Crianças com deficiência poderão desfrutar da praia graças à doação do Papa

(ACI).- O Papa Francisco apoiará o projeto “La Madonnina”, da Associação Opera San Luigi Gonzaga “Opera d'Amore”, em favor de crianças com deficiência.
Assim anunciou Dom Konrad Krajewski, Esmoleiro de Sua Santidade, através de um comunicado divulgado pela Esmolaria Apostólica da Santa Sé.
“La Madonnina” é um projeto cuja finalidade é facilitar o acesso das crianças com deficiência ou problemas de mobilidade à praia. Com esta finalidade, a Associação aluga uma praia na costa de Fiumicino, província de Lazio, perto da cidade de Roma, para instalar uma área de banho aberta a todos, mas com medidas de acessibilidade especiais para pessoas que têm dificuldades para se locomover.
Fontes da Associação asseguraram sentir “entusiasmo e surpresa” por este anúncio que tem um forte apoio, e também um reconhecimento ao seu trabalho em favor dessas crianças.
Esta praia, aberta desde 2012, é o único espaço do litoral romano capaz de garantir eficazmente uma adequada acolhida às pessoas com deficiência. Para isso, tem uma infraestrutura específica e uma equipe qualificada.
Essa equipe, responsável pela atenção médica e pela vigilância, procede da Federação Italiana de Natação Paraolímpica.
A contribuição do Santo Padre, a qual não se sabe o valor, será destinada para o pagamento do aluguel anual da praia, que é totalmente administrada pelos voluntários da Associação.
Os promotores desta ideia tiveram muito cuidado a fim de que a praia seja um lugar de uma verdadeira integração, impedindo que se torne um lugar de gueto ou de estigmatização. O objetivo é que cada criança possa desfrutar do mar sem barreiras “arquitetônicas nem mentais”.
Segundo asseguram os responsáveis por esta praia, “La Madonnina” descobre “a importância da atenção aos outros, da singularidade do ser humano, independentemente que tenha ou não uma deficiência. Descobre que cada ser humano é fonte de bem-estar do outro somente ao escutar as necessidades dos outros”.
“A partir do momento que começamos esta aventura no balneário ‘La Madonnnina’, começamos a respirar novos ares, um ambiente onde percebemos o ‘amor’ que gera o ‘amor’ no outro, o amor pelo próximo e o amor pela vida”, indicam.

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado