Pular para o conteúdo principal

Descoberta de anticorpo para zika reforça esperanças de vacina

Ao tentar criar uma vacina, os cientistas usam todo ou uma boa parte do vírus de forma a incitar a resposta do sistema imunológico ( Foto: Divulgação )
Uma pesquisa identificou o que poderá ser a arma contra a zika. Os estudiosos, da Universidade Rockefeller, nos EUA, descobriram no sangue de pessoas infectadas pelo vírus, antiorpos que impedem o início de infecção.
Segundo eles, estes anticorpos parecem ter sido fabricados em resposta a uma infecção anterior pelo vírus da dengue (da mesma família), sendo que um deles, batizado Z004, se mostrou particularmente eficaz em neutralizar o micro-organismo. A descoberta espera levar a novas maneiras de lutar contra doença, inclusive no desenvolvimento de uma vacina. 
"Estes anticorpos podem ser muito úteis no futuro próximo", diz o pesquisador da Universidade americana e um dos líderes do estudo, Davide F. Robbiani. Em artigo publicado na revista científica "Cell", ele relatou que pretende administrar o Z004 para prevenir a zika com segurança em mulheres grávidas ou outras pessoas sob risco de contrair a doença.
Uma nova estratégia para o desenvolvimento de uma vacina contra o vírus foi revelada numa investigação da interação com ele e com o anticorpo. Conduzida por cientistas do Intituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), a pesquisa determinou a estrutura molecular do ponto em que o anticorpo se une ao envelope proteico do vírus "piçando" uma protuberância nele. 
Ao tentar criar uma vacina, os cientistas usam todo ou uma boa parte do vírus de forma a incitar a resposta do sistema imunológico, mas os pesquisadores acreditam que com esta descoberta será possível usar apenas o fragmento do envelope com a pretuberância.
Esta protuberância também já tinha sido apresentada na dengue do tipo 1. Os cientistas tentaram usar o Z004 para combater a doença e ele acabou neutralizando o vírus. 
"Mesmo antes da zika as amostras de sangue deles provavelmente tinham anticorpos que podiam interagir com o mesmo trecho do envelope proteico", contou outra pesquisadora da Universidade Rockfeller e coautora do estudo, Margaret R. MacDonald. "Parece que, muito como uma vacina, a dengue tipo 1 pode preparar o sistema imunológico para lutar contra outras doenças da mesma família". 
Diário do Nordeste

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Participe da Coletânea "100 Poetas e 100 Sonetos"

O Instituto Horácio Dídimo de Arte, Cultura e Espiritualidade está selecionando 100 poetas para compor a Coletânea “100 Poetas e 100 Sonetos”. Os sonetos são de tema livre e devem ser metrificados em qualquer tamanho ou estilo, rimados ou não. 

Não haverá taxa de inscrição e nem obrigatoriedade de aquisição do livro pelos participantes, que em contrapartida cedem seus direitos autorais. 

A data e local do lançamento da coletânea serão definidos posteriormente. 

Para participar, envie o seu soneto para o email ihd@institutohoraciodidimo.org ou pelo formulário até 10/07/2019 com uma breve biografia.

Por https://institutohoraciodidimo.org/2019/06/11/coletanea-100-poetas-e-100-sonetos/

O Natal em Natal (RN), a capital potiguar fundada em 25 de dezembro de 1599

Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto 'O Natal em Natal'.
Considerada uma das maiores e mais bonitas do Brasil, a Árvore de Natal instalada no bairro de Mirassol encanta a natalenses e turistas. (Alex Regis/ Secom Natal)
Os moradores da capital do Rio Grande do Norte têm um motivo a mais para se alegrar e vivenciar esta época do ano. Afinal, eles celebram o “Natal em Natal”. Aliás, a capital potiguar recebeu este nome devido a data da sua fundação: 25 de dezembro de 1599. Neste mês, a cidade se reveste de enfeites e de festas culturais, através do projeto “O Natal em Natal”, promovido pela prefeitura municipal. Ao todo, segundo a prefeitura, são mais de 40 eventos que contemplam dança, música, teatro, audiovisual, artesanato, gastronomia e outras manifestações culturais.
Na zona sul da capital, foi acessa, no dia 3 de dezembro,  a tradicional “árvore de Mirassol”, com 112 metros de altura, ornamentada com enfeites nos formatos de …

POPE FRANCIS GENERAL AUDIENCE 2016.06.08