Belas pinturas

Gonzaga Mota*

Observando-se algumas escolas, bem como os trabalhos de geniais pintores, concentramo-nos, de forma resumida, no exame dos movimentos impressionista e expressionista. Oprimeiro, com origem no final do século 19, na França, caracterizou-se pelo interesse em efeitos de luz, enaltecendo a alegria de viver. O segundo procurou mostrar não só os aspectos objetivos, mas as emoções subjetivas que pensamentos e acontecimentos suscitam no artista. Foi iniciado na Alemanha. O impressionismo, segundo alguns críticos, embora mantendo temas do realismo, não se propôs a fazer denuncia social. Mostra paisagens urbanas e suburbanas, como o naturalismo. A diferença está na visão estética: os impressionistas manifestam o momento em que a ação está acontecendo, originando novas maneiras de captar a luz e as cores. Entre os exponentes do impressionismo, destacamos: Monet, Manet, Renoir e Pissaro. Nos quadros destes artistas são comuns cenas passadas em jardins, à beira do rio Sena, em cafés, teatros e festas. Destacaríamos Monet e Renoir como os principais integrantes do movimento e as telas “Manhã no Sena”(Monet) e “Rosa e Azul”(Renoir).  Já noexpressionismo não existe a preocupação com a beleza tradicional, e as obras mostram um enfoque pessimista da vida. O artista, muitas vezes dominado pela angústia e a dor, denuncia problemas sociais. O precursor do movimento foi o pintor holandês Van Gogh e, na nossa visão, as telas “Os Girassóis” e “Noite Estrelada” foram suas obras principais. No entanto em todas as telas são visíveis sentimentos como a dor e o amor. Que beleza! É a criação poética refletida em belos quadros.

*Professor aposentado da UFC

Comentários

Mais Visitadas

Principal nome da literatura feita para crianças no Ceará, Horácio Dídimo, morto em 2018, pode ser homenageado em Dia Estadual da Literatura Infantil

Literatura e cinema ajudaram a tornar Notre-Dame conhecida no mundo

Alagoano que dirigiu filme que teve cenas gravadas em Penedo toma posse na ABL

Herança do governo golpista