Dragão Fashion Brasil completa 18 anos em novo formato multicultural

Pela primeira vez, o casting de modelos do DFB será de origem 100% nordestina (FOTO: Divulgação/Facebook)
Celebrando 18 anos de história, o Dragão Fashion Brasil, maior encontro de moda autoral da América Latina, é realizado entre esta quarta-feira (24) e domingo (27), no Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza.
O conceito desta edição do evento é “Viva Essa Festa” e acompanha o momento de transformações que a indústria de moda tem passado, além de trazer diversas mudanças estruturais.
A mais significante é que o evento passa a se definir como um “festival”, o DFB Festival. Com o novo formato, a moda, que é a essência do evento, não será o único foco, vai dividir espaço com cultura, gastronomia, música e formação.
Para festejar os 18 anos do evento, o realizador do DFB Festival 2017, Cláudio Silveira, decidiu celebrar a própria região Nordeste como usina criativa e multicultural, símbolo máximo de resistência e superação do próprio trade.
“A indústria da moda brasileira deve muito à tradição têxtil nordestina. Mesmo com tantas adversidades, a criatividade mantém-se como base das nossas confecções, que investem cada vez mais em ações inovadoras e consistentes, como o próprio DFB”, esclarece Cláudio Silveira.
Além disso, a homenagem ao Nordeste ganha força com uma decisão inédita: pela primeira vez, o casting de modelos do DFB será de origem 100% nordestina, incluindo as principais top models brasileiras e internacionais nascidas na Região, que virão ao Ceará exclusivamente para o evento.
Salas de desfiles
Além da novidade na nomenclatura, o DFB Festival 2017 traz uma nova sala de desfiles, montada no piso superior do Terminal Marítimo. Esta edição do evento resgata a tradição de nomear as salas de desfiles que remetem á primeira década do evento.
A Sala do Fogo vai ser o palco das apresentações das coleções dos grandes nomes da moda autoral do Nordeste. Tem capacidade para 800 convidados.
Já a Sala do Barro, também para 800 convidados, faz referência direta à riqueza do artesanato brasileiro e deve receber os desfiles focados em tipologias e saberes do artesanato.
O novo espaço é a Sala das Marés, com capacidade para receber 600 pessoas, vai apresentar a programação mais alternativa do Festival, composta pelos desfiles de projetos e concursos.
Nos quatro dias de desfiles, o público vai poder conferir as criações de Aládio Marques, Almerinda Maria, André Sampaio, Bikiny Society, Caio Nascimento, Rendá por Camila Arraes, David Lee, Iury Costa, Ivanildo Nunes, Jeferson Ribeiro, João Paulo Guedes, Kallil Nepomuceno, Lindebergue Fernandes, Melk Z-Da, Ricciardo Gomes, Ronaldo Silvestre, VillÔ Ateliêr, Wagner Kallieno, Weider Silverio, Babado Coletivo e projeto Ceará Moda Contemporânea.
Prêmios
Outra novidade do festival é a apresentação do Concurso Ceará Moda Contemporânea, que oferece prêmios em dinheiro para as categorias Design, Modelagem e Costura.
Sendo assim, o DFB se torna o único evento do mundo que vai sediar três concursos de moda para novos talentos, incluindo amadores, estudantes e autodidatas.
Além disso, o festival também valoriza a formação e dá oportunidades a estudantes de graduação e de cursos técnicos, com desfiles Comunidade Moda, Mari Andrade, Lúcio Aureo, Saldanha, Centro Universitário Estácio do Ceará, Centro Universitário de João Pessoa, ETEC Carlos de Campos, Faculdade Ateneu, Faculdade Santa Marcelina, Faculdade Técnica Senai Antoine Skaf, Universidade Federal de Minas Gerais, Unifor.
A programação também conta com a presença de importantes personalidades da moda. Um dos convidados é o renomado estilista Alexandre Herchcovitch. Ele estará no Dragão Pensando Moda (DPM), espaço dedicado a promover a troca de cultura e saberes, com workshops, palestras, mesas-redondas e talkshows. O ambiente é uma realização em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE).
Ainda haverá a participação de Mário Queiroz, Marina de Luca, Gabriela Mazepa, Fernanda Yamamoto, Phaedra Brasil (BA), Luiz Clério (PE), Eduardo Motta.
Esse é o 10° ano consecutivo que o DPM é realizado. A parceria entre o DFB e o Senac/CE apresenta o maior ciclo de palestras, mesas-redondas e worksops do Brasil. Os cursos são realizados todos os dias do eventos, das 14h às 17h. No total, são 16h de curso e quem participar recebe certificado no final.
O DFB Festival 2017 tem como patrocinadores Governo do Estado do Ceará, Secretaria de Turismo do Estado do Ceará, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Enel, Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE).
Serviço
Evento: XVIII Dragão Fashion Brasil Festival
Data: De 24 a 27 de maio
Local: Terminal Marítimo de Passageiros de Fortaleza – Porto do Mucuripe
Programação: http://www.dfhouse.com.br

Tribuna do Ceará 

Comentários

Mais Visitadas

As dores da humanidade

Tudo começa com o caderno de caligrafia

Missão da Unesco faz primeira visita ao Museu Nacional

Livro aborda a memória crítica da escravidão

Bancário faz sua estreia como escritor