Pular para o conteúdo principal

Valter Hugo Mãe inicia atividades na Bienal do Livro do Ceará

Ao lado de uma das curadoras da Bienal, Cleudene Aragão, Valter Hugo Mãe ministrou palestra sobre o tema “Somos todos filhos de mil pessoas e de mil livros” para um público de mais de 500 pessoas ( Foto: Roberta Souza )
Ainda não havia caído à noite quando um dos principais convidados da XII Bienal Internacional do Livro, o escritor português Valter Hugo Mãe, começou a caminhar tranquilamente pelos estandes do evento. De chinelos, com uma pequena bolsa a tiracolo, ele cedia a pedidos de fotos, autógrafos e breves conversas com admiradores de sua obra.
Em Fortaleza para três atividades referentes à Bienal, o escritor iniciou os trabalhos ali mesmo, como parte do público geral que visitava o espaço do Centro de Eventos do Ceará. E, depois, às 20h, ao lado de uma das curadoras da Bienal, Cleudene Aragão, ministrou palestra sobre o tema “Somos todos filhos de mil pessoas e de mil livros” para um público de mais de 500 pessoas que fez um fila imensa na porta das salas 2 e 3 do mezanino 1.
Num primeiro momento, o português demonstrou-se encantado com a quantidade de pessoas presentes no espaço, e também ressaltou a felicidade em compartilhar o mesmo ambiente com os escritores Affonso Romano, Marina Colasanti - convidados do evento - e Lira Neto, curador da Bienal.
Na mesa, o escritor falou sobre sua relação com os livros, com as palavras e com as pessoas. “Identidade é também, necessariamente, ausência dos outros. Preciso das palavras, dos livros para que, dentro da minha solidão, os outros possam existir”, disse.
Sobre o atual processo de escrita, ele diz estar “paquerando” diferentes temas, mas ainda encontra-se à procura de algo em que, comparando a um relacionamento, “role um sentimento”.
Valter Hugo Mãe participa neste domingo (16) da mesa “Romances do pai, escritas da mãe”, em diálogo com Marcelino Freire e mediação de Socorro Acioli. Já na segunda (17), ele participa da programação da Bienal fora da Bienal, em Caucaia, com a Tribo dos Índios Anacé. “Na corrente dos encantados” será o tema guia do encontro.
Mais informações:
XII Bienal Internacional do Livro do Ceará. Até o dia 23 de abril, no Centro de Eventos do Ceará. Programação completa no site

Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08