Pular para o conteúdo principal

Jovens têm papel importante nessas eleições, diz TRE-SP

De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os jovens entre 16 e 29 anos representam 27% do eleitorado nacional e podem definir eleições

André Cunha
Da redação

O número de candidatos jovens a cargos públicos cresceu em 2016, quando comparado com as eleições de 2012, de acordo com as estatísticas do Tribunal Superior Eleitoral.
Em 2012, 93.980 pessoas com idade entre 18 e 34 anos se candidataram aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador. Em 2016, os números subiram para 100.464 candidatos, com a mesma faixa etária.
De acordo com a coordenadora de comunicação do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, Eliana Passarelli, esse aumento demonstra o amadurecimento da consciência política dos jovens e também representa um reflexo das manifestações populares que aconteceram no país desde 2013.
“As manifestações influenciaram bastante no ingresso dos jovens na política. Elas geraram essa consciência mais política, da necessidade de participar, sabendo que as transformações passam pela política, que mexe com a vida de todos. Então acho que isso trouxe uma maior consciência em relação com o exercício da cidadania”, explicou.
Para a assessora, o aumento é muito positivo, pois considera que a política precisa se arejar, de novas ideias. “Acho que candidatos mais jovens vão contribuir nesse sentido para a política”.

Jovens eleitores

As próximas eleições também serão marcadas pela força do voto dos jovens. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), os jovens entre 16 e 29 anos representam 27% do eleitorado nacional, o que demonstra, para a Justiça Eleitoral, que o voto dessa camada da população deverá ser determinante nas eleições municipais de outubro.
Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem cerca de 51 milhões de jovens de 15 a 29 anos, correspondendo a um quarto da população do país. Desses, mais de 75% (38.876.290) estão aptos a votar nas eleições deste ano, segundo dados do TSE. Os jovens entre 25 e 29 anos representam 10,83% do eleitorado; de 21 a 24 anos, 8,71% e de 16 a 20 anos, 7,45%.
Luiz GabrielLuiz Gabriel, de Santa Rita de Jacutinga (MG) / Foto: Arquivo pessoal
Luiz Gabriel, de Santa Rita de Jacutinga (MG), faz parte dessa estatística. Aos 17 anos, vai votar pela primeira vez nas eleições de outubro. Apesar de não ser obrigado a votar, escolheu exerceu o direito de voto por entender a importância de seu papel de cidadão.
O envolvimento político de Luiz vai além: ele faz parte do movimento “Atitude Jovem”, que visa incentivar os jovens a tomarem alguma boa atitude pelo bem da política no município. Ele acredita que o voto tem força para transformar as realidades e, inclusive, pode ser responsabilizado pelo atual cenário político do país.
“A crise política atual é resultado da má formação da consciência social de eleitores que depositaram confiança em partidos e candidatos que não mereciam tal confiança”, afirmou Luiz.
Para Eliana Passarelli, o jovem tem uma opinião fundamental sobre os assuntos referentes às cidades. Isso porque ele é um usuário dos serviço locais, então tem que manifestar sua vontade nas urnas. “Ele tem que fazer sua voz ser ouvida”, afirmou.
“É um voto que tende a se amadurecer com o tempo; quanto mais cedo ele começar mais experiência ele vai adquirindo no exercício da cidadania. Então é uma participação muito importante”, considerou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…