AVEIRO: 1200 JOVENS «ARREGAÇARAM AS MANGAS» AO SERVIÇO DA COMUNIDADE

Foto: Diocese de Aveiro
Agência Ecclesia 21 de Março de 2016, às 12:51 
Foto: Diocese de Aveiro
Dia Mundial da Juventude marcado por trabalho voluntário em instituições e no apoio aos idosos e pessoas com deficiência

Aveiro, 21 mar 2016 (Ecclesia) – O Dia Mundial da Juventude, na Diocese de Aveiro, reuniu em Vagos cerca de 1200 jovens e voluntários e incentivou-os à solidariedade e disponibilidade para com os outros, com o tema “Rostos ao serviço”.

Segundo a diretora do Departamento Diocesano de Pastoral Juvenil, em declarações à Agência ECCLESIA, os participantes tiveram ocasião de colocar em prática “no terreno, o que é estar ao serviço dos outros e da comunidade”, em tarefas tão diversificadas como “limpar valetas” e apoiar “idosos e pessoas com deficiência em instituições”.

“O feedback que nós fomos tendo foi ao longo do dia foi muito positivo e de mangas arregaçadas e de luvas calçadas e de janelas retiradas, janelas lavadas e de muros pintados e de lagoas limpas e foi muito, muito positivo”, salientou Ondina Matos.

Catarina Silva, da Paróquia de Albergaria, teve como missão distribuir “abraços e sorrisos” às pessoas e destacou a partilha de experiências “únicas”, que “dão aos jovens um crescimento enorme”.

“Às vezes não sabemos o que fazer, andamos um bocadinho perdidos, à procura de nos integrarmos e acho que Cristo é o caminho e estar com os outros, estarmos reunidos, estar ao serviço é o que interessa”, acrescentou Rafael Oliveira, da Paróquia de Ílhavo.

O Dia Mundial da Juventude foi lançado pelo Papa João Paulo II em 1984 e é assinalado habitualmente no Domingo de Ramos, este ano a 20 de março.

O tema escolhido pela Diocese de Aveiro, “Rostos ao Serviço”, pretendeu reforçar a máxima que o Papa Francisco elegeu para a próxima jornada mundial da juventude que vai decorrer no mês de julho, em Cracóvia, na Polónia, “felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”.

Além de terem sido desafiados a trabalho voluntário em várias IPSS, escolas e outras instituições da região, os jovens de Aveiro, a partir dos 18 anos, foram convidados a dar sangue e a inscreverem-se como dadores de medula óssea.

Uma iniciativa que contou com a parceria dos Bombeiros Voluntários de Vagos, do Instituto Português de Sangue e da Associação de Dadores de Sangue da Mamarrosa.

Para Sara Lopes, uma das jovens que arregaçou as mangas, a vontade em contribuir foi mais forte do que o medo das agulhas.

“Para mim era mesmo um desafio estar aqui mas decidi que seria o momento ideal com esta proposta, tomar este passo. Correu bem, houve alguns sobressaltos, mas fiz a minha parte, a minha doação, e estou feliz”, salientou.

A atividade terminou com o encontro dos jovens com a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que tem estado de visita a todas as dioceses do país.

SN/JCP

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado