Pular para o conteúdo principal

CIRO GOMES: CULPA DA ATUAL SITUAÇÃO BRASILEIRA NÃO É DO PT

:
Em palestra na noite desta terça-feira (14) em São Paulo, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse que a culpa da atual situação brasileira não é do PT e que está à disposição para contribuir com a defesa da presidente eleita Dilma Rousseff, que “é honesta e herdou governo mestiço”. Pré-candidato à Presidência em 2018, o ex-governador do Ceará falou ainda sobre sua proposta de reforma política e afirmou que tem a oferecer ao País “36 anos de história, sem inquérito nenhum”
15 DE JUNHO DE 2016 ÀS 09:48

Ceará247 - A culpa da atual situação brasileira não é do PT, avaliou o ex-ministro Ciro Gomes (PDT-CE), em palestra na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FESPSP), na noite desta terça-feira (14). "Culpa é um conceito católico extremamente retrógrado. Não é o PT o problema do Brasil. Aliás, a minha raiva é uma paixão magoada. Minha coisa é com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e não com o PT. Não atribuo culpa a ninguém e o PT, no fim, é o lado bom da história. O problema é que o PT falhou, fracassou, e expôs todo o pensamento progressista a um retrocesso”, disse, de acordo com informações do Estadão.

Ele avaliou, no entanto, o quadro do partido como despreparado, citando nomes como Antonio Palocci e José Dirceu. "Palocci, por exemplo, foi fazer besteira. Dirceu, meu amigo, não podia fazer o que fez. Não é culpa. É que nós, do nosso lado, não podemos fazer isso", disse, analisando ainda o encontro recente entre Lula e Renan Calheiros como um erro.

Sobre a presidente afastada Dilma Rousseff, Ciro disse estar à disposição de sua defesa, e acredita que ela está caindo pela “desconstituição pelo povo e pelos seus discursos moralistas”. "Não é por pedalada. Ela é honesta e herdou governo mestiço", disse. "Me afastei deles, porque eu sempre disse 'não vai dar certo, vai dar merda’”. 

Pré-candidato pelo PDT para 2018, Ciro afirmou não saber o que traria de novo para o Brasil caso fosse eleito, mas destacou sua trajetória política até agora e disse que a decisão está nas mãos do povo. “Não sei. O eleitor que tem que me julgar. O que eu tenho que apresentar é 36 anos de história, sem inquérito nenhum, não usufruí das franquias do poder, nem utilizei essas imoralidades de tríplex e não tenho conta na Suíça. Eu tenho uma vida, não sou mais uma proposta", disse.

No entanto, o ex-governador do Ceará defendeu um projeto nacional de desenvolvimento com começo, meio e fim, que não seja “a qualquer custo”, acentuado em poupança doméstica, com novo modelo de construção estratégica planejada e emancipação do agronegócio. "Não vamos inventar outro País", disse.

Ciro sugeriu ainda, como proposta de reforma política, a estatização de campanhas e financiamento público, além do recall, que é convocar a população para saber se o chefe do executivo permanece ou não no cargo, que valeria quatro mandatos para frente.

(Com informações do Estadão)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

Corpo do Jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na terça-feira

Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* O corpo do jornalista Carlos Heitor Cony deve ser cremado na próxima terça-feira (9), no Memorial do Carmo, segundo a Academia Brasileira de Letras (ABL), respeitando o desejo do imortal. Cony morreu ontem (6), aos 91 anos, vítima de falência múltipla dos órgãos após dez dias de internação. Segundo a ABL, como a morte ocorreu em um fim de semana, procedimentos jurídicos e administrativos terão que ser resolvidos nesta segunda-feira (8). Após a cremação, suas cinzas devem ser lançadas em um local que remete a sua infância. Também a pedido do jornalista, seu corpo não foi velado na sede da academia. A amiga e também jornalista Rosa Canha disse que Cony desejava uma cerimônia íntima. "Ele não queria velório, não queria missas nem nenhum tipo de homenagens. Ele pediu muito que fosse uma cerimônia apenas para a família".  Saiba MaisTemer lamenta morte do jornalista Carlos Heitor Cony Carlos Heitor Cony nasceu no Rio em 14 de março de 1926.…

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …