Exibição em Paris ressalta paixão de Picasso por culturas distantes

Por Nathalie Kantaris Diaz

A admiração de Pablo Picasso por civilizações distantes ganhou destaque em uma nova exposição em Paris, com peças da coleção do artista que mostram essa paixão de toda uma vida e seus próprios esboços, esculturas e pinturas inspirados por elas.

Intitulada "Picasso Primitif", a mostra pretende exibir "uma visão comparativa de suas obras com aquelas de artistas não-ocidentais" da África, da Oceania, das Américas e da Ásia, de acordo com o museu Quai de Branly.

Entre os itens presentes está a pintura "Cabeça de Mulher", na qual a proeminência da testa, os dentes e buracos no lugar das bochechas lembram uma máscara antropomórfica da Costa do Marfim, enquanto uma máscara listrada de formato hexagonal de 1919 parece dar um toque moderno a tais peças tradicionais africanas.

"Picasso Primitif" estreia na terça-feira e dura até julho.

Reuters

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado