Inscrições abertas para o Prêmio SP de Literatura


Até o próximo dia 20 de abril, escritores do país inteiro podem se inscrever para concorrer à premiação da 10ª edição do Prêmio São Paulo de Literatura. Uma das premiações mais conceituadas do gênero literário no Brasil, o concurso é realizado pela Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.
Os autores podem se inscrever em duas categorias, a de "Melhor Livro do Ano" e "Melhor Livro do Ano - Autor Estreante". Esta última se divide em duas modalidades: "Autores com mais de 40 anos de idade" e "Autores com menos de 40 anos de idade".
Os interessados podem consultar o regulamento completo nos sites da premiação (premiosaopaulodeliteratura.Org.Br) e da Secretaria da Cultura de São Paulo (cultura.Sp.Gov.Br).
Para participar, o escritor deve ter publicado sua obra, em primeira edição, no ano passado, no gênero romance. Ou seja, tratam-se de obras de ficção. A premiação é individual e vai contemplar o(a) vencedor(a) com R$ 200 mil para o melhor livro de 2016, além de pagar R$ 100 mil para cada um dos autores (das modalidades de mais e de menos de 40 anos de idade).
Em 2016, o livro vencedor foi "Anatomia do Paraíso", lançado pela Editora 34, e escrito por Beatriz Bracher. Já Marcelo Maluf, inscrito com a obra "A Imensidão Íntima dos Carneiros" (Editora Reformatório), foi contemplado entre os autores estreantes maiores de 40 anos de idade. Dentre os mais jovens, Rafael Gallo levou o prêmio, com o romance "Rebentar", lançado pela Editora Record.
Escritora, editora e roteirista de cinema, Beatriz Bracher, antes de publicar "Anatomia do Paraíso", estreou na literatura com "Azul e dura" (2002, Editora 7 Letras) e ganhou projeção com a publicação do terceiro livro, em 2007, "Antonio" (Editora 34). Este levou o terceiro lugar no Prêmio Jabuti de literatura e foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura em 2008.
Em seu enredo, "Anatomia do paraíso" conta a história de um estudante de classe média que escreve uma dissertação de mestrado sobre o poema épico "Paraíso perdido" (1667), de John Milton.
A primeira edição do Prêmio São Paulo de Literatura aconteceu em 2008, criado pelo Governo do Estado de São Paulo. É o maior prêmio literário do País, em termos de valores individuais.
Nasceu para incentivar a produção literária de qualidade não só em São Paulo, apoiando novos autores e editoras independentes do País. Desde que foram abertas as primeiras inscrições, mais de 1.700 livros concorreram e 22 romances foram premiados.
Diário do Nordeste

Comentários

Mais Visitadas

O Irmão Carlos de Foucauld

Há 50 anos, primeira mulher negra era eleita ao Congresso nos EUA

Memorial do Holocausto lembra 80 anos da Noite dos Cristais em SP

MASP completa 50 anos de histórias

Escreve Pe. Jocy - Dom Delgado