Belas pinturas

Gonzaga Mota*

Observando-se algumas escolas, bem como os trabalhos de geniais pintores, concentramo-nos, de forma resumida, no exame dos movimentos impressionista e expressionista. Oprimeiro, com origem no final do século 19, na França, caracterizou-se pelo interesse em efeitos de luz, enaltecendo a alegria de viver. O segundo procurou mostrar não só os aspectos objetivos, mas as emoções subjetivas que pensamentos e acontecimentos suscitam no artista. Foi iniciado na Alemanha. O impressionismo, segundo alguns críticos, embora mantendo temas do realismo, não se propôs a fazer denuncia social. Mostra paisagens urbanas e suburbanas, como o naturalismo. A diferença está na visão estética: os impressionistas manifestam o momento em que a ação está acontecendo, originando novas maneiras de captar a luz e as cores. Entre os exponentes do impressionismo, destacamos: Monet, Manet, Renoir e Pissaro. Nos quadros destes artistas são comuns cenas passadas em jardins, à beira do rio Sena, em cafés, teatros e festas. Destacaríamos Monet e Renoir como os principais integrantes do movimento e as telas “Manhã no Sena”(Monet) e “Rosa e Azul”(Renoir).  Já noexpressionismo não existe a preocupação com a beleza tradicional, e as obras mostram um enfoque pessimista da vida. O artista, muitas vezes dominado pela angústia e a dor, denuncia problemas sociais. O precursor do movimento foi o pintor holandês Van Gogh e, na nossa visão, as telas “Os Girassóis” e “Noite Estrelada” foram suas obras principais. No entanto em todas as telas são visíveis sentimentos como a dor e o amor. Que beleza! É a criação poética refletida em belos quadros.

*Professor aposentado da UFC

Comentários

Mais Visitadas

15 de novembro de 1889

Amazon oferece Frete Grátis para toda a loja de livros

"Recordar: voltar a passar pelo coração"

Livro "O Outro Nordeste", de Djacir Menezes, ganha terceira edição

O mundo reconciliado em Cristo