Anúncios Parceiro Magalu - Erigleissonevoce

Relembre a sequência dos ataques do 11 de setembro que marcaram os EUA

Os atentados de 11 de setembro de 2001, os mais letais cometidos em solo americano, foram realizados por 19 terroristas da rede Al-Qaeda, que sequestraram quatro aviões comerciais para atacar os principais símbolos de Nova York e Washington.
Duas aeronaves foram lançadas contra as Torres Gêmeas do World Trade Center de Nova York e uma terceira contra o Pentágono, sede do Departamento da Defesa dos Estados Unidos, em Washington. Um quarto avião caiu em um campo na Pensilvânia, aparentemente depois que os passageiros lutaram com os seqüestradores.

A seguir, a sequência dos fatos:

8:46 (9H46 de Brasília) - Um avião Boeing 767 da American Airlines com 92 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, se choca contra uma das Torres Gêmeas do World Trade Center (WTC) de Nova York.
9:03 (10H03) - Um avião Boeing 767 da United Airlines com 65 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, se choca contra a outra Torre Gêmea do WTC e provoca uma grande explosão.
9:30 (10H30) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que estava em Sarasota (Flórida), declara que os atos se tratam "aparentemente de um ataque terrorista" e ordena uma "investigação completa para prender e punir os terroristas".
9:43 (10H43) - Um avião Boeing 757 da American Airlines com 64 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, cai sobre o Pentágono, em Washington DC, provocando duas explosões.
9:45 (10H45) - As autoridades da aviação civil (FAA) ordenam o cancelamento de todos os vôos comerciais no país.
9:45 (10H45) - Em Washington DC, a Casa Branca é evacuada. Pouco depois o Pentágono (Departamento de Defesa) também é evacuado.
9:53 (10H53) - O Departamento de Estado é evacuado.
10:05 (11H05) - Uma das Torres Gêmeas do WTC desaba em meio a uma gigantesca nuvem de poeira.
10:10 (11H10) - Um avião Boeing 757 da United Airlines que viajava de Newark (Nova Jersey, nordeste) para San Francisco (Califórnia, oeste) com 44 pessoas a bordo, incluindo quatro terroristas, cai em um campo no estado da Pennsylvania.
10:28 (11H28) - A segunda Torre Gêmea do WTC desaba e espalha milhares de toneladas de escombros pelas ruas próximas. Uma monstruosa nuvem de poeira negra cobre todo o sul da ilha de Manhattan.
11:02 (12H02) - O prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, pede aos nova-iorquinos que abandonem o sul da ilha de Manhattan.
13:04 (14H04) - O presidente Bush, que havia viajado para a Louisiana (sul), declara que as Forças Armadas dos Estados Unidos estão em "estado de alerta máximo" e promete "perseguir e castigar" os responsáveis pelos atentados.
13:50 (14H50) - O prefeito de Washington, Anthony Williams, decreta "estado de emergência" na capital federal por um período indeterminado.
14:00 (15H00) - Todos as bolsas de valores americanas permanecem fechadas durante a tarde, anuncia a Comissão de Operações na Bolsa dos Estados Unidos (SEC).
15:35 (16H35) - Um alto funcionário do governo americano, que pede para não ser identificado, diz que o líder terrorista Osama Bin Laden é o principal suspeito de envolvimento nos atentados.
16:54 (27H54) - O balanço de mortos nos atentados não será conhecido no mesmo dia, mas será "maior do que qualquer um de nós é capaz de suportar", afirma o prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani.
17:25 (18H25) - Um edifício de 47 andares vizinho às Torres Gêmeas desaba após um incêndio de várias horas.
18:54 (19H54 GMT) - O presidente Bush retorna à Casa Branca.
20:30 (21H30) - Em pronunciamento transmitido pela televisão, Bush afirma que milhares de pessoas morreram e declara que, no momento de punir, Washington não fará distinção entre os terroristas autores dos ataques e aqueles que os protegem.



AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Livro resgata conteúdo de cartas recebidas por João Goulart

Mestra da Cultura do Ceará, artesã Dona Zefinha morre no Cariri

Livro sobre as origens do povo cearense chega ao mercado