Pela terceira vez, Papa lavará os pés de detentos na Quinta-Feira Santa

O Papa Francisco escolheu novamente a prisão para presidir a Missa na Ceia do Senhor, na Quinta-feira Santa, com o rito do lava-pés.

O local designado é a Casa de Reclusão de Paliano, localidade ao sul de Roma. Trata-se de um Instituto particular, dedicado aos colaboradores da Justiça. Há duas sessões – masculina e feminina – e outra sessão para os doentes de tuberculose.

A capacidade é para 140 reclusos. A filosofia educativa é empregar o máximo do tempo em trabalhos de restauração, em hortas e outras atividades produtivas, como por exemplo uma pizzaria interna.

Terceira vez em seu pontificado

A celebração será realizada na tarde de quinta-feira, 13 de abril, e terá um caráter “estritamente privado”. Trata-se da terceira vez que Francisco celebra este rito numa prisão. Em 2015, a missa foi no Presídio de Rebibbia, em Roma. Em 2013, o local foi o Cárcere para Menores “Casal del Marmo”, também em Roma.

No ano passado, o Papa lavou os pés dos refugiados no centro de acolhimento de Castelnuovo, município ao norte de Roma. Em 2014, a cerimônia foi no Centro Santa Maria da Providência, na periferia romana, que acolhe pessoas com deficiências.

Comentários

Mais Visitadas

Há 220 anos, Ceará se emancipava de Pernambuco

Cenário da Economia

Jesus não precisava ser batizado

"Harry Potter" ajuda a salvar histórica Livraria Lello, em Portugal

Prefeitura de Salvador divulga atrações classificadas para Furdunço 2019