiga Escola Normal Rural

Resgate em caverna da Tailândia pode virar filme em Hollywood

Novo livro de Scholastique Mukasonga, traz o retrato cruel do genocídio ocorrido em Ruanda, na África, em 1994