Mestrado em Enfermagem recebe docente portuguesa

A turma de Mestrado Profissional em Tecnologia e Inovação (MPTIE) da Universidade de Fortaleza (Unifor) recebe, nesta quinta-feira, às 14h, a professora portuguesa Henriqueta Ilda Verganista Martins Fernandes, da Escola Superior de Enfermagem do Porto (ESEP). O tema escolhido para abordagem da especialista será "Classificação internacional para a prática de enfermagem (CIPE): um conhecimento na senda da tecnologia".

Henriqueta Fernandes concluiu o Doutorado em Educação pela Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias em 2011. Ela é também coordenadora do Gabinete de Apoio à Mobilidade e Intercâmbio Institucional, membro do Conselho Geral da Escola Superior de Enfermagem do Porto, membro da Unidade de investigação da ESEP (Uniesep) e membro do Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (Cintesis).

Durante os últimos dias, a professora Henriqueta Fernandes tem participado ainda de outras atividades no Campus da Unifor. Ontem, por exemplo, ela ministrou a palestra "A enfermagem em Portugal: do serviço nacional de saúde aos contextos e circunstâncias da profissão", dedicada a professores e estudantes do curso de graduação em Enfermagem.

Além disso, reuniu-se ainda com docentes e discentes do MPTIE e do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva (PPGSC), com quem discutiu sobre "Projetos para mobilidade acadêmica ESEP/Unifor". Ela participou ainda de reuniões do Pós-Doutorado e de Bancas do Mestrado Profissional.

Mestrado

A proposta do Mestrado Profissional Tecnologia e Inovação em Enfermagem, segundo a professora Karla Rolim, coordenadora do MPTIE, nasceu da necessidade de qualificação de enfermeiros assistenciais e das próprias demandas da Universidade e do mercado do Norte e Nordeste, área carente dessa formação.

Assim, o programa de Mestrado foi planejado para contribuir com o desenvolvimento da prática transformadora em Enfermagem, em nível local e regional, de modo a aperfeiçoar a qualidade dos profissionais e dos serviços, com reflexo em todos os processos de trabalho em saúde, subsidiando a realização de pesquisas aplicadas aos diversos campos de práticas e a possibilidade de incorporação do conhecimento gerado.

Um dos objetivos do MPTIE da Unifor é capacitar enfermeiros para o exercício profissional da prática avançada no sistema de saúde no desenvolvimento de ações de enfermagem inovadoras e transformadoras nos diversos cenários do cuidar.

Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

15 de novembro de 1889

O Irmão Carlos de Foucauld

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

O mundo reconciliado em Cristo

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado