Pular para o conteúdo principal

O ALTO CUSTO DOS CASAMENTOS ESTÁ INIBINDO OS CASAIS DE NOIVOS?

Foto referencial / Crédito: Flickr Jay Zhang (CC-BY-NC-SA-2.0)
DENVER, 09 Mar. 16 / 02:00 pm (ACI).- Uma fundação inglesa fez uma pesquisa acerca das razões pelas quais as pessoas optam por não se casar. Uma das respostas foi o alto custo do casamento. Com relação a este tema, aconselham não ser “extravagantes” nas celebrações e concentrar-se nas coisas mais importantes.

“Fizemos uma pesquisa sobre as razões que existem para não se casar e a razão principal para os homens era o custo do casamento”, comentou Harry Benson, funcionário de Marriage Foundation em Reino Unido.

A ‘Marriage Foundation’ iniciou um serviço a fim de ajudar para que os casais sejam mais sóbrios em suas celebrações pelo bem da sua relação. Esta instituição foi fundada por Paul Coleridge, um juiz britânico especializado em temas de família.

Preparar uma festa de casamento no México custa cerca entre 9 e 11 mil dólares. Na Colômbia e na Argentina, supõe um custo de aproximadamente entre 5 e 10 mil dólares, enquanto no Peru o valor está entre os 8 e 10 mil dólares.

Nos Estados Unidos, o preço médio está entre 17 e 20 mil dólares, enquanto na Espanha, custa entre 20 e 25 mil euros.

“Acho que as celebridades colocaram um patamar muito, muito alto com todos esses extravagantes, luxuosos e bem fotografados eventos”, comentou Benson. Por isso, quando os casais querem “a festa de casamento dos seus sonhos” não costumam ser muito “realistas”.

Melissa Naasko, mãe de família e blogger de Dyno-mom, comentou ao Grupo ACI que “se tivesse que aconselhar uma noiva seria que foque mais na cerimônia do matrimônio e menos na festa”.

Naasko considera que as melhores celebrações são as que não ultrapassam o orçamento nem causam problemas financeiro ao casal. Recordou quando organizou o casamento de uma amiga e o primeiro conselho que lhe deu foi este: “Nunca, mas nunca compre uma revista de festas, porque todas estão feitas para vender coisas. Pelo menos 60 por cento da revista são anúncios”.

Em seguida, a blogger acrescentou que evitar as revistas e os programas de televisão sobre celebrações ajuda as noivas a “prestar mais atenção no que seus amigos e familiares lhe estão dizendo e o evento se torna mais humano e menos material”.

Alguns conselhos do Papa para que o matrimônio dure a vida inteira http://bit.ly/1GQbaP6  
“Não há nada de mau ter uma festa simples e a cerimônia do matrimônio obviamente é a parte mais importante do casamento”, comentou Naasko.

Matt Archbold, analista católico, indicou em um post de blog do National Catholic Register: “As grandes celebrações… podem ser decepcionantes, daninhas para a sociedade e machucam a fé das pessoas”.

Também indicou que comprometer-se por mais de um ano economizando dinheiro para gastá-lo no “grande dia” pode colocar os casais em uma precária situação moral que afeta a convivência.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…