AVEIRO: 1200 JOVENS «ARREGAÇARAM AS MANGAS» AO SERVIÇO DA COMUNIDADE

Foto: Diocese de Aveiro
Agência Ecclesia 21 de Março de 2016, às 12:51 
Foto: Diocese de Aveiro
Dia Mundial da Juventude marcado por trabalho voluntário em instituições e no apoio aos idosos e pessoas com deficiência

Aveiro, 21 mar 2016 (Ecclesia) – O Dia Mundial da Juventude, na Diocese de Aveiro, reuniu em Vagos cerca de 1200 jovens e voluntários e incentivou-os à solidariedade e disponibilidade para com os outros, com o tema “Rostos ao serviço”.

Segundo a diretora do Departamento Diocesano de Pastoral Juvenil, em declarações à Agência ECCLESIA, os participantes tiveram ocasião de colocar em prática “no terreno, o que é estar ao serviço dos outros e da comunidade”, em tarefas tão diversificadas como “limpar valetas” e apoiar “idosos e pessoas com deficiência em instituições”.

“O feedback que nós fomos tendo foi ao longo do dia foi muito positivo e de mangas arregaçadas e de luvas calçadas e de janelas retiradas, janelas lavadas e de muros pintados e de lagoas limpas e foi muito, muito positivo”, salientou Ondina Matos.

Catarina Silva, da Paróquia de Albergaria, teve como missão distribuir “abraços e sorrisos” às pessoas e destacou a partilha de experiências “únicas”, que “dão aos jovens um crescimento enorme”.

“Às vezes não sabemos o que fazer, andamos um bocadinho perdidos, à procura de nos integrarmos e acho que Cristo é o caminho e estar com os outros, estarmos reunidos, estar ao serviço é o que interessa”, acrescentou Rafael Oliveira, da Paróquia de Ílhavo.

O Dia Mundial da Juventude foi lançado pelo Papa João Paulo II em 1984 e é assinalado habitualmente no Domingo de Ramos, este ano a 20 de março.

O tema escolhido pela Diocese de Aveiro, “Rostos ao Serviço”, pretendeu reforçar a máxima que o Papa Francisco elegeu para a próxima jornada mundial da juventude que vai decorrer no mês de julho, em Cracóvia, na Polónia, “felizes os misericordiosos porque alcançarão misericórdia”.

Além de terem sido desafiados a trabalho voluntário em várias IPSS, escolas e outras instituições da região, os jovens de Aveiro, a partir dos 18 anos, foram convidados a dar sangue e a inscreverem-se como dadores de medula óssea.

Uma iniciativa que contou com a parceria dos Bombeiros Voluntários de Vagos, do Instituto Português de Sangue e da Associação de Dadores de Sangue da Mamarrosa.

Para Sara Lopes, uma das jovens que arregaçou as mangas, a vontade em contribuir foi mais forte do que o medo das agulhas.

“Para mim era mesmo um desafio estar aqui mas decidi que seria o momento ideal com esta proposta, tomar este passo. Correu bem, houve alguns sobressaltos, mas fiz a minha parte, a minha doação, e estou feliz”, salientou.

A atividade terminou com o encontro dos jovens com a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima, que tem estado de visita a todas as dioceses do país.

SN/JCP

Comentários

Mais Visitadas

Há 220 anos, Ceará se emancipava de Pernambuco

Cenário da Economia

Jesus não precisava ser batizado

"Harry Potter" ajuda a salvar histórica Livraria Lello, em Portugal

Prefeitura de Salvador divulga atrações classificadas para Furdunço 2019