Pular para o conteúdo principal

Relembre a sequência dos ataques do 11 de setembro que marcaram os EUA

Os atentados de 11 de setembro de 2001, os mais letais cometidos em solo americano, foram realizados por 19 terroristas da rede Al-Qaeda, que sequestraram quatro aviões comerciais para atacar os principais símbolos de Nova York e Washington.
Duas aeronaves foram lançadas contra as Torres Gêmeas do World Trade Center de Nova York e uma terceira contra o Pentágono, sede do Departamento da Defesa dos Estados Unidos, em Washington. Um quarto avião caiu em um campo na Pensilvânia, aparentemente depois que os passageiros lutaram com os seqüestradores.

A seguir, a sequência dos fatos:

8:46 (9H46 de Brasília) - Um avião Boeing 767 da American Airlines com 92 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, se choca contra uma das Torres Gêmeas do World Trade Center (WTC) de Nova York.
9:03 (10H03) - Um avião Boeing 767 da United Airlines com 65 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, se choca contra a outra Torre Gêmea do WTC e provoca uma grande explosão.
9:30 (10H30) - O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, que estava em Sarasota (Flórida), declara que os atos se tratam "aparentemente de um ataque terrorista" e ordena uma "investigação completa para prender e punir os terroristas".
9:43 (10H43) - Um avião Boeing 757 da American Airlines com 64 pessoas a bordo, incluindo cinco seqüestradores, cai sobre o Pentágono, em Washington DC, provocando duas explosões.
9:45 (10H45) - As autoridades da aviação civil (FAA) ordenam o cancelamento de todos os vôos comerciais no país.
9:45 (10H45) - Em Washington DC, a Casa Branca é evacuada. Pouco depois o Pentágono (Departamento de Defesa) também é evacuado.
9:53 (10H53) - O Departamento de Estado é evacuado.
10:05 (11H05) - Uma das Torres Gêmeas do WTC desaba em meio a uma gigantesca nuvem de poeira.
10:10 (11H10) - Um avião Boeing 757 da United Airlines que viajava de Newark (Nova Jersey, nordeste) para San Francisco (Califórnia, oeste) com 44 pessoas a bordo, incluindo quatro terroristas, cai em um campo no estado da Pennsylvania.
10:28 (11H28) - A segunda Torre Gêmea do WTC desaba e espalha milhares de toneladas de escombros pelas ruas próximas. Uma monstruosa nuvem de poeira negra cobre todo o sul da ilha de Manhattan.
11:02 (12H02) - O prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, pede aos nova-iorquinos que abandonem o sul da ilha de Manhattan.
13:04 (14H04) - O presidente Bush, que havia viajado para a Louisiana (sul), declara que as Forças Armadas dos Estados Unidos estão em "estado de alerta máximo" e promete "perseguir e castigar" os responsáveis pelos atentados.
13:50 (14H50) - O prefeito de Washington, Anthony Williams, decreta "estado de emergência" na capital federal por um período indeterminado.
14:00 (15H00) - Todos as bolsas de valores americanas permanecem fechadas durante a tarde, anuncia a Comissão de Operações na Bolsa dos Estados Unidos (SEC).
15:35 (16H35) - Um alto funcionário do governo americano, que pede para não ser identificado, diz que o líder terrorista Osama Bin Laden é o principal suspeito de envolvimento nos atentados.
16:54 (27H54) - O balanço de mortos nos atentados não será conhecido no mesmo dia, mas será "maior do que qualquer um de nós é capaz de suportar", afirma o prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani.
17:25 (18H25) - Um edifício de 47 andares vizinho às Torres Gêmeas desaba após um incêndio de várias horas.
18:54 (19H54 GMT) - O presidente Bush retorna à Casa Branca.
20:30 (21H30) - Em pronunciamento transmitido pela televisão, Bush afirma que milhares de pessoas morreram e declara que, no momento de punir, Washington não fará distinção entre os terroristas autores dos ataques e aqueles que os protegem.



AFP

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

Projeto do escritor e professor cearense Gonzaga Mota doa livros para escolas públicas da Capital e do interior

Por Diego Barbosa,  Com a ação, Gonzaga Mota já circulou por 20 instituições, ora aumentando acervos, ora criando novas mini-bibliotecas Com facilidade, a porta em que está cravada a placa "Livros de escritores cearenses" escancara-se em nova visão. Do outro lado do anteparo, o olhar mira num aconchegante espaço, onde repousam, organizadas e coloridas, obras de toda ordem. São títulos tradicionais e contemporâneos, exemplares de poesias, contos, crônicas, romances. Em comum a todos eles, o DNA nosso: possuem assinatura de cearenses. E querem ganhar mais mundos, outras trilhas. Mantido pelo escritor e professor Gonzaga Mota, o gabinete da descrição acima é recanto de possibilidades. Desde o começo deste ano, o profissional mantém um projeto de doação de livros para escolas públicas de Fortaleza e do interior, almejando estender o raio de alcance da leitura, especialmente entre crianças e jovens. A vontade de fazer com que os volumes saltem da…