Pular para o conteúdo principal

CardLivro foi entregue aos professores

Bienal do Livro: professores da rede municipal receberam nesta quarta, 12/4, cartão para comprar livros e materiais

Em clima de alegria e muita animação de centenas de estudantes animados para visitar a XII Bienal Internacional do Livro do Ceará, os professores da Escola Municipal Agostinho Moreira e Silva, na Barra do Ceará, receberam na tarde desta quarta-feira, 12/4, das mãos da secretária municipal da Educação, Dalila Saldanha, e do secretário da Cultura do Estado, Fabiano dos Santos Piúba, os CardLivros. O CardLivro é um cartão magnético, como um cartão de crédito, para aquisição de livros e/ou material de incentivo à leitura, regulamentado pela Lei Nº 10.564 de 29 de março de 2017. O crédito é destinado aos professores para utilização na Bienal, que começa nesta sexta-feira, 14/4, e segue até o dia 23, em uma realização do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura e do Instituto Dragão do Mar, com apresentação do Ministério da Cultura e do Bradesco.
Foto: Felipe Abud | Secult
De acordo com Dalila, cerca de oito mil professores estão sendo beneficiados com créditos no valor de até R$ 100,00, que vão ser disponibilizados por meio de um cartão magnético, próprio para registro de vendas junto aos expositores das edições da Bienal. Para ser beneficiado com o crédito, o profissional deve estar lotado nas escolas municipais, nos Distritos de Educação ou na Secretaria Municipal da Educação (SME). Os cartões magnéticos serão distribuídos, prioritariamente, aos professores que estiverem em efetivo exercício de sala de aula.
O secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, participou da entrega do CardLivro e destacou a importância da parceria com a SME e com a Prefeitura de Fortaleza. “Agradecemos pela parceria e damos as boas-vindas a todos os professores para a Bienal, que convida para uma ampliação dos horizontes de cada um e das inúmeras possibilidades de formação e crescimento por meio da palavra, com o tema ‘Cada pessoa, um livro; o mundo, a biblioteca”.
Foto: Felipe Abud | Secult

Fabiano brincou com as crianças e reforçou o convite para a participação na Bienal. “Quinta-feira, quando vocês acordarem, vão dizer para os pais de vocês: ‘Sabem aonde eu vou hoje? Vou à Bienal Internacional do Livro do Ceará. E quando voltarem vão contar pros pais de vocês todas as novidades que viram e aprenderam lá”, disse, no meio da criançada, que não escondia a animação, no pátio da escola.

“Viemos aqui, juntamente com o Fabiano, pra reconhecer os professores dessa escola, que estão aqui representando todos os professores da educação de Fortaleza”, ressaltou a secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha. “E a forma de a gente reconhecer isso é oportunizando tanto a visita de vocês à Bienal, que você vão ver que é muito legal, e oportunizar aos professores, além de visitar a Bienal, também ter um incentivo financeiro para poder adquirir livros e dividir com vocês depois”.
Professora Neire: “A gente fica que nem criança”
Neire Alves, professora admitida há um ano na rede municipal, recebeu o CardLivro, representando todos os professores da escola Agostinho Moreira. “Estou muito feliz nessa tarde, por ter recebido o meu cartão, que vai ser usado na Bienal do Livro, no Centro de Eventos. Nós, que somos professores, é importante demais esse momento, porque amamos ler, amamos livros. E a Bienal será um momento muito importante, no mundo mágico da leitura”, afirmou. “A gente fica que nem criança. É um sonho. Porque nós, professores, amamos esse momento de leitura de livros”.
Foto: Felipe Abud | Secult
Acompanhe toda a programação através das nossas redes sociais, confira nossa página oficial no Facebook.
COMUNICAÇÃO - SITE_COMUNICACAO

Comentários

Mais Visitadas

As dores da humanidade

Tudo começa com o caderno de caligrafia

Missão da Unesco faz primeira visita ao Museu Nacional

14 etnias não têm seu idioma original preservado no Estado do Ceará

Adjetivando a vida